Suspeito foi preso · 17/06/2022 - 20h50

Policial civil mata irmã de 18 anos com tiro acidental no pescoço


Compartilhar Tweet 1



Uma jovem que levou um tiro acidental tinha apenas 18 anos e morreu na quinta-feira (16/06), em Botucatu/SP. A arma era do seu irmão, um policial civil de 28 anos que foi preso em flagrante por homicídio. As informações são da Rede TV!.

Segundo o Boletim de Ocorrência, o irmão pediu para Maria Vitória Carmello que o filmasse enquanto ele ensinava como se manusear e limpar uma pistola 9mm. Foi nesse momento que, acidentalmente, a arma disparou e atingiu o pescoço dela enquanto eles estavam na cozinha. 

Jovem morta com tiro no pescoço
Jovem morta com tiro no pescoço    Reprodução

Assim que o disparo atingiu Maria Vitória, Leonardo ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ela foi levada às pressas para o Hospital das Clínicas, em São Paulo.

Em depoimento aos policiais, Leonardo explicou que era um agente de papiloscopia e que tinha pouco tempo na Polícia Civil. Além disso, ele ainda estava fazendo estágio até sair a designação para alguma unidade de serviço. 

Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que o rapaz havia ingerido bebida alcoólica. A pistola foi encontrada na gaveta do seu guarda-roupas na casa de um dos seus familiares no bairro Boa Vista.

O homem foi preso e está à disposição da justiça.

Comentários