Ocorrida no início do ano de 2022 -

Polícia prende executores e mandante de homicídio e ocultação de cadáver em Piripiri

A Polícia Civil do Piauí, através das equipes da 6ª Delegacia Regional em Piripiri/PI, com apoio da Força Estadual Integrada de Segurança Pública - FEISP, realizou na última quinta-feira (16/03) diligências visando cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar e prisão preventiva referentes à investigação dos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, tendo como vítima a pessoa de Railson Galeno Gomes, ocorrida no início do ano de 2022. As informações são do Piripiri Repórter.

Foto: Reprodução

Fora dado cumprimento a mandados de prisão preventiva e buscas domiciliares referentes a dois suspeitos do crime e um mandante. Um dos envolvidos estava preso temporariamente para fins de investigação do mesmo crime e sua prisão foi então convertida em preventiva com a decretação da mesma medida coercitiva em relação a um segundo suspeito identificado que já se encontrava detido em razão da prática de outro delito de homicídio no início deste ano de 2023 também em Piripiri/PI. 

O mandante foi preso no início da tarde da última quinta-feira (16/03), pelas equipes da Polícia Civil em Piripiri/PI e, segundo apontou a investigação, o motivo para a prática do crime seria o fato da vítima Railson, usuário de drogas, ser suspeito de praticar diversos furtos a estabelecimentos comerciais na região do bairro Vista Alegre, na cidade de Piripiri/PI, inclusive em um deles teria subtraído uma quantia em dinheiro que seria destinada a ajudar uma vítima de acidente.

O mandante, que tinha vínculo com a vítima do acidente, teria procurado os executores e estes então teriam atraído e executado Railson a pauladas, posteriormente enterrando o corpo em local ermo, no meio da mata da região chamada Invasão do Novo Mundo.

Com o decorrer das investigações, descobriu-se a participação de um dos autores que foi preso temporariamente; após isto as equipes finalmente localizaram onde estava oculto o cadáver, bem como se elucidou a participação dos demais envolvidos no crime, sendo então realizada representação pela prisão preventiva de todos, pedido este acatado rapidamente pelo Poder Judiciário após parecer favorável do Ministério Público. 

As equipes da 6ª Delegacia Regional em Piripiri/PI e FEISP continuam as investigações/diligências visando a conclusão do procedimento e remessa ao Judiciário para a responsabilização de todos os envolvidos.

PostMídia: (86) 9 9547-8622

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco