Em São Pedro do Piauí · 12/11/2019 - 05h13 | Última atualização em 12/11/2019 - 09h52

Polícia identifica adolescente suspeito de fazer ameaça de ataque em escola no Piauí


Compartilhar Tweet 1



A Polícia Civil identificou um adolescente de 16 anos como o principal suspeito de usar perfis no Instagram e Twitter para fazer ameaças terroristas à Unidade Escolar Landri Sales, no centro de São Pedro do Piauí. De acordo com as investigações o adolescente é aluno da própria escola e utilizava as redes sociais da mãe para enviar as mensagens. As informações são do Canal 121.

O caso ganhou grande repercussão e foi repassado imediatamente para a Secretaria de Segurança Pública do Estado. O delegado José Anchieta, titular da Delegacia Especializada em Crimes Virtuais, disse que mesmo após a identificação do suspeito as investigações ainda não foram finalizadas.

    Imagem: Reprodução/Canal 121

“Parte das diligências foram feitas no ambiente cibernético e outra parte na cidade, mas é um adolescente do município. As investigações ainda estão em andamento, mas a pessoa já foi identificada e a Polícia Civil irá continuar as atividades até finalizar o inquérito”, disse o delegado.

VEJA MAIS NO BLOG DE SÃO PEDRO DO PIAUÍ

Após as ameaças, as aulas de todas as escolas do município foram suspensas na segunda (11) e nesta terça-feira (12). A prefeitura emitiu um comunicado informando a suspensão das atividades escolares.

O secretário de segurança Fábio Abreu disse que o adolescente utilizou as redes sociais da própria mãe para fazer as ameaças. Abreu disse também que o adolescente e a mãe serão ouvidos.

O secretário determinou que o 18º Batalhão de Polícia Militar realizasse um reforço no policiamento ostensivo nos colégios.

ENTENDA O CASO

Diversas mensagens com ameaças de ataques terroristas foram publicadas em perfis no Instagram e Twiter onde dizem que escolas do municípios sofreriam ataques na próxima quarta-feira, dia 13 de novembro.

A prefeitura de São Pedro emitiu comunicado informando que as aulas foram suspensa por dois dias. A nota diz que o motivo do cancelamento das atividades escolares se deu em consequências de inúmeras ameaças terroristas publicadas na internet de um possível ataque às escolas do município. Ao todo, as aulas foram suspensa em doze escolas.


Comentários