Operação continua · 07/05/2019 - 08h08 | Última atualização em 07/05/2019 - 11h04

Polícia confirma a prisão do 6º suspeito de assalto a bancos em Campo Maior


Compartilhar Tweet 1



A Secretaria de Segurança Pública do Piauí confirmou a prisão do sexto suspeito de participação no assalto a bancos no município de Campo Maior ocorrido no último dia 30 de abril. 

A ação aconteceu na noite desta segunda-feira (06/05) na divisa entre os estados do Piauí e Ceará, quando o suspeito, de posse de um fuzil, fez uma família do município de Cocal como refém por quase duas horas ao tentar fugir para o estado cearense.

O suspeito teve acesso à residência das vítimas pela porta dos fundos. Ao adentrar o imóvel armado com um fuzil, ele rendeu a família, um casal e os seus dois filhos. Horas depois, o assaltante empreendeu fuga em uma picape Fiat Strada, de cor cinza, levando como refém o dono da casa. Mas antes, a esposa e os filhos foram ameaçados e orientados a não acionar a polícia, caso contrário, o suspeito voltaria para se vingar.  

    Foto: Divulgação/SSP-PI

Temerosos, os familiares não acionaram a polícia, entretanto, quase uma hora depois do ocorrido o Capitão Ronald, comandante do BPM de Cocal-PI, tomou conhecimento e ao checar a veracidade dos fatos, agiu rápido dando o alerta para todas as equipes policiais das cidades vizinhas e dos Estados do Ceará e Maranhão.

Munido com as informações, uma equipe da Polícia Militar do Ceará, logrou êxito ao interceptar o carro e prender o suspeito na BR-402. Em posse dele os militares apreenderam uma arma de fogo e muita munição de vários calibres. 

    Imagem: Reprodução/Blog do Coveiro

Já na manhã desta terça-feira (07), a Secretaria de Segurança retificou o número de suspeitos que foram mortos em confronto com a polícia. O número correto, segundo a assessoria da segurança é de oito mortos e seis presos. "Houve um erro, na hora da identificação dos suspeitos, um dos nomes foi duplicado", disse Liana Aragão, assessora da Secretaria de Segurança.

Abreu diz que bando ia realizar mais assaltos

Na manhã desta segunda, o secretário de Segurança Fábio Abreu, disse em coletiva que a quadrilha iria assaltar outros bancos após a ação em Campo Maior, mas que por conta da ação da polícia eles acabaram se dividindo e perdendo força operacional.

As diligências continuam em várias regiões do norte do Estado com o reforço de mais policiais para captura dos demais membros do grupo criminoso. 

Assalto em Campo Maior
Um bando fortemente armando explodiu agências da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, ambas no localizada no Centro, no início da madrugada desta terça-feira (30/04), em Campo Maior.

Segundo relatos de moradores, houve vários disparos, que aterrorizaram a cidade.

Pelo menos 10 homens participaram da ação que aconteceu por volta de 1h. A agência do Bradesco teve as porta quebradas, mas não pela ação dos criminosos, e sim pela explosão dos outros bancos.

O bando estava em pelo menos três carros e fugiu em direção ao município de Boa Hora. Ainda não se sabe a quantia de dinheiro levada e a polícia ainda realiza diligências para localizar os criminosos.

 


Fonte: Com informações da SSP-PI e Blog do Coveiro

Comentários