Ninguém foi preso · 18/01/2022 - 17h37 | Última atualização em 18/01/2022 - 17h42

PI: motorista de aplicativo é assaltado por trio armado durante corrida e tem veículo roubado


Compartilhar Tweet 1



Um motorista de aplicativo viveu momentos de terror na estrada que liga os municípios de Floriano e Oeiras na noite desta segunda-feira (17/01). Vítima de um trio de assaltantes, ele teve o carro e o celular roubado e foi largado depois em uma estrada vicinal. As informações são do Floriano News

De acordo com o relato do motorista Marcos Lino, o mesmo recebeu uma chamada de corrida por volta das 20h40 para realizar uma corrida da Praça do bairro Alto da Cruz até o Floriano Shopping. No momento em que foi solicitado ele estava em companhia do filho de iniciais V.M., de 10 anos de idade.

Três passageiros embarcaram no veículo e após percorrer 800 metros um dos jovens rendeu o motorista dando uma gravata e desligando o carro, e em seguida anunciando o assalto.

Segundo a vítima, o trio disse que utilizaria o veículo para praticar um assalto e ordenou que a vítima e o filho fossem para o banco traseiro. Ao lado das vítimas, um assaltante estava com a mão por baixo da camisa, como se estivesse segurando uma arma e apontando para o motorista, que de acordo com ele não era possível ver se eles estavam realmente armados.

"Eles disseram: Não faça nenhum movimento que a gente não vai fazer nada com vocês, a gente vai só sair da cidade e soltar vocês por aí, e não faça nenhum movimento que nós não vamos machucar vocês”, disse Marcos.

Ao fazer a mudança no itinerário, os assaltantes passaram por um desvio, a fim de evitar passar pelo posto da Polícia Rodoviária Federal. Em seguida, pararam num posto de combustível para abastecer e ameaçaram o homem de morte caso fizesse algum movimento brusco. O motorista obedeceu.

“Eles falaram: Vamos parar pra abastecer e vocês não façam nenhum movimento brusco, senão nós vamos queimar vocês aqui dentro, vamos atirar em vocês pra matar. Somos treinados para matar, não temos nada a perder não”, relatou o motorista.

Após a rotatória, com sentido ao município de Nazaré do Piauí, um dos bandidos falou para soltar as vítimas, mas um deles não concordou por estar perto da cidade, e o motorista iria se dirigir até a PRF para denunciá-los.

Depois de passarem pela cidade de Nazaré do Piauí, o trio colocou pai e filho no porta-malas do veículo, alegando que passariam num local, mas que as vítimas não poderiam saber.

De acordo com Marcos, o veículo seguia em alta velocidade e mesmo preso no porta-malas ele sentiu que o carro adentrou numa estrada vicinal, e ouvia os assaltantes conversando com outras pessoas. Segundo ele, o veículo parou num local, que provavelmente seria um ponto de apoio dos assaltantes.

Marcos pediu ao trio que retirassem ele e o filho do bagageiro, devido ao desconforto, e ouviu dos assaltantes para aguentarem mais um pouco. Em seguida, os meliantes retiraram as vítimas do porta-malas, colocando-os no banco traseiro, ofereceram água e seguiram viagem com destino a cidade de Oeiras-PI.

Marcos Lino foi novamente colocado no bagageiro, enquanto o filho permaneceu no banco traseiro, já que os bandidos pararam mais uma vez num posto para abastecer. Na saída de Oeiras, o motorista pediu ao trio que soltasse ele e o filho, mas os bandidos negaram o pedido pelo fato de estarem próximos ao município.

Ao chegar numa estrada vicinal, na zona rural, por volta de 23h40, as vítimas foram deixadas pelos assaltantes. Os três homens fugiram levando o celular e o veículo da vítima, um Ágile ano/2012, de cor bege, placas LQH-8682.

Marcos Lino e filho caminhavam pela estrada, e logo avistaram uma casa onde pediram ajuda. Ambos foram acolhidos por um casal, e o motorista relatou os momentos de terror que passou junto com o filho, por cerca de três horas. Marcos entrou em contato com familiares da cidade de Floriano, contou o ocorrido e chegou em Floriano por volta das 4h.

“Estamos bem, com vida, e é agradecer a Deus. A gente pensou que não ia ver mais a família, passou tanta coisa pela cabeça da gente, e o que mais me angustiou é porque eu estava com meu filho, ele passar por tudo isso foi o mais angustiante. Está todo mundo em busca do veículo e espero que a gente recupere”, finalizou Marcos.

Comentários