Informações da policia · 08/11/2019 - 15h40 | Última atualização em 08/11/2019 - 15h41

Mulher assassinada era obrigada a comer fezes e ver companheiro fazendo sexo com outras


Compartilhar Tweet 1



De acordo com depoimento colhidos pela Polícia Civil, Franciane Moizes Pedro, que foi assassinada há cerca de um mês em Miracema (RJ), era obrigar a assistir vídeos do companheiro fazendo sexo com outras mulheres, além de comer fezes. O homem, que é soropositivo, e o principal suspeito do crime e está foragido. As informações são de G1.

A ossada do corpo da vitima foi encontrado em um matagal na cidade de Palma (MG). A polícia afirma que o estado em que foi encontrado torna impossível estabelecer a causa da morte.

Ossada foi encontrata em matagal de dificil acesso
Ossada foi encontrada em matagal de difícil acesso    Divulgação/Policia Militar

Cerca de 20 pessoas já foram ouvidas sobre o caso. A partir de depoimentos ficou constatado que a vítima vinha sofrendo maus tratos pelo parceiro Franciane relatou a amigos que o companheiro também a obrigou a tatuar a frase “Gutembergue eu te amo”. Além de ter tentando enforcar ela com uma corda em um episódio anterior ao crime.

Vítima e suspeito do crime
Vítima e suspeito do crime 

As investigações levaram a polícia a fazer escavações no quintal da casa onde o suspeito vivia com a vitima, foram encontrados panos sujos de sangue e muito mau cheiro, mas nada dos restos mortais de Franciane que posteriormente foram encontrado no matagal.

De acordo com a polícia o suspeito teria removido o corpo após ser chamado a prestar depoimento. Imagens da câmera de segurança mostraram o suspeito com a ajuda de um homem com deficiente mental removendo o corpo. O suspeito está foragido.

    Reprodução 

 


Fonte: G1

Comentários