Era da Força Aérea Brasileira · 27/05/2022 - 14h47 | Última atualização em 27/05/2022 - 15h34

Militar é baleado em tentativa de assalto e morre diante da mãe


Compartilhar Tweet 1



Um jovem de 21 anos foi morto durante uma tentativa de assalto em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense do Rio. O crime aconteceu nesta quinta-feira (26/05), quando o militar Luiz Elias Vieira de Mello aguardava de moto a mãe sair do trabalho. Do Metrópoles com informações do Jornal O Dia.

    Reprodução/Redes Sociais

De acordo com Heloísa César Fortunato da Silva, tia do rapaz, a mãe viu o filho morrer. “Ela [mãe] disse que desceu do ônibus e estava atravessando a passarela quando viu tudo. Ela contou que viu três elementos se aproximarem dele, mas como ele tinha muitos amigos, achou que pudessem ser amigos dele”, disse ao jornal O Dia.

“Quando ela ouviu o tiro, gritou. Nisso, eles correram. Ele ia entregar o celular, mas levou um tiro no peito. Ela correu, mas quando chegou, ele já estava morto. Atiraram e não levaram nada. Ficou a moto, o celular e a vida do meu sobrinho foi ceifada”, continuou. Segundo ela, o rapaz tinha o hábito de buscar a mãe no ponto de ônibus devido à falta de segurança da região.

    Reprodução/Redes Sociais

De acordo com a Polícia Militar, agentes da 20ºBPM, Nova Iguaçu, foram acionados para a Rodovia Presidente Dutra, esquina com a Rua Thomas Fonseca. Quando os policiais chegaram, Luiz já estava morto. A área foi isolada e a perícia acionada ao local.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada e já realizou perícia no local. Diligências estão em andamento para apurar a autoria do crime.

Tristeza

Nas redes sociais, amigos lamentaram a perda do jovem: “Meu Deus como que isso acontece com uma pessoa que tanto amo, tanto me acompanhou, tanto esteve ao meu lado, eu só queria que fosse mentira”, disse uma amiga.

“Hoje estou de luto pela perda da nossa amizade de anos. Logo, logo te vejo meu irmão. Bom coração, cheio de sonhos. Ainda estou sem acreditar, é muita covardia o que fizeram contigo, vai com Deus meu irmão”, lamentou outro amigo.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) foi acionada e já realizou perícia no local. Diligências estão em andamento para apurar a autoria do crime.

Tristeza

Nas redes sociais, amigos lamentaram a perda do jovem: “Meu Deus como que isso acontece com uma pessoa que tanto amo, tanto me acompanhou, tanto esteve ao meu lado, eu só queria que fosse mentira”, disse uma amiga.

“Hoje estou de luto pela perda da nossa amizade de anos. Logo, logo te vejo meu irmão. Bom coração, cheio de sonhos. Ainda estou sem acreditar, é muita covardia o que fizeram contigo, vai com Deus meu irmão”, lamentou outro amigo.

PostMídia: (86) 9 8803-2794

Comentários