No dia do aniversário -

"Justiça está com as mãos sujas de sangue", diz pai de João Pedro em vigília

Foto: 180graus

Familiares e amigos do estudante de Direito, João Pedro Teixeira, realizaram uma vigília nesta terça-feira (21/03) no Parque da Cidadania, Centro de Teresina. O jovem completaria 23 anos hoje, mas teve sua vida interrompida após ser atingido com um disparo de arma de fogo durante uma tentativa de assalto na última sexta-feira (17/03) na zona Leste da capital.

Foto: 180graus

Os presentes na vigília usavam camisetas brancas e seguravam cartazes pedindo "Justiça" em homenagem ao jovem. Durante a vigília, o pai de João Pedro fez um relato emocionado, ressaltando sua confiança nas autoridades policiais do Piauí, mas questionando a justiça do estado.

"O João era sobrinho de policiais e eu acompanho a vida desses policiais há 23 anos, antes do João nascer. O que me entristece é a justiça do Piauí. Ver que uma pessoa como aquela que tirou a vida do meu filho já tem passagem pela delegacia. A justiça do Piauí está com as mãos sujas de sangue, não é só do meu filho, é de toda a sociedade. Não é só do meu filho não, é de toda a sociedade", pontuou.

Foto: 180graus

O pai de João Pedro também questionou a soltura de criminosos que cometeram crimes grandiosos, que afetam toda a sociedade, e pediu por reflexão por parte dos juízes que estão em posição de poder e segurança.

A morte de João Pedro gerou grande comoção em Teresina e seus familiares e amigos pedem por justiça para que casos como este não se repitam.

Foto: 180graus

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco