Estudavam juntas · 16/05/2022 - 16h16 | Última atualização em 16/05/2022 - 16h56

Jovem morre no HUT após ser esfaqueada pela 'amiga de infância' na Zona Norte


Compartilhar Tweet 1



Uma discussão entre amigas, por volta das 3h deste domingo (15/05), terminou com a morte de uma delas. Tainah Luz Brasil Rocha foi assassinada com pelo menos seis golpes de faca em uma residência no bairro Mocambinho, Zona Norte de Teresina, encaminhada ao Hospital de Urgência da capital, onde não resistiu aos ferimentos e foi a óbito por volta das 11h desta segunda-feira (16/05).

Tainah Rocha (vítima)
Tainah Rocha (vítima) 

De acordo com o Auto de Prisão em Flagrante (APF), registrado no 9º Distrito Policial, a acusada, de 18 anos, foi presa pelo crime de ‘Tentativa de Homicídio Simples’. O caso assim foi registrado porque no momento da prisão, a vítima ainda se encontrava viva.

A acusada contou para a polícia que a vítima e uma outra amiga, identificada como Fernanda, entraram em uma briga, então a acusada saiu em defesa de Fernanda e atingiu Tainah com os golpes de faca. Como os advogados alegaram legítima defesa, a acusada foi liberada após audiência de custódia.

Entretanto, o crime ganha novos contornos com a morte de Tainah e o caso passa a ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A equipe RP50 apurou que Tainah morava em Curitiba, mas teria vindo à Teresina visitar familiares e passar uns dias. As jovens envolvidas na ocorrência estudaram juntas na adolescência. Na discussão, Fernanda também chegou a ser atingida, ela recebeu golpes no braço e ombro, mas foi liberada do hospital.

A prisão
Viaturas do 9º Batalhão de Polícia Militar realizavam rondas ostensivas pela região Norte quando receberam via Copom informações de uma pessoa que havia dado entrada no Hospital do Mocambinho, vítima de arma branca. Lá chegando, os policiais encontraram Geovana, que informou o endereço onde a briga havia se passado. Os PMs se dirigiram até lá e encontraram Fernanda e Tainah deitadas no chão e sangrando.

🚨 Clique aqui e veja mais conteúdos do nosso parceiro Repórter Ponto 50.

Comentários