'Estamos em choque' · 09/10/2019 - 14h03 | Última atualização em 09/10/2019 - 14h29

Irmã diz que homem morto pelo sogro foi vítima de armadilha


Compartilhar Tweet 1



A família do homem de 36 anos que foi morto pelo sogro acredita que ele foi vítima de armadilha durante uma discussão no último domingo (06/10), em Praia Grande (SP). Elton Gomes da Silva já havia sido denunciado à polícia pela companheira duas vezes. As informações são do G1.

 

O representante comercial Edson Claro de Almeida, de 52 anos, está sendo procurado pela polícia suspeito de matar o genro após a filha pedir socorro através de uma mensagem enviada pelo WhatsApp afirmando que o companheiro estava na casa dela a ameaçando de morte. Edson teria visto o homem agredindo a filha.

Jovem e o pai, que matou o ex-genro em Praia Grande, SP
Jovem e o pai, que matou o ex-genro em Praia Grande, SP    Foto: Reprodução/Facebook

A irmã do rapaz que morrei, Hellen, afirma que jovem sempre mandava mensagens a ele e eles se encontravam com frequência. Segundo ela, o rapaz pode ter sido levado para uma armadilha.

Ela disse que o irmão foi executado por legítima defesa. Ele teria sofrido um tiro na cabeça, um no coração e outro no abdômen. 

Ainda segundo a irmã, a família não foi avisada da morte de Elton e soube por notícias nas redes sociais.

A mulher conta que o 'pai herói' na verdade é um bruto que batia na mãe, e cansou ver ela roxa.

Elton chegou a ser socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas não resistiu.

Homem foi morto pelo ex-genro em Praia Grande, SP
Homem foi morto pelo ex-genro em Praia Grande, SP     Foto: Reprodução/Facebook

 


Comentários