17 anos de prisão -

Homem que matou dono de bar que se recusou a vender bebida 'fiado' é condenado no Piauí

Na última quinta-feira (08/02), Rosilvado Florentino Costa e Silva foi condenado a 17 anos de prisão pela morte de Salvador Rodrigues, proprietário de um bar na cidade de Cristino Castro. A sentença foi proferida pela Justiça, que determinou que o crime ocorreu porque a vítima se recusou a fornecer uma bebida fiado ao réu.

O trágico incidente teve lugar em 30 de agosto de 2020. Segundo o Ministério Público, Rosilvado e um acompanhante chegaram ao bar, solicitando uma bebida. Salvador informou que a bebida só seria fornecida mediante pagamento prévio, provocando a irritação do agressor e iniciando uma discussão entre ambos.

Foto: MPPI

O réu teria utilizado um banco de uma das mesas para agredir o proprietário do bar. Após ser ferido, Salvador tentou fugir para buscar ajuda, mas acabou sendo atacado com vários golpes de faca. Uma testemunha, ao tentar intervir com um taco de sinuca, não conseguiu evitar que o suspeito escapasse.

Rosilvado foi condenado por homicídio qualificado por motivo fútil, sendo determinado que cumprirá a pena de 17 anos em regime inicial fechado. O caso evidencia a gravidade do episódio, onde a recusa de vender uma bebida a crédito resultou em um desfecho trágico e a imposição de uma pena significativa ao agressor.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco