Caso chocou a região -

Advogada foi morta com sete facadas no pescoço em Pedro II, diz Perícia

O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo da advogada Izadora Santos Mourão, de 41 anos, na tarde deste sábado (13/02), em Pedro II, Norte do Piauí. 

Segundo um agente da Perícia Criminal, que esteve no local, a vítima foi assassinada com sete perfurações de arma branca, sendo duas mais profundas que teriam causado a morte imediata.

Perito conversa com a imprensa local
Perito conversa com a imprensa local    Reprodução / Facebook / Imperial FM

O corpo foi encaminhado para Teresina para requisição de exame cadavérico, em seguida será transferido para realização de necropsia no IML, que deve apontar a causa da morte. Após esses procedimentos, o corpo será liberado para velório e sepultamento.

O delegado Jorge Terceiro, da Delegacia Regional de Polícia Civil de Piripiri, esteve no local para acompanhar as investigações.

A Polícia Militar do 12º Batalhão segue em diligências para identificar, localizar e prender uma mulher que é suspeita do homicídio.

Ao Portal P2, um familiar da vítima disse que uma mulher teria chegado para conversar com a advogada. A vítima teria dito que estava indisposta e poderia atender no quarto. Em seguida, a suspeita saiu da residência dizendo que já tinha resolvido o problema com a advogada. Alguns minutos depois, a advogada foi encontrada morta com ferimentos no pescoço.

Segundo a policial Marta, da Força Tática, a suspeita é uma sacoleira que teria feito uma cobrança contra a vítima.

Vítima de homicídio em Pedro II, Norte do Piauí
Vítima de homicídio em Pedro II, Norte do Piauí    Arquivo pessoal

A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, divulgou uma nota repudiando e manifestando pesar pelo assassinado da advogada Izadora Santos Mourão. 

Segundo o presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, o crime não passará impune e que "a OAB atuará com veemência contra os atos de violência praticados, ao tempo em que cobrará das autoridades responsáveis que a lei seja cumprida com rigor".

Veja na íntegra:

A Ordem dos Advogados do Brasil, Secção Piauí, repudia e manifesta o seu profundo pesar pelo  assassinato da Advogada Izadora Santos Mourão, ocorrido neste sábado (13). A diretoria da OAB Piauí decretou luto oficial de 3 dias e está no município de Pedro II, onde ocorreu o crime, prestando toda a assistência à família e cobrando das autoridades policiais providências urgentes e todas as medidas cabíveis.

Lamentando profundamente o crime cometido contra a Advogada em virtude do exercício da sua profissão, o Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, afirmou que o crime não passará impune e que a OAB atuará com veemência contra os atos de violência praticados, ao tempo em que cobrará das autoridades responsáveis que a lei seja cumprida com rigor.

“Não há palavras que conforte a todos nesse momento diante de um crime bárbaro. Estivemos com Izadora na Conferência Nacional da Mulher Advogada e ela estava ali com a sua disposição e amizade com todos da delegação do Piauí. Vamos acompanhar o caso para que se faça justiça”, declara Celso Barros Neto.

 

Comentários