Mais de 26 km · 02/01/2020 - 17h09

SDU Centro Norte deve investir mais de R$ 1 milhão em calçamento


Compartilhar Tweet 1



A zona Norte de Teresina deve receber um investimento de R$ 1 milhão em pavimentação, o que corresponde à execução de 27 mil metros quadrados de calçamento em paralelepípedo.

De janeiro a dezembro de 2019 a Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro Norte) fez 26 mil metros quadrados de calçamento em várias vias, o que correspondeu a um investimento aproximado de R$ 900 mil.

O serviço de calçamento, em 2020, será feito nos seguintes bairros: Água Mineral, Chapadinha, Cabral, Nova Brasília, Cidade Industrial, Aroeiras, Ilhotas, Residencial Nova Teresina.

O superintendente executivo da SDU Centro Norte, Márcio Sampaio, enfatiza que investir em pavimentação é agregar setores importantes como mobilidade urbana e saúde pública. “Seguiremos investindo nesses setores, com atenção especial aos bairros e vilas mais periféricas”, pontua.

Sampaio reforça que, com a pavimentação, quem ganha é a população. “Estamos trabalhando para proporcionar para as pessoas uma melhor qualidade de vida, pois o calçamento nas vias reduz a poeira e traz mais conforto para as famílias”, enfatiza. Em 2019 foram entregues pavimentação em paralelepípedo em diversos bairros da zona Norte, que trouxe mais qualidade de vida para as famílias que moram nessa área.

Os recursos para a pavimentação das vias são oriundos de Orçamento Popular, recursos próprios da Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) e ainda Emenda Parlamentar. Receberam calçamento as seguintes vilas: Nova Conquista, Leonel Brizola, Dilma Rousssef, e ainda o Loteamento Asa Norte, Parque Brasil II e Cidade Industrial.

A dona de casa Maria de Fátima Sousa, que mora há mais de cinco anos no Parque Brasil II, diz que a chegada do calçamento na sua rua trouxe mais qualidade de vida para todos que vivem no local. “Ficamos muito felizes com o calçamento. Diminuiu totalmente a poeira, por isso estamos muito satisfeitos”, acrescenta.


Fonte: Com informações da Semcom

Comentários