Descarte irregular · 12/05/2020 - 15h28

Em quatro meses SDUs recolheram quase 80 mil toneladas de lixo irregular


Compartilhar Tweet 1



O descarte irregular de lixo em ruas e avenidas da cidade é um dos fatores responsáveis pela obstrução da passagem de águas naturais e entupimento de galerias e bueiros, por isso o trabalho das equipes de limpeza das Superintendências de Desenvolvimento Urbano (SDUs) é essencial. Durante a pandemia, o cronograma de limpeza urbana é executado normalmente durante todos os dias.

Somente no período de janeiro a abril, as SDUS  recolheram 79.651,91 mil toneladas de lixo descartado irregularmente em áreas públicas.  A SDU Centro/Norte recolheu 17.299,56 mil toneladas de lixo na região, sendo 10.040,27 coletados manualmente e 7.259,28 toneladas recolhidas de forma mecanizada. Já a SDU Sudeste recolheu um total de 14.263,01, sendo 3.412,60 coletados manualmente e 10.850,41 de maneira mecanizada.

Na zona Leste o total da coleta, nos quatro primeiros meses do ano, foi 27.200 toneladas de lixo sendo 5.863,79 manual e 10.151,06 mecanizada. Já na SDU Sul, no mesmo período, recolheu 20.889,34 sendo 11.421,18 manual e 9.468,16 de maneira mecanizada.

O superintendente executivo da SDU Centro Norte, Márcio Sampaio, avalia que houve um crescimento na quantidade de lixo recolhido de forma mecanizada nas áreas de transbordo. Isso é resultado das famílias estarem mais tempo em casa, e assim gerando mais lixo. “Estamos com o nosso pessoal sempre atento nesse trabalho de coleta, mas é preciso que as pessoas colaborem e nos informem os pontos mais críticos”, disse.

O gerente de Serviços Urbanos da SDU Centro Norte, José Neto, enfatiza que o trabalho de coleta e limpeza faz parte do trabalho diário da gerência, mas é preciso que a população evite depositar lixo de maneira irregular, especialmente neste período de pandemia em que as pessoas, por estarem mais tempo em casa estão gerando mais lixo. “Mesmo agora estamos trabalhando todos os dias para coletar lixo e assim proporcionar uma melhor qualidade de vida para os moradores da região”, enfatiza o gerente.

Segundo o gerente de Serviços Urbanos da SDU Sudeste, Isaú Pereira, durante a pandemia foi notado um aumento no volume de lixo irregular. “Era esperado que, com as medidas de isolamento social em casa, houvesse redução na quantidade de lixo em ruas e espaços públicos. Mas essa diminuição não aconteceu, permanecendo o descarte irregular e frequente em ruas, avenidas, terrenos baldios e galerias”, destaca o gerente.

O lixo gerado pela população, que é descartado de forma irregular em ruas e avenidas da cidade é considerado, ainda, um dos fatores responsáveis pela obstrução da passagem de águas naturais e entupimento de galerias e bueiros, o que causa transtornos, principalmente em período chuvoso.

Dentre os serviços desempenhados pelos integrantes da equipe estão a manutenção de viveiros, serviços de poda de árvores, capina e também o processo de transplantio em alguns pontos considerados áreas verdes.

A população precisa colaborar para evitar o acúmulo ou descarte irregular. A participação da comunidade é fator importante para evitar o acúmulo ou descarte irregular de lixo em áreas de proteção ambiental. O cidadão também pode ajudar e informar casos de depósito irregular através do aplicativo Colab.


Fonte: Agência Brasil

Comentários