Ação da prefeitura · 09/07/2020 - 10h33

SDU Leste recupera trecho da Rua Juca no bairro Satélite


Compartilhar Tweet 1



Prosseguindo com as ações de recuperação em caráter emergencial de vias da cidade, os profissionais da engenharia da Gerência de Obras e Serviços da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste estão finalizando os reparos da Rua Juca, no bairro Satélite. O trecho integra o conjunto de pontos que foram danificados pela ação de fortes chuvas que atingiram a capital este ano.

    Foto: Divulgação/PMT

“Apenas demandas emergências estão sendo atendidas no atual cenário, em que as pessoas enfrentam a pandemia do novo coronavírus. Apesar de estarmos vivenciando um período de grandes dificuldades e, com isso, o isolamento social, sabemos da importância de garantir a acessibilidade aos cidadãos teresinenses. Por esse motivo e adotando todas as precauções, estamos dando prosseguimento aos serviços de reparo daquelas ruas que estavam intrafegáveis. Pedimos a compreensão de todos e, quando tudo isso passar, retornaremos às nossas atividades normais, levando relevantes ações para a nossa sociedade”, frisou João Pádua, superintendente da SDU Leste.

As frentes de trabalho da SDU Leste estão atuando, no momento, com os serviços de recuperação apenas em trechos que ficaram intrafegáveis. O objetivo principal é promover a mobilidade urbana na zona Leste e levar mais dignidade aos moradores.

Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709 / (86) 99416-6141/ (86) 99498-5183.


Fonte: Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Desde o início dessa semana, a Guarda Civil Municipal já fechou 111 estabelecimentos funcionando de forma irregular, em desacordo com os novos decretos que estabelecem a retomada das atividades econômicas em Teresina e aqueles que determinam restrições nos finais de semana. Os decretos prevêem aplicação de multas, notificações e até a cassação do alvará de localização e funcionamento.

De acordo com o coronel John Feitosa, comandante da Guarda Municipal, a fiscalização está sendo mais rigorosa considerando o grande movimento na região central da cidade. “A Guarda está atenta e faz o alerta para que os empresários observem as regras de funcionamento. Do contrário, será necessário aplicar as sanções previstas nos decretos”, ressalta.

As restrições continuam em todos os finais de semana de julho. Às sextas-feiras poderão funcionar estabelecimentos que comercializam alimentos, serviços bancários, casas lotéricas, postos e distribuidoras de combustíveis, serviços de saúde, farmácias e drogarias, delivery para alimentação pronta, segurança e vigilância e órgãos de imprensa. Já aos sábados e domingos poderão funcionar apenas farmácias e drogarias, delivery exclusivamente para alimentação pronta, serviços de saúde, segurança e vigilância, além da imprensa.

Comentar
Demandas de recuperação · 30/06/2020 - 14h30

Gerência de Obras da SDU Leste recupera ruas do bairro Satélite


Compartilhar Tweet 1



Dando continuidade às demandas de recuperação de vias, a Gerência de Obras e Serviços da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste está executando reparações de pavimentos em inúmeros trechos de ruas. As vias que recebem os serviços cruzam a Rua Dom Bosco, no bairro Satélite.

Nos últimos meses, a equipe de engenharia do órgão municipal realizou um levantamento de demandas, levando em consideração a necessidade de promover reparos nos trechos mais emergenciais e que, consequentemente, impedem a acessibilidade de pessoas e veículos. A medida foi autorizada pelo Prefeito Firmino Filho.

De acordo com o superintendente João Pádua, os serviços realizados são um reflexo da preocupação e zelo da Prefeitura com a população. “Buscamos sempre priorizar a recuperação de ruas por sabermos da importância que um calçamento representa para uma comunidade. Tudo isso está sendo feito com os cuidados necessários e seguindo as recomendações dos órgãos de saúde para assegurar a saúde de todos e levar mais dignidade aos moradores que necessitam trafegar pelas vias”, ressaltou.

“É importante que a população também possa nos ajudar. Caso o calçamento da sua rua esteja danificado, é só nos comunicar via telefone ou requerimento pelo aplicativo Colab. Vamos identificar o problema e, de acordo com a emergência, inserir a solicitação nas demandas da Gerência de Obras”, concluiu o superintendente executivo da SDU Leste, Ângelo Cavalcante.

Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709 / (86) 99416-6141/ (86) 99498-5183.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Prevenir possíveis problemas · 26/06/2020 - 11h28

SDU Leste faz poda de árvores em avenidas e áreas verdes da região


Compartilhar Tweet 1



A Gerência de Serviços Urbanos da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU Leste) está realizando a poda de árvores na Avenida Senador Arêa Leão. A ação, que já acontece há uma semana, tem o objetivo de prevenir possíveis problemas em decorrência dos ventos comuns a esta época do ano.

Segundo a SDU Leste, até a noite de quinta-feira (25), oito carradas de podas já foram retiradas. Além da Avenida Senador Arêa Leão, a Gerência de Serviços Urbanos também está atuando em outros pontos da região.

As podas são realizadas nas áreas públicas da cidade, em canteiros de avenidas centrais, prédios públicos municipais, praças e parques. A equipe também atuou na rotatória da BR-343, com a estrada do Todos os Santos e na área verde e pública da Vila Maria.

“A SDU Leste possui equipes treinadas para a realização da poda em espaços públicos, tanto a chamada equipe de poda baixa, quanto as de podas em altura, como é o caso desta ação na Avenida. A poda em altura é feita com o auxílio do caminhão munck, que contribui para as operações que exigem um alcance maior, como é o caso das podas mais altas”, explicou o gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Atendendo a demanda dos moradores da região, a Praça da Academia do bairro Santa Lia recebeu trabalhos de zeladoria da equipe de limpeza da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste. A Gerência de Serviços Urbanos limpou o local que já se encontrava na programação a ser executada.

Além da Praça da academia popular, os profissionais de limpeza também estão atuando no entorno da quadra e do Campo de Futebol da Vila Maria, bem como na área verde da rotatória da Avenida João XXIII, na entrada da Usina Santana. Todas essas ações integram os serviços de manutenção e preservação de grandes áreas verdes e públicas. Os locais são limpos para proporcionar espaços mais dignos aos moradores da região.

“Estamos adotando todas as medidas necessárias para realizar nossas ações com segurança, adotando o distanciamento mínimo e o uso de Equipamento de Proteção individual. Seguimos executando a limpeza também de ruas e avenidas para levar um maior conforto para os moradores da região”, frisou o gerente de Serviços Urbanos, Renato Lopes.

O superintende João Pádua elogiou o trabalho que vem sendo executado pela gerência, mantendo os espaços públicos da região limpos. “Todos os dias estamos atendendo as demandas dos nossos moradores. Aproveitamos a oportunidade para promover a conscientização das pessoas e que elas se sintam mobilizadas a participarem conosco das limpezas nos bairros. Juntos, podemos trabalhar com ações mais direcionadas com a finalidade de manter a nossa região mais limpa”, finalizou.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

A Prefeitura de Teresina está reforçando o quadro de funcionários do Hospital de Campanha Padre Pedro Balzi com a convocação de mais 43 profissionais de saúde. Eles foram aprovados no edital 1/2020 do Processo Seletivo Emergencial da Fundação Municipal de Saúde (FMS), para contratação temporária enquanto durar a pandemia de COVID-19.

 A convocação contempla seis enfermeiros 24h, um psicólogo, três assistentes sociais, 30 técnicos em enfermagem e três técnicos em patologia clínica – todos para atuação no hospital de campanha.

Os convocados devem se apresentar amanhã (24) na sede da FMS – que fica na rua Governador Artur de Vasconcelos, 3015, bairro Aeroporto – no horário das 8h às 14h. “Ressaltamos que o candidato que não comparecer no dia e horário marcado será considerado desistente”, informa João Luciano de Castro e Sousa, chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS.

Ao se apresentarem, eles deverão entregar os seguintes documentos (originais acompanhados de cópias legíveis) para comprovação e autenticação: Certidão de nascimento ou Casamento (quando for o caso); Título de Eleitor, com certidão de quitação eleitoral; Certidão de Reservista ou dispensa de incorporação (somente para homem); RG; CPF; Autodeclaração do candidato conforme anexo II do edital; Documentação que comprove os títulos indicados no currículo, conforme item 2.11 do edital; Comprovante de escolaridade exigida no Quadro I do Edital; Registro do Conselho competente; Conta Corrente Banco do Brasil; uma foto 3×4 recente; Comprovante de endereço atualizado; comprovante de inscrição no PIS/PASEP/NIT.

O Processo Seletivo Emergencial já convocou 719 profissionais de saúde para atuação em todas as unidades da linha de frente de combate ao novo coronavírus. Ele terá validade de seis meses, prorrogável por até igual período, a contar da homologação do resultado. “Novas convocações serão feitas de acordo com as necessidades de ampliação do serviço de assistência para pacientes com Covid-19”, informa João Luciano.

CLIQUE AQUI  E CONFIRA A LISTA


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Rua Deputado Sebastião Leal, localizada no bairro Porto do Centro, está passando por recuperação promovida pelos profissionais da engenharia da Gerência de Obras e Serviços da SDU Leste. O trecho foi danificado pelo volume de água que caiu na capital nos últimos meses.

Segundo a Gerência de Obras os serviços de recuperação contemplam a construção de uma parede de contenção e a recuperação da pavimentação em paralelepípedo. O objetivo é promover mobilidade urbana na zona Leste e levar mais dignidade aos moradores.

É importante ressaltar que todos os serviços estão sendo executados com a adoção das normas de segurança em razão da pandemia de Covid-19, com trabalhadores fazendo uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

As frentes de trabalho da SDU Leste estão atuando, no momento, com os serviços de recuperação apenas em trechos que ficaram intrafegáveis. Sobre isso, o superintendente João Pádua reforça a importância dos serviços para a comunidade. “Mesmo enfrentando um momento crítico com a pandemia do Covid-19, temos a consciência de que alguns serviços da Prefeitura são essenciais e a acessibilidade é uma delas. Por isso, estamos atentos e vigilantes para buscar meios viáveis e possibilitar a recuperação dos trechos mais críticos da região”, esclareceu o gestor.

Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709, (86) 99416-6141 e (86) 99498-5183.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar
Plantão odontológico · 15/06/2020 - 16h45

Zap Odonto realiza 1.500 atendimentos em quase dois meses


Compartilhar Tweet 1



Em quase dois meses de funcionamento, o Zap Odonto, serviço telefônico para auxiliar nas assistências odontológicas de urgência, já realizou 1.500 atendimentos em Teresina. Dos casos atendidos, cerca de 27% foram encaminhados para o plantão odontológico.

A maioria dos motivos por procura de atendimentos foram dor intensa, restauração fraturada, inchaço bucal e dor leve. O objetivo do serviço, que é feito através do aplicativo de mensagens, é fazer uma pré-triagem dos pacientes, para que procurem o serviço odontológico somente aqueles que realmente precisam.

“O Zap Odonto é inovador, pois foi um dos primeiros canais de atendimentos direto entre a população e o dentista, mediante uso de tecnologia no país. Orientamos a população a procurar atendimento odontológico de urgência apenas em casos de uma real necessidade, evitando deslocamentos desnecessários de pacientes aos serviços públicos de urgência, assim como a exposição a uma possível contaminação no ambiente do consultório odontológico”, explica Manoela Gonçalves, cirurgiã-dentista da Gerência de Saúde Bucal da FMS.

Durante o período de combate à COVID-19, a Atenção Básica Municipal está atendendo apenas casos de urgência na área de saúde bucal, como dor de dente intensa, inchaço bucal, edemas e traumas dentários. Seis Unidades Básicas de Saúde realizam atendimento de urgência odontológica em Teresina: a UBS Alto da Ressurreição (zona Sudeste), UBS Saci (zona Sul) e UBS Buenos Aires (Zona Norte) nos horários de 7h às 21h. E as UBS Vale do Gavião (zona Leste), UBS Porto Alegre (zona Sul), UBS Cristo Rei (zona Sul) nos horários de 7h às 18h.

“Os pacientes que são de urgência nós encaminhamos para as unidades básicas, que contam com os plantões odontológicos. Para os casos mais específicos como, por exemplo, cirurgias e aqueles que necessitem do uso da caneta de alta rotação, o paciente procura uma dessas unidades e é feito o agendamento”, ressalta a dentista.

O Zap Odonto funciona todos os dias, nos horários de 7h às 14h e das 14 às 21h, através de atendimento via WhatsApp pelo número (86) 98179-2576.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Atuando de forma preventiva, as equipes da Superintendência de Desenvolvimento Leste estão promovendo ações de zeladorias em ruas do bairro Satélite. A ação está focada na remoção de entulhos para que as ruas sejam recuperadas pelas equipes de engenharia.

Segundo a Gerência de Serviços Urbanos, as ruas ficam localizadas onde há muita passagem das águas pluviais. “Quando ocorrem fortes chuvas na região, essas ruas acabam recebendo materiais como terra, lixos descartados incorretamente, dentre outros entulhos, que entopem as galerias e bocas de lobo. Estamos fazendo um trabalho em conjunto para retirar o material mais pesado com o auxílio de uma caçamba e quatro pás carregadeiras para que as ruas recebam os trabalhos de recuperação”, destacou o Gerente Renato Lopes.

Os profissionais de limpeza também estão desobstruindo as bocas de bolo para permitir o escoamento das águas pluviais e evitar alagamento das vias. As ruas que recebem as ações são: Bela, Apolo XI, São Pedro e Plutão. Algumas delas já tiveram seus trechos recuperações pela equipe da Gerência de Obras e Serviços.

Caso queira entrar em contato com a SDU Leste para solicitar os serviços de limpeza, reparo e recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, é possível usar os números (86) 99957-3709 / (86) 99416-6141/ (86) 99498-5183 / (86) 99410-4883.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar
Abaixo das recomendações · 14/06/2020 - 11h55

Isolamento social registrado neste sábado (13/06) foi de 42%


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Teresina continua a registrar índices bem abaixo do recomendado para conter a disseminação do novo coronavírus. Neste sábado (13), dia em que o Governo do Estado decretou lockdown parcial em todo o Piauí, a capital marcou apenas 42% de isolamento social. Na última semana os índices estiveram na mesma média de teresinenses descumprindo as medidas. Na sexta-feira, por exemplo, a cidade registrou o pior índice desde o início da quarentena, chegando a 39%.

O levantamento, feito pela Startup InLoco, apontou que a maior taxa de descumprimento foi no bairro Flor do Campo, que atingiu apenas 29,70% de isolamento. Já o maior índice foi registrado no bairro Bom Princípio, ficando em 50,10%.

Neste sábado, Teresina notificou 109 novos casos de COVID-19. Os dados são do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), que registrou também 10 novos óbitos nas últimas 24 horas. A capital agora tem 4.336 casos e 196 óbitos pela doença, sendo que 1.050 pessoas estão recuperadas.

“O prefeito de Teresina Firmino Filho reforça que o isolamento social é uma das principais formas de salvar mais vidas na luta contra o coronavírus. “É sempre tempo de relembrar que a nossa principal arma contra este inimigo invisível é o isolamento social. A população não pode ter a falsa sensação de segurança. É necessário que tenhamos cautela para a retomada das nossas atividades. Precisamos ver a diminuição do número de casos e também contar com a colaboração da população nesta responsabilidade coletiva que é ficar em casa”, pontua.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Teresina notificou, neste sábado (13/06), um total de 109 novos casos de COVID-19. De acordo com os dados do Painel Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), foram registrados também 10 novos óbitos nas últimas 24 horas. Agora, a capital registra 4.336 casos e 196 óbitos pela doença, sendo que 1.050 pessoas estão recuperadas.

Dentre os 10 óbitos registrados, sete ocorreram neste sábado, um na sexta-feira (12), outro na quinta-feira (11) e um no mês de maio. Todos os pacientes tinham acima dos 50 anos e apresentavam comorbidades como hipertensão, diabetes, obesidade, asma, além de doenças cardiovasculares, pulmonares e renais. As zonas com maior ocorrência foram Sul (quatro casos), Norte (três casos), seguido das zonas Leste, Sudeste e Centro (um caso em cada).

Os índices de isolamento social em Teresina continuam abaixo do mínimo recomendado pela Organização Mundial de Saúde para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Na última sexta-feira (12), a capital registrou o pior índice de isolamento social, apenas 39,3%. A marca é a pior desde o início do levantamento feito pela Prefeitura de Teresina, a partir de março, para avaliar o cumprimento das medidas que pretendem diminuir a disseminação dos casos de Covid-19 na cidade.

“O mundo está enfrentando um momento muito difícil. Além de lamentar os óbitos e estender nossa solidariedade às famílias, informamos que a Prefeitura está seguindo o plano de contingência, mas reiteramos à população que devem ser mantidos os cuidados com a higiene. Pedimos também que só saiam de casa se for estritamente necessário”, afirma o presidente da FMS, Manoel de Moura.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Aumento de 691 casos · 13/06/2020 - 14h58

Teresina registra 13 mortes por COVID-19 em um dia


Compartilhar Tweet 1



A Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina confirmou ontem (12) mais 13 mortes por Covid-19. Já são 186 mortes pela doença na capital. Ao todo, são 4227 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, sendo que 1.043 pessoas estão recuperadas.

De 1º de junho ao dia 12 houve um aumento de 691 casos de COVID-19 diagnosticados em Teresina. A Prefeitura de Teresina não está medindo esforços para diminuir os números da doença na capital, mas os casos continuam crescendo.

Durante a pandemia, a Prefeitura de Teresina já instalou 28 leitos de UTI específicos para Covid-19 no HUT e cinco no Hospital do Monte Castelo. Está sendo construído ainda um hospital de campanha que terá 60 leitos de UTI. “Embora a criação e a manutenção de leitos de UTI sejam de responsabilidade do Governo do Estado do Piauí, a Prefeitura está criando leitos desse tipo para ampliar garantir assistência à população”, afirma o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Manoel de Moura Neto.

Teresina conta ainda com 21 Unidades Básicas de Saúde que são referência para atender casos de pessoas com síndrome gripal leve, que funcionam todos os dias da semana de 7h às 19h. As Unidades de Pronto Atendimento (UPAS) e hospitais estão seguindo protocolo de atendimento dos casos graves de síndrome respiratória. A prefeitura disponibiliza ainda aos teresinenses o número 0800 291 0084 do Alô Saúde, com médicos clínicos gerais realizando consultas e tirando dúvidas da população.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A capital registrou nesta sexta-feira (12/06) apenas 39,3% de índice de isolamento social. A marca é a pior desde o início do levantamento feito pela Prefeitura de Teresina, a partir de março, para avaliar o cumprimento das medidas que pretendem diminuir a disseminação do casos de Covid-19 na cidade.

Segundo dados do Boletim Epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde, Teresina já conta com 4227 casos da doença, com 186 mortes. O isolamento social continua sendo uma forma de evitar a contaminação da doença.

    Reprodução

O levantamento feito pela Startup InLoco, com base no monitoramento de celulares na capital, aponta que entre as regiões da cidade, o maior descumprimento das medidas de isolamento social foi registrado nos bairros da zona sudeste, ficando em 38,8%. O bairro Itararé, localizado na região, já contabiliza o maior número de casos da doença, sendo 143 pessoas infectadas. Já em uma comparação geral entre os bairros, o Parque Juliana e Santa Rosa, marcaram os piores índices, com apenas 20,70 % e 29,90 % de teresinenses em casa, respectivamente.

O prefeito de Teresina Firmino Filho relembra que o isolamento social é uma das principais formas de salvar mais vidas na luta contra o coronavírus. “ Sabemos que todos querem voltar para as suas atividades, visitar um amigo ou familiar, passear e sentir-se mais livre. Este também é o nosso desejo! Mas, ainda não é a hora. Ficar em casa, manter o distanciamento e isolamento social é um ato de responsabilidade coletiva para preservarmos vidas em nossa cidade”, reforça.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Já instalou 28 leitos de UTI · 13/06/2020 - 12h11 | Última atualização em 13/06/2020 - 12h17

FMS faz convocação urgente de médicos para atuarem em novos leitos de UTI do HUT


Compartilhar Tweet 1



A Fundação Municipal de Saúde (FMS) está convocando, em caráter de urgência, médicos aprovados ou classificados em qualquer especialidade no Processo Seletivo de nº01/2020 e que tenham experiência em terapia intensiva. O objetivo é formar equipes de profissionais para criar mais leitos de UTI no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), onde será feito o acompanhamento de pacientes com Covid-19 em estado grave da doença.

Os médicos interessados devem se apresentar na Gerência de Recursos Humanos do HUT, no período de 15 a 19/06/2020, no horário de 8 às 15 horas, com a documentação indicada no Edital para contratação. A contratação será feita mediante assinatura de Termo de Opção e Anuência em que se afirme adequação às normas da Resolução da ANVISA de nº 7/2010 e da Resolução CFM nº 2.271/2020.

“Como número de casos de Covid não para de crescer, precisamos aumentar os leitos de UTI. A FMS já adquiriu os equipamentos e agora são necessários mais médicos, de qualquer especialidade, para iniciarmos o atendimento. Já temos número suficiente de enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas”, explica o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Manoel de Moura Neto.

O gestor informa que, durante a pandemia, a Prefeitura de Teresina já instalou 28 leitos de UTI específicos para Covid-19 no HUT e cinco no Hospital do Monte Castelo. Está sendo construído ainda um hospital de campanha que terá 60 leitos de UTI. “Embora a criação e a manutenção de leitos de UTI sejam de responsabilidade do Governo do Estado do Piauí, a Prefeitura está criando leitos desse tipo para ampliar o acesso à saúde pela população”.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Resultado do trabalho · 12/06/2020 - 13h14

SDU retira 20 carradas de lixo das praças durante mutirão


Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina tem investido na manutenção dos espaços públicos para que eles estejam prontos para receber a população quando a pandemia do novo coronavírus passar. Nas últimas semanas foi a vez das praças do centro e da zona norte da cidade, que receberam o mutirão de capina, varrição, limpeza geral e poda alta da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU Centro-Norte). Como resultado do trabalho, que durou duas semanas, foram recolhidas 20 carradas de lixo, material de capina, plásticos e copos descartáveis.

A engenheira e coordenadora da ação, Araci Parente, explica que o mutirão de limpeza nas praças foi pensado com o objetivo de proporcionar para os moradores espaços públicos mais seguros e limpos. “Conseguimos fazer uma limpeza mais completa nessas áreas, que são tão importantes para o lazer das comunidades. No momento, elas estão sem movimento, mas acreditamos que, em breve, as pessoas poderão utilizar esses espaços, seguindo as recomendação da OMS”, disse.

Com a redução das pessoas circulando nas praças, por conta da pandemia, foi possível as equipes de limpeza da Gerência de Serviços Urbanos (GSU) da SDU Centro-Norte fazerem um trabalho completo de capina, poda e coleta de lixo.

Araci explica que a expectativa era que o serviço fosse realizado em uma semana, mas o mutirão foi ampliado para duas semanas. “Na verdade, tínhamos algumas solicitações recorrentes de limpeza de praças, recebidas através do aplicativo Colab e outras que haviam sido identificadas pelas nossas equipes de campo, por isso resolvemos fazer um trabalho focado especificamente nas praças”, disse.

A engenheira enfatiza que as pessoas que moram próximo a essas praças podem ajudar na conservação delas. “Além do material da capina, recolhemos muitos plásticos e copos descartáveis, o que demonstra que estão jogando lixo em local inadequado, por isso precisamos que a população nos ajude a conservar esses espaços limpos, pois esse é um local de uso de todos”, enfatiza.

É importante que os moradores preservem suas calçadas para que não haja proliferação dessas vegetações, pois conforme prevê o Código de Postura do Município, através da Lei n° 3610, é de responsabilidade dos proprietários manterem suas calçadas em boas condições, evitando passeios obstruídos, danificações e falta de acessibilidade.

A população pode colaborar através do aplicativo Colab, enviando fotos e a localização exata dos pontos que precisam de limpeza e fiscalização. O Colab está disponível para celulares Android e IOS.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Por conta dos estragos causados pela chuva, algumas ruas da zona Sudeste estão recebendo serviços de recuperação de calçamento. Nesta semana, equipes da Superintendência de Desenvolvimento Urbano – Sudeste estão em obras no bairro Alto da Ressurreição, loteamento Manoel Evangelista e cruzamento da Avenida São Francisco com Avenida Noé Mendes.

As ruas Estudante Deilane Raquel Silva e São Pedro do Piauí, no Alto da Ressurreição, e Avenida 01, no Manoel Evangelista, passam por recuperação da pavimentação em paralelepípedo, de meios-fios e sarjetas. Já na Avenida São Francisco, as equipes trabalham na manutenção de canaletas que estavam danificadas.

Mesmo durante a pandemia, as obras são executadas por se tratarem de serviços emergenciais de manutenção. O objetivo é facilitar o tráfego da população, especialmente para garantir o acesso aos serviços de saúde e segurança.

Isaac Meneses, superintendente da SDU Sudeste, enfatiza que, além do monitoramento dos profissionais, a comunidade também pode solicitar o serviço. “Durante este período, continuamos trabalhando na solução de requerimentos emergenciais. Por meio do aplicativo Colab, o morador pode enviar detalhadamente o seu pedido de reparo e acompanhar o atendimento da demanda”, informa o superintendente


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



O programa Alô Saúde Teresina realizou mais de 33 mil atendimentos para pessoas com síndromes gripais leves ou com outros problemas básicos de saúde. Criado pela Prefeitura de Teresina, o serviço está disponível por meio do número 0800 291 9984, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 08h às 20h.

O objetivo dessa nova forma de atendimento é ampliar o acesso à saúde, diminuindo a circulação de pessoas na cidade e evitando a exposição dessas pessoas ao coronavírus. De acordo com Karoline Alencar, gerente de informação em saúde da Atenção Básica, a avaliação do programa é positiva.

“A gente consegue atendimento para a população que está em casa, dar uma resposta e muitas vezes evitar que ela fique se locomovendo até uma Unidade Básica de Saúde ou de pronto atendimento. É uma medida que ajuda nas taxas de isolamento social, evitando com que a população precise sair de sua casa”, comenta a gerente.

Ao ligar para o 0800, a população é atendida por uma Unidade de Resposta Automática, que redireciona a ligação ao Call Center Covid-19 ou Saúde da Família. Em seguida, um operador repassa todas as orientações sobre a doença e coleta dados do paciente para atender as suas necessidades de saúde. Durante a ligação, é preenchido um prontuário de atendimento. Se houver necessidade, a ligação é imediatamente transferida para um médico, que dá procedimento ao atendimento.

A equipe médica do Alô Teresina foi ampliada e conta com 57 profissionais da Atenção Básica, formada por 50 médicos e sete psicólogos, distribuídos em escalas de serviço.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Teresina registrou, na última terça-feira (09/06), uma variação de 41,3% e 52,2% no índice de isolamento social. Os dados revelam uma diminuição no cumprimento das medidas de isolamento na cidade e foram registrados pela Startup Inloco e as operadoras de telefonia celular, que disponibilizam informações de mais de um milhão de linhas telefônicas.

Segundo o monitoramento, na terça-feira, a região Sul apresentou o menor índice de isolamento, com 40,27%. A região Sudeste aparece em segundo lugar com pior desempenho, registrando índice de 40,31%. Em seguida, a região Leste aparece no ranking com taxa de 41,15%. A região Centro/Norte registrou o maior índice, quando 41,67% das pessoas permaneceram em casa.

Os números apresentados pelos dois indicadores revelam que a taxa de distanciamento na capital permanece bem abaixo do percentual mínimo recomendado para diminuir a disseminação do novo coronavírus, que é de 73%. Além disso, eles refletem na quantidade de casos e óbitos decorrentes da Covid-19. De acordo com o Painel epidemiológico da Fundação Municipal de Saúde (FMS), a doença vem avançando. Teresina contabiliza, até o momento, 150 óbitos e 3.630 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, dos quais 173 ocorreram nas últimas 24 horas.

“Continuamos pedindo que a população fique em casa e só saiam em caso de extrema necessidade, para que possamos melhorar os índices de isolamento. Teresina vem apresentando taxas muito abaixo do que recomendam a Organização Mundial de Saúde (OMS) e demais autoridades sanitárias. Precisamos cumprir as orientações para diminuir a propagação do vírus e frear o avanço da pandemia na cidade”, reforçou o prefeito Firmino Filho.


Fonte: Prefeitura de Teresina
Comentar
Deverá ter mais contratações · 10/06/2020 - 17h11 | Última atualização em 10/06/2020 - 17h49

620 profissionais já foram convocados para trabalhar no combate à Covid-19


Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina, informou nesta quarta-feira (10/06), que desde o registro dos primeiros casos de coronavírus na capital,  já foram realizadas  620 convocações de novos profissionais de saúde nas mais diversas áreas para atuar em várias frentes da rede municipal. A expectativa é que haja mais contratações, de acordo com a necessidade de ampliação do serviço de assistência para pacientes com Covid-19.

“A gente vem dando prioridade ao trabalho de reorganização e de ampliação dos serviços de saúde para o enfrentamento da Covid-19. O número de pessoas infectadas ainda está crescendo de forma significativa e precisamos fazer o que estiver ao nosso alcance para atender a população da melhor forma possível”, ressaltou o prefeito Firmino Filho.

Sobre os  novos profissionais, estes já foram convocados para atuar nos dois hospitais de campanha, um deles já em funcionamento, além do hospital anexo ao HUT, que funcionará exclusivamente com leitos de UTI. Eles também irão reforçar as equipes de outros outros setores, como hospitais de bairro, UPAs e a rede de Atenção Básica.

Até o momento, foram assinados 213 contratos, em caráter temporário enquanto durar a pandemia. Foram contratados 14 auxiliares de administração, 51 enfermeiros, 4 farmacêuticos, 16 fisioterapeutas, 42 médicos, 4 nutricionistas, 2 psicólogos, 67 técnicos em enfermagem, 4 técnicos em patologia clínica e 9 técnicos em radiologia. As informações são do chefe do Núcleo de Planejamento, Recrutamento e Seleção de Pessoas da FMS, João Luciano de Castro e Sousa.

Uma das profissionais convocadas recentemente é a enfermeira Jáyra Morais. Contratada no mês passado, ela foi lotada na Atenção Básica da FMS e está atuando na testagem domiciliar dos contatos de pessoas que já foram infectadas pelo novo coronavírus. Para ela, estar realizando um trabalhador essencial e poder fazer a diferença é gratificante. “Estar na linha de frente é um desafio diário. Manter-me longe da família, talvez, seja o mais difícil. Mas este trabalho é minha parcela de contribuição para sociedade, é como eu posso ajudar a população que passa por um momento medo e incerteza”, relata a profissional de saúde.


Fonte: PMT
Comentar
Total de 520 agentes · 10/06/2020 - 17h05 | Última atualização em 10/06/2020 - 17h07

Prefeitura monta força-tarefa para rastrear casos da Covid-19 em Teresina


Compartilhar Tweet 1



Para conter a proliferação do novo Coronavírus, a Prefeitura de Teresina está montando uma força-tarefa para rastrear casos da Covid-19. Para isso, novos profissionais estão sendo contratados para reforçar o trabalho que já foi iniciado. A ação consiste na realização de testes rápidos e isolamento dos contatos que moram com as pessoas infectadas pelo vírus.

A meta da Prefeitura é ter um total de 520 agentes nesse trabalho para verificar se os infectados estão cumprindo a quarentena e identificar aqueles mais vulneráveis. “Estamos ampliando nossa capacidade de rastreamento de contatos, uma medida muito importante para evitar que mais pessoas sejam infectadas. O cumprimento dessa e de outras medidas irá nos permitir voltar, gradativamente, à normalidade com segurança e responsabilidade”, enfatiza o prefeito Firmino Filho.

Segundo Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS, o processo de rastreamento na capital será baseado em três pontos principais: identificar e fazer o acompanhamento dos contatos dos infectados, rastrear os sintomáticos respiratórios e tornar mais eficaz o isolamento domiciliar após a testagem daqueles que moram com pessoas infectadas.

“A partir da lista de casos confirmados que consta no Centro de Operações de Emergência (COE) da FMS, a equipe irá entrar em contato por telefone para agendar a visita e realizar a testagem em familiares que moram na casa”, explica o diretor.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Cerca de 40 mulheres acompanhadas pelo Centro de Referência Esperança Garcia (CREG), unidade vinculada à Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), foram beneficiadas com cesta básicas, kits de higiene e de limpeza. A atividade solidária conjunta aconteceu entre a Ação Social Arquidiocesana (ASA) em parceria com a Fundação Banco do Brasil.

Na próxima terça-feira (16), o serviço contará com uma nova atividade beneficente. Na oportunidade serão entregues nove cartões às mulheres para a realização de compras de alimentos no valor de R$ 50,00 a serem utilizados em uma rede de supermercado específica da capital.

De acordo com a coordenadora do Centro de Referência, Roberta Mara, a ação social acontece num momento muito importante, prestando assistência necessária às mulheres em situação de vulnerabilidade.  “É uma assistência a mais que a gente possibilitou. Além da situação de violência doméstica, muitas estão em situação de vulnerabilidade, então esse benefício vai ajudar bastante”, destacou a coordenadora.

Para M.L*(abreviação do nome por sigilo e segurança), que está sendo acompanhada pelo serviço há dois anos, o benefício veio em um momento ideal, por conta da situação financeira que enfrenta atualmente.

“Sou diarista e estou desempregada, tenho dois filhos para cuidar, eu realmente estava precisando muito dessa cesta básica e demais utensílios. Graças a Deus ainda existem pessoas que ajudam os necessitados, sou muito grata ao CREG, por tudo que já fizeram por mim”, afirma M.L*.

O Centro de Referência Esperança Garcia (CREG) atende mulheres em situação de violência na cidade de Teresina, oferecendo assistência social, psicológica e jurídica. Durante o período de isolamento por conta da pandemia, a unidade está realizando atendimentos por ligações ou via whatsapp através do número: (86) 99416-9451, agora em dois turnos, manhã e tarde e também aos finais de semana.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar
Ao longo da semana · 10/06/2020 - 12h02 | Última atualização em 10/06/2020 - 12h05

Mais de 3 mil trabalhadores terceirizados da Prefeitura farão teste da Covid-19


Compartilhar Tweet 1



Em nova etapa de testagem dos trabalhadores que continuam exercendo suas atividades presencialmente nos órgãos da Prefeitura de Teresina, cerca de 3.300 terceirizados farão o teste da Covid-19 ao longo desta semana. A ação acontece com o apoio do sindicato da categoria.

O secretário municipal de Administração e Recursos Humanos, Nonato Moura, destaca que a medida faz parte da estratégia do município para monitorar o comportamento do vírus na cidade e, assim, nortear as ações de combate e prevenção à doença.

“Em maio iniciamos os testes nos servidores efetivos, comissionados e terceirizados que estão trabalhando presencialmente neste período de pandemia. Ao todo, mais de 10 mil servidores, incluindo as equipes da Fundação Municipal de Saúde, já foram testados e agora vamos ampliar a ação”, detalha.

Além dos trabalhadores terceirizados, mais 700 servidores do município serão testados até sexta-feira (12), entre eles servidores da educação e dos demais órgãos que não haviam sido submetidos ao testes no mês passado. “Assim, vamos chegar a quase 14 mil servidores efetivos, comissionados, estagiários e terceirizados testados”, finaliza o gestor.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Representantes da Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) participaram na tarde desta terça-feira (09/06), de uma reunião por vídeochamada com os presidentes das associações de moradores dos bairros localizados nas zonas Sul e Norte de Teresina para tirar dúvidas sobre a nova etapa do programa Teresina Solidária. O encontro on-line foi um pedido das próprias associações para que todos tivessem a oportunidade entender como funciona o sistema de cadastramento e o processo de análise por parte dos técnicos da Semcaspi.

A secretária Janaína Carvalho explicou que o encontro serviu para otimizar toda a estratégia de atendimento às famílias que necessitam receber o benefício do município e que novas reuniões serão agendadas para que sejam feitas avaliações semanais das entregas.

“A tecnologia é uma importante ferramenta que tem nos ajudado a atender a demanda das famílias que precisam ter acesso aos benefícios nesse tempo da pandemia do novo coronavírus. Tivemos essa oportunidade de esclarecer as dúvidas dos líderes comunitários que receberão todo o suporte da Semcaspi para cadastrar o número permitido de famílias necessitadas”, disse a secretária.

De acordo com o líder comunitário do bairro Santa Fé, Iratan Araújo, a nova metodologia de entrega das cestas básicas do Teresina Solidária reforça a parceria firmada entre Semcaspi e os presidentes das associações no atendimento às famílias que tiveram dificuldades no acesso aos benefícios disponibilizados por outros órgãos.

“A gente conseguiu externar e esclarecer todas as dúvidas do projeto e abrir esse canal de diálogo para que a avaliação seja feita da forma mais transparente e mais próxima possível do cidadão. Ficamos satisfeitos com essa metodologia adotada no projeto”, explicou o líder comunitário.

Nesta nova etapa, o Programa Teresina Solidária organiza a distribuição de 36.600 cestas básicas a associações de moradores e também para algumas categorias de autônomos que não foram contempladas, como motoristas de aplicativos e artesãos. Na primeira etapa, foram distribuídas 11.409 cestas básicas. A distribuição será feita através das 732 associações de moradores cadastradas no banco de dados do Orçamento Popular de Teresina.

Cada associação, através de seu representante, poderá efetivar o cadastro de 50 famílias em situação de vulnerabilidade que ainda não foram contempladas por este benefício e que se enquadram nos critérios para o recebimento da cesta básica. Conforme a legislação do Sistema Único da Assistência Social – SUAS, podem ser beneficiadas famílias que declarem estar sem nenhuma renda contínua e fixa no momento; famílias que nenhum de seus membros tenha sido beneficiado pelo auxílio emergencial do Governo Federal.

A solicitação da cesta básica pode ser feita através do cadastro disponível no site da Prefeitura [http://sts.pmt.pi.gov.br/app/login.php]. O acesso ao cadastro pede usuário e senha. O usuário é o CPNJ da instituição e a senha é o conjunto dos quatro primeiros números do CNPJ. Para mais informações, as entidades podem entrar em contato com a Semcaspi através do número (86) 3131-4729.


Fonte: Ascom /Prefeitura de Teresina
Comentar
Por conta de fortes chuvas · 09/06/2020 - 13h01

SDU Leste prossegue com serviços de recuperação em ruas da região


Compartilhar Tweet 1



A Rua Acadêmico Joca Miguel de Matos, do bairro Esplanada do Uruguai, está recebendo os serviços de recuperação da equipe de engenharia da Gerência de Obras e Serviços da Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) Leste. O local havia sido danificado em razão de fortes chuvas que atingiram a capital nos meses anteriores.

A medida foi autorizada pelo prefeito Firmino Filho e leva em consideração a necessidade de recuperar trechos emergenciais, de acordo com o levantamento feito pela equipe de engenheiros do órgão municipal.

“Apenas demandas emergenciais estão sendo atendidas no atual cenário da pandemia do novo coronavírus. Por esse motivo e adotando todas as precauções, estamos dando prosseguimento aos serviços de reparo daquelas ruas que estavam intrafegáveis. Pedimos a compreensão de todos e, quando tudo isso passar, retornaremos às nossas atividades normais, levando relevantes ações para a nossa sociedade”, explicou o superintendente João Pádua.

O superintendente executivo, Ângelo Cavalcante, fala sobre os canais de comunicação com o órgão para o envio de demandas emergenciais. “Para solicitar os serviços de reparo ou recuperação da SDU, além de colaborar com o trabalho da Prefeitura, a população pode usar os números (86) 99957-3709 / (86) 98165-8000 / (86) 99498-5183. Nosso intuito é levar mais dignidade aos moradores que necessitam trafegar pelas vias. Por isso, é importante que a população também possa nos ajudar. Vamos identificar o problema e, de acordo com a emergência, inserir a solicitação nas demandas da Gerência de Obras”, reforçou.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar

Compartilhar Tweet 1



A Prefeitura de Teresina autorizou, após solicitação da Sociedade Brasileira de Fisioterapia (SBF), a abertura de alguns serviços desta área na capital. A medida tem como base protocolo de segurança definido pela entidade, além de critérios definidos pela Prefeitura, por meio de decreto municipal que dispõe sobre o funcionamento de estabelecimentos de saúde na capital.

Estão autorizados a funcionar os serviços de fisioterapia para atendimento de pacientes portadores de disfunção, cuja assistência seja inadiável e implique em danos à saúde da população. Os serviços devem ser desempenhados seguindo todas as regras sanitárias previstas pelos órgãos de saúde, com o objetivo de manter a segurança de pacientes e trabalhadores, sob pena de serem aplicadas penalidades prevista na lei.

Dentre as medidas de segurança a serem adotadas, o protocolo prevê uso de máscara de proteção por clientes, trabalhadores e prestadores de serviços diversos, disponibilização de lavatórios e álcool em gel, restrição de 50% de ocupação do estabelecimento, dentre outros. As clínicas funcionarão de segunda a quinta-feira, das 14h às 18h, e todos os atendimentos deverão ser agendados previamente.

O pedido da Sociedade Brasileira de Fisioterapia foi analisado pelo Comitê Gestor de Medidas para Enfrentamento da Pandemia Coronavírus (Covid-19), que se baseia em recomendações de órgãos de saúde, bem como em critérios estabelecidos pelo Conselho Federal de Medicina. A medida deve durar enquanto permanecerem as determinações restritivas adotadas no período de pandemia do novo coronavírus, em Teresina.


Fonte: Com informações da Semcom
Comentar