-

Progressistas privilegia Ciro Nogueira nos repasses de verba eleitoral; R$ 2,5 milhões

O Partido Progressistas que é comandado atualmente pelo ministro-chefe da Casa Civil e braço de direito de Bolsonaro, Ciro Nogueira, privilegiou políticos conterrâneos com repasses do fundo partidário e doações recebidas para a campanha eleitoral. As informações são do Metrópoles.

Para a conta do diretório no Piauí até o momento, já foram transferidos o valor de  R$ 2,4 milhões. O ministro tenta ampliar as bancadas da sigla na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa, além de eleger para o governo do Piauí a chapa que tem sua ex-mulher Iracema Portella como candidata a vice.

O valor destinado ao diretório piauiense é mais do que o dobro do que foi repassado, por exemplo, para o Rio Grande do Sul — R$ 1,1 milhão –, onde o partido tem candidatura própria a governador e três vezes mais candidatos a deputado do que na terra de Ciro Nogueira.

A quantia enviada ao Piauí equivale à soma do que o comando nacional da legenda destinou a dez outros diretórios estaduais no primeiro semestre deste ano. A maior parte do dinheiro saiu de uma conta que recebe doações de pessoas físicas.

Parte da verba recebida pelo diretório piauiense já foi gasta. Entre as despesas pagas com o dinheiro há pesquisas de opinião, aluguel de carros e a contratação de um escritório de advocacia e de uma agência de publicidade.

Comentários