Esquema de desvios · 26/05/2022 - 08h59

Ciro Nogueira denuncia ao STF senador que o acusou na CPI da Covid


Compartilhar Tweet 1



O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia-crime contra o senador Izalci Lucas (PSDB-DF), que o acusou durante a CPI da Covid. Segundo o ministro, o político cometeu abuso de autoridade e denunciação caluniosa.

De acordo com UOL, a ação será analisada pelo ministro bolsonarista Dias Toffoli. Durante um complemento ao relatório final da comissão que investigou ações e omissões do governo Bolsonaro na gestão da pandemia, o parlamentar ligou líderes do Progressistas incluindo Ciro Nogueira, a um esquema de desvios na Secretaria de Saúde do Distrito Federal para a compra de testes rápidos.

No documento enviado ao STF, os advogados do ministro disseram que Izalci acusou Ciro Nogueira para "satisfazer interesse político" para "atacar e desgastar o Governo". A notícia-crime também diz que Izalci "tentou avançar nas investigações tocadas pela Polícia Federal e Ministério Público referente aos supostos desvios da saúde em Brasília".

"As condutas mencionadas foram praticadas no exercício do atual mandato do Senador Izalci Lucas e em razão desse, haja vista que o Senador somente acompanhou as reuniões da CPI da Pandemia pela sua condição de líder do PSDB, já que não fazia parte de sua composição", diz o texto, que defende que o crime "é de ação penal pública incondicionada" e, por isso, deve proceder com oferecimento de denúncia pela PGR (Procuradoria-Geral da República), e ser processada e julgada pelo STF. 

Comentários