Política

Para tratar sequelas da Covid · 31/07/2020 - 17h49 | Última atualização em 31/07/2020 - 17h54

Wellington apresenta projeto de unidades de reabilitação ao Consórcio do Nordeste

Centros de reabilitação irão atender pacientes que possuem sequelas deixadas pela infecção do novo coronavírus


Compartilhar Tweet 1



O governador Wellington Dias participou, nesta sexta-feira (31), via mediação digital, de mais um encontro do Consórcio dos Estados do Nordeste, que reúne chefes dos executivos dos nove estados da região. Na oportunidade, Dias apresentou a proposta para que todos os entes federativos nordestinos instalem unidade de reabilitação para pacientes atingidos por sequelas deixadas pela infecção do novo coronavírus.

“As pessoas são recuperadas da infecção pelo novo coronavírus, mas ficam com sequelas que criam a necessidade de fisioterapia pulmonar, outras vezes com sequelas neurais, com risco de incidência de um acidente vascular cerebral (AVC), outras vezes com riscos cardíacos”, lembrou o governador piauiense.

A demanda foi bem recebida pelos demais governadores e deve passar por avaliação técnica das secretarias de Saúde dos outros oito estados que compõem a região, bem como do Comitê Científico de Combate ao Coronavírus, ligado ao consórcio.

No Piauí, uma unidade semelhante está sendo preparada nas dependências do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir), disponibilizando aos pacientes acompanhamento multidisciplinar para retomar atividades simples, como andar, comer ou trocar de roupa. As sequelas vão desde perda de massa magra em grande quantidade, que limitam as atividades do indivíduo, a quadros de fadiga e dor crônica.

Celso Furtado, patrono do Consórcio do nordeste

Durante o encontro, os governadores do Nordeste sacramentaram a escolha do economista, paraibano, Celso Furtado como patrono do Consórcio do Nordeste. Em 2020, se comemora o centenário do nascimento do economista, que defendia a necessidade de um plano de desenvolvimento focado para cada região do Brasil. É das ideias de Celso Furtado que nasce o conceito de criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

“Paraíbano, Nordestino e um brasileiro genial, que defendeu o fortalecimento da região como poucos. Ele certamente compreenderia o Consórcio Nordeste e a articulação entre os nove governadores da região para um desenvolvimento integrado entre os estados”, pontua Dias.


Fonte: CCOM

Comentários