Política

Suspeitas · 19/05/2020 - 14h00 | Última atualização em 19/05/2020 - 17h07

Vereadores denunciam contrato de R$ 680 mil para reformar hospital com construtora recém criada

Contrato é para reforma do hospital público Josefina Getirana Netta, em Pedro II. Houve somente 71 dias da abertura da empresa ao aviso de licitação


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

____________

- Vereadores dizem que não encontraram a sede da construtora

__________________

 

_Alvimar Martins, prefeito de Pedro II (Foto: 180graus.com) 
_Alvimar Martins, prefeito de Pedro II (Foto: Divulgação)  

Vereadores do município de Pedro II denunciaram a órgãos da rede de controle o contrato envolvendo a administração pública municipal e a recém criada Construtora Verçosa LTDA. O contrato é em valor superior à cifra de meio milhão de reais, e voltado para a reforma do hospital público Josefina Getirana Netta.

Segundo a denúncia, a empreiteira contratada foi criada, olha só, em 18 de setembro de 2019, e pouco tempo depois ganhou uma licitação de exatos R$ 689.727,14. O aviso de licitação veio um pouco mais de dois meses depois da criação da empresa, dia 28 de novembro de 2019.

Os vereadores responsáveis pela denúncia são Francisco Osmar de Oliveira, Francisco Ewerton Brandão Filho e Evandro Augusto Nogueira Pinheiro dos Santos.

“Ocorre que”, sustentam os vereadores de Pedro II, “é possível verificar indícios de irregularidades na referida contratação, tendo em vista que a r. construtora nem mesmo possui sede em seu endereço cadastrado no seu CNPJ, qual seja, Rua Gilbués, nº 3143, sala 03, bairro Vermelha, Teresina/PI”.

“As suspeitas indicam a possibilidade de fraude, tendo em vista a impossibilidade de confirmar as informações apresentadas pela r. construtora, sua capacidade técnica-operacional e técnica-profissional pois ao tentarmos verificar junto ao Licitações Web, nada foi encontrado. Apenas consta o cadastramento da licitação, com o edital, planilha e projeto", dizem.

Os vereadores informaram que “causou estranheza” ainda o “referido processo licitatório, principalmente porque entre as empresas concorrentes existe a construtora P2 LTDA, julgada inabilitada, enquanto a mesma já prestou serviço à prefeitura e foi vencedora do certame para futura reforma da rodoviária da nossa cidade”. 

Como donos da Construtora Verçosa LTDA consta Kassio do Rego Verçosa e Jackeliny de Andrade Lessa. 

O Blog Bastidores, do 180, não conseguiu contato com os proprietários através do número cadastrado pela empresa junto à Receita Federal.


Comentários