Política

"É preocupante demais", diz · 20/08/2019 - 08h36

Teresa Britto destaca aumento da violência contra mulher no Piauí

A deputada chamou atenção para a necessidade de mais ações que possam assegurar os direitos das mulheres e sua proteção


Compartilhar Tweet 1



A deputada estadual Teresa Britto (PV) ocupou a tribuna do plenário da Assembleia Legislativa do Piauí, nesta segunda-feira (19), para destacar dados divulgados pela imprensa piauiense sobre a quantidade de pedidos de medidas protetivas que o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) recebeu, entre os meses de janeiro e agosto de 2019.

“O levantamento feito pelo TJ-PI é estarrecedor. De janeiro até agosto de 2019 já foram registrados 2.265 pedidos de medidas protetivas no Piauí. Desse total, 1.913 foram deferidos e 27, negados. É preocupante demais e alarmante esse índice”, relata a parlamentar Teresa Britto.

A deputada chamou atenção para a necessidade de mais ações que possam assegurar os direitos das mulheres e sua proteção, além das medidas protetivas. 

“Sabemos o quanto as medidas protetivas são importantes, mas precisamos, também, de ações para punir os agressores. Mais de 50% da população piauiense é formada por mulheres. Além das campanhas permanentes e protetivas, queremos também mais punição, para que os homens respeitem as mulheres, ainda que seja por força de lei. Precisamos de ações que possam contribuir com a autonomia e a autoestima da mulher, além de encorajá-las a sair dessa situação de violência”, comenta.

Teresa Britto disse que irá agilizar uma audiência pública para tratar da situação. Segundo a parlamentar, o requerimento já foi aprovado na Assembleia. “Em breve, divulgaremos a data e daremos continuidade à nossa luta pelo fim da violência contra as mulheres do nosso Piauí”, finaliza.  


Fonte: AsCom

Comentários