Política

Flagrado com líder de motim · 21/02/2020 - 16h56

Solidariedade expulsa vereador ligado à greve dos policiais em Sobral (CE)

PMs são proibidos de fazer greve. A paralisação causa reações contrárias em Brasília.


Compartilhar Tweet 1



Do Poder 360

O Solidariedade anunciou nesta 6ª feira (21.fev.2020) a expulsão do vereador de Sobral (CE) Sargento Ailton. Ele “foi flagrado como 1 dos líderes do motim de policiais” na cidade, segundo o partido.

Policiais Militares estão em greve no Estado. Na 4ª feira (19.fev.2020) o senador licenciado Cid Gomes (PDT-CE) foi baleado enquanto conduzia 1 trator em direção a grevistas.

PMs são proibidos de fazer greve. A paralisação causa reações contrárias em Brasília.

O ministro da Justiça, Sergio Moro, autorizou o envio da Força Nacional de Segurança ao Estado. O presidente Jair Bolsonaro assinou 1 decreto de GLO (Garantia da Lei e da Ordem) que permite o emprego das Forças Armadas na segurança do Ceará.

O coordenador da Frente Parlamentar da Segurança Pública na Câmara, conhecida como Bancada da Bala, Capitão Augusto, (PL-SP) diz que há perigo do motim se espalhar para outros Estados.

De acordo com o comunicado emitido pelo Solidariedade, a expulsão de Sargento Ailton “é de caráter irrevogável”.

“Continuaremos trabalhando para que a paz volte a reinar no Ceará e reiteramos que não admitimos que um de nossos militantes participe desse tipo de balbúrdia que atinge diretamente a população” afirma o comunicado da sigla.

A nota é assinada pelos deputados Paulinho da Força (Solidariedade-SP) e Genecias Noronha (Solidariedade-CE). Eles são, respectivamente, presidente nacional e presidente estadual do partido.


Conteúdo produzido pelo Portal Poder360 – www.poder360.com.br. Todos os direitos reservados. Reprodução permitida mediante autorização expressa.


Comentários