Política

Resposta encaminhada · 16/09/2021 - 19h07 | Última atualização em 16/09/2021 - 19h36

SETUT aponta vários gargalos no serviço de transporte público como sendo "inação da STRANS"

Entre os pontos estão disponibilização de painéis, informações via celular e informações de áudio de próxima parada de ônibus


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

Em resposta encaminhada à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (SETUT) rebateu inúmeros itens apontados pela Comissão Parlamentar de Inquérito do Transporte Público (a CPI do SETUT, para alguns) que não teriam sido implementados pelo empresariado do setor na capital.

Um desses itens é sobre a necessidade de divulgação de informações via “Painéis de Mensagens Variáveis”. Na resposta encaminhada à SETRANS é dito que “conforme ofícios do SITT nº 520/2019, 521/2019 e 051/2020 (em anexo) enviados a STRANS, todos os equipamentos para o atendimento da demanda já estavam disponíveis e a implantação não foi realizada por inação da STRANS, especialmente nas estações, mas nos terminais foram disponibilizados os painéis, como se demonstra a seguir”.

O SETUT também afirmou que no tocante a outro item questionado pela CPI ele "não procede”. O item diz respeito à necessidade de “divulgação de informações via consulta por celular”. 

Segundo o SETUT, “o Edital de Concorrência Pública fixa como exigência a disponibilização por celular de hora de passagem dos ônibus, e desde 2015 o Consórcio SITT disponibiliza o aplicativo SIU MOBILE TERESINA, que apresenta elevado número de visualizações diárias” e que há divulgação.

_Reprodução de trecho de resposta do SETUT à STRANS (Imagem: Reprodução)
_Trecho de resposta do SETUT à STRANS (Imagem: Reprodução) 

OUTRA “INAÇÃO DA STRANS”

No tocante à “implantação de painéis e placas em terminais, estações de integração e pontos de parada”, o SETUT volta a afirmar, citando “os ofícios do SITT nº 520/2019, 521/2019 e 051/2020 (em anexo) enviados a STRANS”, que “todos os equipamentos para o atendimento da demanda já estavam disponíveis e a implantação não foi realizada por inação da STRANS”.

Salientam ainda que “os painéis dos terminais de integração estiveram disponíveis enquanto durou a operação integrada, e ofereciam as condições físicas necessárias para a instalação e funcionamento do equipamento”.

INFORMAÇÕES DE PRÓXIMA PARADA EM ÁUDIO INTERNO

Um outro item apontado pela CPI do Transporte Público tido como não executado para comissão diz respeito “à disponibilização de informações de próxima parada em áudio interno no veículo”.

O SETUT informa que “este atributo somente poderá ser atendido após a STRANS cadastrar, nomear e sinalizar todos os pontos de parada da rede de transporte”. Deixando claro que “antes desta providência pelo Órgão Gestor, o Consórcio SITT não tem como atender a demanda”.

Comentários