Política

Texto tramita na Câmara · 29/10/2020 - 09h30

Projeto exige pneumologista em emergências de hospitais de médio e grande porte

Flávio Nogueira cita dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia para justificar a importância da especialidade nos atendimentos de urgência


Compartilhar Tweet 1



O Projeto de Lei 5006/20 torna obrigatória a presença de, pelo menos, um médico pneumologista de plantão presencial ou em sobreaviso nos atendimentos em emergências de hospitais de médio e grande porte do País. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Autor da proposta, o deputado Flávio Nogueira (PDT-PI) cita dados da Sociedade Brasileira de Pneumologia para justificar a importância do pneumologista durante atendimentos em emergências de hospitais. “A asma brônquica, que necessita de intervenção medicamentosa, acomete 13% da população brasileira, compreendendo cerca de 5% dos atendimentos médicos nos serviços de emergência”, observa o deputado.

Anualmente, segundo a entidade médica, ocorrem cerca de 350 mil internações por asma, figurando como a quarta causa de hospitalização pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

“E não podemos esquecer das consequências do coronavírus: pulmão, rins e outros órgãos podem ficar prejudicados por semanas ou meses após a pessoa se recuperar da fase aguda”, acrescenta Nogueira.


Fonte: Agência Câmara de Notícias

Comentários