Política

Grave Denúncia · 20/08/2019 - 11h24 | Última atualização em 20/08/2019 - 14h03

Presidente da Câmara afirma que Ribinha comete fraude ao esconder repasses da Casa Legislativa

Uma denúncia nesse sentido foi apresentada ao Tribunal de Contas do Estado e tem como relator o conselheiro Jaylson Campelo


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

___________

- Para presidente da Câmara, Ribinha do PT está "lesando" o Poder Legislativo

_______________________

Prefeito de Campo Maior, Ribinha do PT
Prefeito de Campo Maior, Ribinha do PT 

O presidente da Câmara de Vereadores do município de Campo Maior Fernando Andrade Sousa apresentou denúncia ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) alegando que a Prefeitura, na gestão do prefeito José Ribamar Carvalho, o Ribinha do PT, teria omitido informações da Casa alusivas ao repasse do duodécimo do Poder Legislativo municipal.

"A prefeitura do Município de Campo Maior nos anos de 2017 e 2018 recolheu do IRPF feito nas folhas de pagamento dos fundos de gestão no valor de R$ 1.075.704,01 (um milhão, setenta cinco mil, setecentos e quatro reais e um centavo), porém não foi repassada a informação à tesouraria", traz a peça encaminhada ao TCE.

"Essa atitude fraudulenta da Prefeitura, que tem como representante o Sr. Prefeito José de Ribamar Carvalho, implica diretamente no repasse para a Câmara Municipal de Campo Maior, que vem sendo feito a menor", tascou.

O relator do caso é o conselheiro do Tribunal de Contas Jaylson Campelo, que deu o prazo de cinco dias após a correta notificação para que Ribinha do PT se explique à Corte de Contas. 

Um dos pedidos feitos pelo presidente da Câmara ao TCE é o de que o gestor "cumpra com a obrigação constitucional de repasse do duodécimo à Casa Legislativa, assim como a respectiva imputação de débito ao gestor municipal que não informa os valores corretos para o devido do cálculo do duodécimo, lesando o Poder Legislativo". 

_Trecho da denúncia

 

ACUSADO DE CALOTE

O prefeito Ribinha há muito vem sendo acusado de não tratar a Câmara Legislativa com o devido respeito, por não repassar em dia os repasses da Casa. Em face disso ele é alvo de outra denúncia no TCE, sendo essa apresentada pelo vereador Hamilton Segundo.

Com a denúncia do presidente da Câmara, no entanto, é a primeira vez que o gestor é acusado de esconder dinheiro que, em tese, pertenceria a um dos Poderes, o que pode trazer graves consequências ao petista.  

Já em outra frente, o chefe do Executivo municipal pretende gastar R$ 4,7 milhões para contratar mão de obra terceirizada.

LEIA MAIS:___________

- Prefeito de Campo Maior atrasa repasses da Câmara e é denunciado ao Tribunal de Contas

- Prefeito Ribinha do PT vai pagar R$ 4,7 milhões para contratar mão de obra terceirizada


Comentários