Política

Esclarecimento · 11/05/2021 - 20h24 | Última atualização em 11/05/2021 - 20h34

Prefeitura admite falta de itens em cestas básicas distribuídas e diz que empresa fará a correção

Nota rebate informação de vereador de que desvio ocorrido seria da ordem de R$ 153 mil, vez que o valor pago pelas cestas básicas foi de R$ 50 mil


Compartilhar Tweet 1



Do Blog Bastidores

 

A prefeitura de Marcos Parente encaminhou nota para "esclarecer" sobre "as acusações feitas pelo vereador Valterlin Pereira durante sessão no Legislativo municipal e que acabaram sendo divulgadas em sites noticiosos".

A gestão do prefeito Gedison Alves Rodrigues admitiu a falta de itens em cestas básicas distribuídas no município em virtude da data comemorativa do Dia das Mães, mas contesta valor pago pelos produtos, que seria somente R$ 50 mil.

Sobre a ausência de itens, a prefeitura sustentou que "a empresa fornecedora já foi acionada e estará fazendo a devida correção o mais breve possível".

_Prefeito de Marcos Parente
_Prefeito de Marcos Parente Gedison Alves Rodrigues (Foto: Divulgação)

______________________________

NOTA DE ESCLARECIMENTO

"Esclarecemos que a licitação em questão foi realizada para a aquisição de cestas que foram distribuídas durante um evento social em alusão ao Dia das Mães. A gestão esclarece que não houve nenhuma irregularidade nos critérios de escolha das famílias contempladas, visto que foram beneficiadas, prioritariamente as famílias que são atendidas pelos programas sociais existentes no município como Bolsa Família e Criança Feliz, algumas outras famílias em situação de vulnerabilidade social também foram contempladas durante a ação.

Sobre outra acusação feita pelo vereador, de que estariam faltando itens nas cestas, esclarecemos que a empresa fornecedora já foi acionada e estará fazendo a devida correção o mais breve possível. Sobre a outra informação de itens que não teriam sido entregues, informamos que estes não foram faturados, ou seja, não foram pagos. A gestão optou por compactar as cestas para que um número maior de famílias fossem beneficiadas com os alimentos.

Por fim também esclarecemos sobre outra informação divulgada de forma errônea, onde as matérias citam um "suposto desvio de R$ 153 mil", quando na realidade o valor da nota fiscal paga pela prefeitura é de apenas R$ 50 mil. 

NOTA FISCAL - Segue em anexo a nota fiscal referente a compra das cestas para que todas as dúvidas sejam esclarecidas. 

_Trecho da nota encaminhado pela prefeitura (Imagem: Reprodução)
_Trecho da nota encaminhado pela prefeitura (Imagem: Reprodução) 

Reafirmamos o compromisso com a transparência das ações e das informações, bem como a responsabilidade com a gestão do erário público".

VEJA A PUBLICAÇÃO DO 180GRAUS.COM________

Vereador investiga suposto desvio de R$ 153 mil em cestas básicas distribuídas em Marcos Parente

Comentários