Política

Destacou dados sobre pobreza · 20/01/2020 - 17h11

"Precisava ter dado uma checada", diz W.Dias sobre queixa de Bolsonaro em live

Wellington tratou também da afirmação de Bolsonaro sobre o Piauí ser o estado mais pobre do país


Compartilhar Tweet 1



O governador Wellington Dias não quis polemizar - mais ainda - a declaração do presidente Jair Bolsonaro que, durante live na semana passada, fez críticas ao governo do Piauí e ao petismo, em especial ao tratar de suposta demora na concessão de licença para exploração de minério no estado.

Nesta segunda-feira (20/01), Dias atribuiu os comentários do presidente a um desencontro de informações.

    Foto: CCOM

— Ali precisava ter dado uma checada — disse o governador sobre o tal pedido de autorização para exploração de vanádio mencionado por Bolsonaro.

Pedido esse que a Secretaria de Meio Ambiente do Piauí nega ter sido feito.

— O fato é que houve um único pedido, que não era para investimento, era para uma pesquisa, isso foi em 2017. Prontamente atendido na forma da lei. Ela tinha uma validade, e essa validade se extinguiu e não se pediu a renovação — afirmou Dias à imprensa.

Wellington tratou também da afirmação de Bolsonaro sobre o Piauí ser o estado mais pobre do país.

— O dado não bate mais. Graças a Deus o Piauí já não é mais o estado com o nível de pobreza em primeiro lugar no Brasil, como foi dito. Nós ultrapassamos e graças a Deus, quero que todos os estados melhorem, mas pelo menos o nosso tem aí mais oito estados em situação de pobreza maior que o Piauí — justifica.

Por fim, pediu respeito ao povo piauiense, em clara referência à fala de Bolsonaro que acusou governos do PT de se aproveitarem de políticas assistencialistas para se perpetuar no poder.

— Nós somos um povo livre, um povo que se esforça, que trabalha, e de forma consciente escolhe os seus eleitos, e é assim que eu quero olhar — pontuou.


Comentários