Política

Engenheiro Marcelo Andrade · 29/08/2019 - 10h23

Novo diretor-presidente da Codevasf toma posse em Brasília

A solenidade ocorreu no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em Brasília.


Compartilhar Tweet 1



O engenheiro civil Marcelo Andrade Moreira Pinto tomou posse como diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) nesta quarta-feira (28). A solenidade ocorreu no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em Brasília. Participaram da cerimônia técnicos da empresa, senadores, deputados federais e estaduais, entre outras autoridades. 

    Foto: Frederico Celente / Codevasf

“A Codevasf é uma empresa de números gigantescos. A área de abrangência foi aumentada, os desafios foram ampliados, mas são nas pessoas que você vai ter que focar seus esforços. A Codevasf tem um corpo técnico de excelência, diferenciado, que precisa ser muito bem aproveitado. Nessa época, mais do que nunca, precisamos deixar claro para toda a sociedade brasileira que as empresas públicas devem permanecer quando têm excelência, quando têm entrega”, disse o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para o diretor-presidente Marcelo Moreira.

Para o novo diretor-presidente da Companhia, a empresa vem transformando a vida de milhares de brasileiros em vários estados do Brasil. “As iniciativas implementadas pela Codevasf em mais de 1.600 municípios valorizam as características e potencialidades locais, geram emprego, renda e desenvolvimento para a população. A Codevasf é esperança para uma das regiões mais carentes do país. Diante disso, recebo o cargo com ciência da enorme responsabilidade e sabendo dos desafios que enfrentarei”, afirmou.

Perfil

Formado em engenharia civil pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e com 15 anos de experiência profissional, Marcelo Moreira possui MBA em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pós-graduação no Programa de Formação em Finanças da Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi). 

“Atuei em obras de infraestrutura em diversos estados do país. Essa vivência me ensinou que projetos bem executados alavancam o crescimento e o desenvolvimento das comunidades em seu todo. Pretendo trabalhar ao lado do quadro técnico da Codevasf para contribuir com a melhoria de qualidade de vida da população dos estados atualmente atendidos pela Companhia”, destacou Marcelo Moreira.

Codevasf
A Codevasf é uma empresa pública, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Regional, que tem a missão de desenvolver bacias hidrográficas de forma integrada e sustentável, contribuindo para a redução das desigualdades regionais. Em 16 de julho deste ano, a Companhia completou 45 anos. Ao longo de sua trajetória, a empresa tem promovido ações que contribuem para o crescimento social e econômico das regiões onde atua.

A área de atuação da Codevasf alcança 27% do território nacional, em 1.641 municípios, e abrange as bacias hidrográficas dos rios São Francisco, Parnaíba, Itapecuru, Mearim, Vaza-Barris, Paraíba, Mundaú, Jequiá, Tocantins, Munim, Gurupi, Turiaçu, Pericumã, Una, Real, Itapicuru e Paraguaçu nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Sergipe, Tocantins e no Distrito Federal, bem como as demais bacias hidrográficas de Alagoas, Maranhão e Sergipe. 

Desde 2014, a Codevasf foi designada Operadora Federal do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (Pisf), que está situado nos estados da Paraíba, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte. Cabe à Companhia receber a infraestrutura implantada pelo MDR ao longo do projeto (canais, estações de bombeamento, equipamentos eletromecânicos, entre outros) para exercer as atividades de gestão, operação e manutenção das estruturas.

“A Codevasf é um braço do governo federal no Nordeste. E é um braço autônomo, que consegue, independente do governo do estado, fazer política pública, entregar resultados. Sem ela, o Nordeste estaria muito menos desenvolvido”, ressaltou Gustavo Canuto.


Fonte: AsCom/Codevasf

Comentários