Política

Alega que caso é forjado · 11/06/2019 - 09h59 | Última atualização em 11/06/2019 - 10h24

Na Rússia, jornalista que noticiava sobre corrupção é preso pelo governo de forma misteriosa

Em ação inédita, três jornais russos publicam capas semelhantes: “Eu/Nós Somos Ivan Golunov”


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

___________

PARALELO INCRIMINADOR

- A Rússia é aqui? No Piauí também há suspeitas de que investigações e/ou denúncias contra jornalistas são motivadas por noticiarem casos de corrupção

_________________

Em caso inédito, três jornais de únem na Rússia para pedir explicações do governo
_Em caso inédito, três jornais se únem na Rússia para pedir explicações do governo, após prisão de jornalistas 

COBRANÇA DENTRO E FORA DO PAÍS

Um caso chamou atenção na Rússia, país conhecido pela pouca tolerância com a liberdade de expressão, é o que envolve o jornalista Ivan Golunov.

Agências internacionais chegaram a afirmar que ele foi preso por escrever sobre casos de corrupção envolvendo a prefeitura de Moscou e o governo do país. 

Golunov é acusado de tráfico de drogas, o que seus advogados sustentam ser uma acusação forjada. 

Diante do caso, três jornais russos, Vedomosti, RBK e Kommersant, trouxeram em suas capas a frase: “Eu/Nós Somos Ivan Golunov”.

A polícia chegou a divulgar imagens da suposta prisão das drogas, mas elas seriam de um outro caso, o que fez aumentar as suspeitas de caso forjado para aniquilar um jornalista.

Ivan Golunov é repórter que trabalha para o serviço independente de notícias Meduza, sediado na Letônia. Ele é conhecido por suas denúncias sobre corrupção.

Ele foi preso quinta-feira passada quando iria se encontrar com uma fonte e logo depois, diante da pressões, foi posto em prisão domiciliar, segundo as agências internacionais.

Exames toxicológicos chegaram a ser feitos, mas apontaram que o jornalista não possuía substâncias químicas em seu corpo.

Há muita pressão inclusive dentro do governo Russo para que o caso seja esclarecido, assim como há pressão da comunidade internacional para que se descubra o real motivo da prisão do jornalista.

PIAUÍ: A RÚSSIA TAMBÉM PODE SER AQUI. QUEM DIRIA!

No Piauí, há suspeitas de que ao menos dois casos recentes possui o dedo de autoridades e investigados para também acabar com a reputação de um grupo de jornalistas locais. 

São casos que misteriosamente se transformam em acusações, após a divulgação de notícias que desagradam os envolvidos.


Comentários