Política

R$ 5,4 milhões para Teresina · 07/07/2020 - 09h46 | Última atualização em 07/07/2020 - 16h09

Marcelo Castro anuncia recursos para combate ao coronavírus no Piauí

Os recursos integram um montante de R$ 45 milhões, e devem incrementar a saúde de 150 municípios


Compartilhar Tweet 1



O senador piauiense Marcelo Castro (MDB) anunciou, nesta segunda-feira (6), a destinação de mais de R$ 28,5 milhões para o combate à pandemia de Covid-19 no Piauí. Os recursos foram distribuídos entre 43 municípios do estado, como medida de fortalecimento dos sistemas de saúde locais.

De acordo com parlamentar, os recursos integram um montante de R$ 45 milhões, e devem incrementar a saúde de 150 municípios, quando forem integralmente liberados.

    Foto: Leopoldo Silvao/Agência Senado

"É nos municípios que a vida acontece. Por isso, como parlamentar, sempre lutei para que os recursos cheguem ao municípios e melhorem a vida das pessoas. Agora nesse momento de pandemia não seria diferente. É uma ajuda substancial para reduzir os impactos do coronavírus no nosso Estado", escreveu o parlamentar em rede social.

Dos R$ 28,5 milhões, cerca de R$ 5,4 milhões foram destinados para Teresina. A justificativa considera a grande demanda de atendimentos na capital, que além de ter a maioria da população do estado, acaba absorvendo pacientes de outras cidades. Os recursos para Teresina foram conseguidos através de articulação junto ao partido do parlamentar, o MDB.

Mais de R$ 7 milhões foram destinados por Castro por meio de emendas parlamentares individuais. "É uma forma de, cada vez mais, descentralizarmos os serviços de saúde e garantirmos que as pessoas sejam atendidas mais perto de casa", pontuou.

Mais 200 leitos em hospitais do Piauí

Na última semana, Marcelo Castro já havia anunciado outra medida importante para evitar que o sistema público de saúde entre em colapso, e consiga atender a demanda de pacientes - a habilitação de novos leitos de UTI no estado.

Após esforço conjunto com a bancada federal e do governo do Piauí, o Ministério da Saúde liberou o credenciamento de mais de 200 novos leitos pelo estado.

"Fizemos uma ação para melhorar os leitos de UTI de todo o estado. Foram mais de 200 leitos de UTI credenciados, inicialmente por 90 dias, podendo ser prorrogados de acordo com a situação da pandemia. Nós vamos também trabalhar junto aos secretários, para ver quais desses leitos que foram credenciados a gente pode deixar futuramente", disse Castro.

Pela habilitação dos leitos, o senador destacou a atuação do presidente da Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (FEPISERH), deputado Pablo Santos (MDB); da diretora da Rede de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde, Adriana Teixeira; e da diretora do Departamento de Regulação, Avaliação e Controle de Sistemas (DRAC), Cleusa Bernardo. De acordo com o senador, as diretoras, que conheceu quando comandou o ministério da Saúde, foram fundamentais no processo de credenciamento dos novos leitos.


Fonte: AsCom

Comentários