Política

Deputada inspeciona escolas · 09/09/2019 - 17h40 | Última atualização em 09/09/2019 - 17h55

Lucy Soares relata irregularidades encontradas em Barras e Esperantina

Foi possível constatar dificuldades relacionadas ao atraso no pagamento de gratificações, estrutura precária e falta de profissionais


Compartilhar Tweet 1



A deputada estadual Lucy Soares (PP) esteve, no último final de semana, nas cidades de Esperantina e Barras, situadas na região norte do Piauí. Durante sua visita nos dois municípios, Lucy afirma ter encontrados diversas irregularidades em escolas e hospitais estaduais.  

Na sexta-feira (6), em Esperantina, a deputada visitou as unidades escolares José Nogueira de Aguiar, Petrônio Portela e Estado da Paraíba. Através do diálogo com profissionais da educação e estudantes, foi possível constatar dificuldades relacionadas ao atraso no pagamento de gratificações, estrutura precária dos prédios onde funcionam as escolas, falta de profissionais, carteiras e mesas velhas.  

Tais dificuldades refletem no desempenho dos alunos. Nas escolas José Nogueira de Aguiar e Petrônio Portela, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) está abaixo da média, registrado em 3.2, quando a média estadual é de 3.3.

Na escola Estado da Paraíba, a lista de problemas é extensa: os banheiros estão deteriorados; livros jogados no pátio por falta de biblioteca; prédio velho; falta de ar condicionado, não há transformador para atender à demanda de energia. Por falta de infraestrutura na rede elétrica, os computadores estão em desuso. Na escola, falta ainda secretaria e auxiliar administrativo. 

Ainda na sexta-feira, Lucy Soares visitou o Hospital Estadual Dr. Júlio Hartman. “Apesar da boa estrutura, ouvimos relatos de pacientes que esperavam até cinco horas por atendimento. Isso porque faltam médicos no hospital. Escutamos da direção do hospital o atendimento ganharia mais qualidade se a equipe médica fosse maior. Contudo, quero destacar o empenho dos diretores em fazer uma boa gestão”, disse Lucy.  

No sábado, a parlamentar visitou o hospital regional Leônidas Melo, de Barras, os funcionários estão há quatro meses sem pagamento. “Outro problema é a demora no atendimento, pois o hospital possui apenas um médico e um enfermeiro para o atendimento diário”, contou Lucy. De acordo com a deputada, a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, da qual ela faz parte, deverá voltar ao Leônidas Melo para fiscalizar e cobra soluções para as deficiências do local.


Fonte: AsCom

Comentários