Política

Durante Congresso da Abraji · 28/06/2019 - 08h26 | Última atualização em 28/06/2019 - 13h34

Jornalista da Globo diz que governo Bolsonaro é difícil de cobrir por produzir muita besteira

"É muito difícil. Ele [governo] é muito intenso. Mas é muito intenso não porque ele faz coisa importante", falou


Compartilhar Tweet 1



Por Rômulo Rocha - De São Paulo

 

- “Tem valores nesse governo de um mundo que já morreu”

 

Jornalista Míriam Leitão, durante congresso da Abraji (Foto: 180graus)
_Jornalista Míriam Leitão, durante congresso da Abraji (Foto: 180graus) 

A jornalista Míriam Leitão fez duras críticas ao governo de Jair Bolsonaro no 14º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo, promovido pela Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), que ocorre na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Segundo ela, esse é um governo muito difícil de cobrir, porém, pelas coisas sem importâncias que produz.

"É muito difícil. Ele é muito intenso. Mas é muito intenso não porque ele faz coisa importante. Ele faz muita coisa sem importância", tascou. 

"Ele [governo] é hiperativo por besteira. Ele é um enorme retrocesso. Tem valores nesse governo de um mundo que já morreu. Como a mulher ser submissa ao marido", complementou. 

Além da importância do papel da mulher, Míriam Leitão afirmou que nunca imaginava ter que vir a defender novamente outras imperiosas conquistas, como a necessidade de preservação do meio ambiente e de combate ao racismo. "Coisas que imaginei que não precisássemos mais explicar", afirmou.  

Míriam Leitão, que chegou a ser alvo de ataques no ano eleitoral, foi homenageada pela Abraji por sua contribuição ao jornalismo brasileiro. 

A jornalista, de 66 anos, sendo 47 de profissão, é comentarista da TV Globo, Globonews e CBN, além de assinar uma coluna no jornal O Globo.


Comentários