Política

Moradores não querem mudança · 04/04/2011 - 10h33

Infraero: Primeira intervenção no aeroporto acontece em 150 dias

Audiência Pública acontece no Cine Teatro da Assembleia com presença de políticos e popupação


Compartilhar Tweet 1



Durante a audiência pública que aconteceu na manhã desta segunda-feira (04/04), no Cine teatro da Assembleia Legislativa de Teresina, o superintendente da Infraero no Nordeste, Fernando de Castro, a primeira fase da obra de reforma do aeroporto Petrônio Portella será concluída do prazo de 150 dias e que, nesta primeira etapa, não será necessário desapropriação de moradores.

“ Na primeira etapa do projeto será reformada a casa de passageiros e para isso serão empregados recursos de R$ 3,5 milhões. A construção de um novo terminal de passageiros está previsto para o próximo ano com recursos de R$ 4 milhões. Para esta segunda etapa estão previstos a desapropriação de 430 casas que ficam na área do aeroporto. Somente após a essas duas intervenções, o projeto de ampliação prever melhorias na pista de pouso e decolagem”, informou o superintendente.

Sobre a possibilidade de ser construído um novo aeroporto na capital, Fernando de Castro informou que o governo do Estado já solicitou um estudo para saber a viabilidade do projeto, entretanto, afirma que caso um novo aeroporto seja construído em outra localidade de Teresina será necessário investimentos, como por exemplo, em saneamento, fornecimento de água e energia.


“ Quero deixar bem claro que a Infraero não é contra a construção de novo aeroporto, apenas estamos deixando claro que para erguer um aeroporto com padrões internacionais será necessário 1500 mil hectares de Teresina e toda infra-estrutura necessária”, diz.

O secretário de Planejamento de Teresina, João Alberto, presente na audiência, foi vaiado ao dizer que não existe decreto em que fala que a prefeitura de Teresina autoriza a desapropriação dos moradores da região do aeroporto. Moradores imprimiram o documento e mostraram para todos os presentes.

Após três horas de debates, ficou acertado que a bancada federal irá conseguir recursos para a construção de um novo aeroporto em Teresina. Os moradores concordam que seja feita a reforma no terminal de passageiros, desde que essa não obrigue a nenhum morador deixar suas residências, eles também decidiram que vão solicitar ao prefeito de Teresina, Elmano Férrer, que revogue o decreto assinado em outubro que torna as residências localizadas nas proximidades do aeroporto sendo de utilidade pública.

Estiveram presentes na audiência, além do Superintendente da Infraero no Nordeste, Fernando de Castro, grande parte dos deputados estudais e federais, entre os deputados federais estavam, Júlio César (DEM), Hugo Napoleão (DEM), Assis carvalho (PT) e Marcelo Catros, grande bancada de vereadores, Sigifroi Moreno presidente da OAB-PI e representantes e moradores de bairros da região.