Política

Constatações do CRM · 11/02/2019 - 17h32 | Última atualização em 11/02/2019 - 18h05

Evangelina Rosa: bebês esperam vaga na UTI em ambiente inapropriado

Inspeção do Conselho Regional de Medicina constatou cinco crianças em ambiente de temperatura inadequado


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha – De Oxford

 

VISTORIA NO SETOR DE NEONATOLOGIA

Documento enviado pelo Conselho Regional de Medicina (CRM) à procuradora de contas do Ministério Público de Contas do Piauí, Raissa Barbosa, aponta que o “subdimensionamento nas vagas de neonatologia” na Maternidade Evangelina Rosa tem como consequência filas de espera de recém-nascidos que ficam aguardando nas salas de parto, um ambiente inapropriado, que pode trazer risco à vida.

Quando de uma das mais recentes inspeções do CRM na maternidade, constatou-se, conforme o documento e fotos abaixo, a existência de cinco bebês esperando por uma vaga.

“Cinco recém-nascidos aguardando vagas na UTI e UCINCO, com ambiente de temperatura inadequada, provocando hipotermia, entre outros problemas. Os recém-nascidos permanecem nas salas de parto aguardando vagas”, diz relatório assinado pelo conselheiro fiscal Alberto Monteiro.

A conclusão do relatório é de que “medidas urgentes sejam tomadas para a regularização do setor de neonatologia”.

 

VEJA AINDA:

- EXCLUSIVO: após publicação agora mães relatam horrores na Evangelina Rosa

- EXCLUSIVO: médica relata horror na Evangelina Rosa: 23 mortes em 23 dias


Comentários