Política

Queda de Braço · 14/09/2021 - 12h08 | Última atualização em 14/09/2021 - 15h43

Empresários de ônibus da capital dizem que não reconhecem "vícios" apontados pela CPI da Câmara

"Os Concessionários e o Consórcio SITT não reconhecem a existência de qualquer vício sobre suas atuações”, dizem, em resposta à PMT


Compartilhar Tweet 1



 

Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

 

_Imagem: Reprodução
_Imagem: Reprodução 

Os empresários do setor de transporte público que atuam na capital Teresina informaram à prefeitura, através de resposta encaminhada à Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (STRANS), que não reconhecem nenhum vício sobre suas atuações em relação ao cumprimento do serviços oriundos de contrato com o Executivo municipal.

A resposta é em relação a exigências da Prefeitura de Teresina (PMT), entre elas que houvesse “regularização dos vícios apontados nos Relatórios da CPI e de Descumprimento Contratual da Comissão Especial Mista”.

“Os Concessionários e o Consórcio SITT não reconhecem a existência de qualquer vício sobre suas atuações”, sustentaram em expediente datado do último dia 13 de setembro encaminhado à STRANS.

_Imagem: Reprodução
_Imagem: Reprodução 

 

VEJA AINDA:_____________

- Consultora Jurídica do SETUT diz que PMT apresenta um conjunto de “distorções, equívocos e calúnias”

- Relator da CPI votou contra o próprio relatório e ato levanta suspeitas sobre quem é autor da peça

Comentários