Política

Farra das Estradas Vicinais · 05/05/2017 - 17h01 | Última atualização em 05/05/2017 - 19h22

Corrupção no IDEPI: empresa superfaturou R$ 2,3 milhões

Relatórios do TCE apontam sobrepreços em cinco obras da Construplan no ano de 2014


Compartilhar Tweet 1



Por Rômulo Rocha – Brasília

________________
_ Cerca de 33 obras de estradas vicinais realizadas em 2014 apresentam fortes indícios de superfaturamento. O desvio, segundo técnicos do TCE, é de milhões de reais, realizado por um pool de empreiteiras que teriam participado do show de desgoverno no IDEPI
______________________

O DINHEIRO DO CONTRIBUINTE SAINDO PELO RALO
Só uma das empresas que atuaram no negro ano de 2014 na simulação de construção de boas estradas vicinais nos idos meses daquele período teria embolsado exatos R$ 2.291.509,34, através de obras superfaturadas. Isso livre, fora o lucro do pagamento lícito, pelo qual realmente valeria a obra.

A empresa em xeque é a Construplan.

A informação consta de três Relatórios de Análise de Contraditório e outros dois Relatórios de Tomadas de Conta Especial realizados pela Diretoria de Fiscalização de Obras e Serviços de Engenharia (DFENG), órgão do Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE).

Estes dois últimos relatórios ainda vão ser contraditados. Todos serão submetidos à apreciação dos conselheiros da Corte de Contas.

Os valores podem mudar.

Segundo os técnicos da DFENG, há um verdadeiro show de irregularidades nestas obras e total descaso para com a coisa pública.

Os auditores concluem o relatório pedindo o ressarcimento aos cofres públicos dos milhões superfaturados.

Veja os valores dos contratos pagos e superfaturados em nome da Construplan:

A – Estrada Vicinal 1
Valor do Contrato: R$ 1.341.001,91
Valor Pago: R$ 1.110.564,97
Valor Superfaturado: R$ 377.650,68

B – Estrada Vicinal 2
Valor do Contrato: R$ 1.254.273,61
Valor Pago: R$ 561.043,62
Valor Superfaturado: R$ 72.874,75

C – Estrada Vicinal 3
Valor Pago: R$ 1.364.388,11
Valor Superfaturado: R$ 480.730,11

D – Estrada vicinal 4
Valor Pago: R$ 1.477.388,66
Valor Superfaturado: R$ 715.499,81

D – Estrada vicinal 5
Valor Pago: R$ 1.585.393,92
Valor Superfaturado: R$ 644.753,99

_O ex-gestor do IDEPI, Elizeu Aguiar, é quem estava à frente da instituição no ano em que ocorreu a farra...

Os técnicos do TCE sugerem a responsabilização dos engenheiros que fizeram as medições das obras, e ainda do ex-gestor do IDEPI Elizeu Aguiar, além da rescisão de possíveis contratos com a Construplan.

Sugerem também que a empreiteira seja impedida de realizar contratos com os poderes públicos municipal e estadual.

Esse caso precisa ser investigado na esfera criminal.

VEJA MATÉRIAS RELACIONADAS:

- Corrupção: a suspeita é que desviaram milhões do IDEPI

- IDEPI: superfaturamento só em uma obra seria R$ 640 mil

- Corrupção no IDEPI: pagamento se estendeu pós Zé Filho