Política

Prestação de Contas de 2018 · 21/11/2021 - 19h58 | Última atualização em 21/11/2021 - 20h13

Conselheira Waltânia Leal desempatou votação e aprovou as contas de ex-prefeito alvo do GAECO

Julgamento ocorreu última semana no âmbito da Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado do Piauí


Compartilhar Tweet 1



 Por Rômulo Rocha - Do Blog Bastidores

_Ex-prefeito de Itaueira, Quirino Avelino (Foto: Divulgação) 
_Ex-prefeito de Itaueira, Quirino Avelino (Foto: Divulgação)  

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) julgou aprovadas, com ressalvas, as contas de gestão, exercício 2018, do ex-prefeito do município de Itaueira, Quirino de Alencar Avelino, alvo da Operação Perpetuatio, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO/MPPI) em face de supostos desvios de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

A área técnica da Corte de Contas havia detectado supostas irregularidades na contratação de transporte escolar, locação de veículos, contratação de serviços de limpeza pública, serviços de informática, além de indícios de contratação de empresas irregulares, contratação de consultoria e assessoria contábil e consultoria jurídica por inexigibilidade de licitação sem amparo legal. 

A votação estava empatada em 1 a 1. O conselheiro Abelardo Pio Vila Nova e Silva, relator do caso, votou pela aprovação com ressalvas, com aplicação de multa de 1500 UFR-PI ao responsável.

O conselheiro substituto Alisson Araújo abriu divergência, votando pela irregularidade das contas, acatando a multa proferida pelo relator. 

A conselheira Waltânia Leal, presidente da Segunda Câmara, havia pedido vistas. Com a liberação dos autos para apreciação, votou com o relator. 

Comentários