Política

Pedido feito pela PGR · 21/08/2019 - 14h13

Caixa dois | Gilmar Mendes autoriza abertura de inquérito contra Ciro Nogueira

O presidente nacional do Progressistas será investigado por suspeita de caixa-dois na campanha de 2014


Compartilhar Tweet 1



O ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, autorizou nesta terça-feira (20) abertura de inquérito contra o senador Ciro Nogueira. O presidente nacional do Progressistas será investigado por suspeita de caixa-dois na campanha de 2014.

    Foto: AsCom STF/Agência Senado

A decisão de Gilmar atende pedido da Procuradoria-geral da República, que tem como base declarações prestadas pelos donos da J&F, Joesley Batista e Wesley Batista, e outros funcionários do grupo, em delação premiada.

Segundo os delatores, Ciro teria recebido doações "por fora", com intuito de "evitar retaliações ou dificuldades para as empresas" e "garantir a boa vontade e facilidade de contatos para futuros pleitos empresariais".

Segundo o site G1, Gilmar considerou, no despacho, "a necessidade de apuração dos fatos mencionados nos acordos de colaboração premiada, bem como a natureza jurídica de meio de obtenção de prova desses acordos".

À TV Globo, o advogado Antônio Carlos de Almeida, o Kakay, afirmou que as investigações não preocupam o senador.

"O despacho do Gilmar determinando o inquérito é esperado e normal. Toda vez que há delação, e MP se manifesta pela necessidade de investigar, ao ministro resta fazer exatamente isso, não há novidade nesse despacho. O senador não tem preocupação com o mérito da delação, a gente conhece hoje o destino das delações. Esse inquérito será enfrentado com tranquilidade", disse.


Comentários