Política

Eleições 2020 · 13/11/2019 - 18h14 | Última atualização em 13/11/2019 - 18h25

Busca por partido pode levar Caio Bucar ao MDB, com consentimento de Firmino

Encontrando dificuldades em partidos maiores, como PSDB e Progressistas, vereador não nega que em 2020 vá buscar "um partido que me queira"


Compartilhar Tweet 1



Assim como boa parte dos vereadores de Teresina, Caio Bucar ainda não definiu seu futuro partidário para disputar as eleições de 2020. Rejeitando partidos "terra de cemitério", como ele costuma dizer, tem pela frente o desafio de conseguir espaço em grandes legendas. Algumas, como PSDB e Progressistas, já com chapas praticamente prontas para concorrer aos espaços na Câmara de Teresina, e outras recorrendo ao "teto de voto" com a intenção de privilegiar aliados nem tão populares.

Ao 180, o vereador, que atualmente está no comando da Empresa Teresinense de Desenvolvimento Urbano, diz que somente em março do próximo ano vai definir em qual partido disputará a reeleição. E apesar de hoje integrar a base do prefeito Firmino Filho, o caminho rumo à oposição não é descartado.

"Minha intenção é estar na base, mas se chegar a hora e não me quiserem, não vou criar polêmica. Vou procurar um partido que me queira", diz.

Um caminho que pode colocar o vereador no próprio MDB, onde estão grandes adversários do prefeito Firmino Filho, como Themístocles Filho, Dr Pessoa e, em breve, Jeová Alencar.

Apesar de negar que tenha recebido benção do prefeito, caso seu caminho seja de fato o MDB, fontes informaram ao 180graus que Firmino não só deixaria o caminho livre para Caio, como teria interesse de ter um aliado no campo adversário. Semelhante ao que já ocorre com o vereador Luiz Lobão que, apesar das advertências de Themístocles, ainda não desistiu de disputar com Dr. Pessoa a candidatura pelo MDB.

"Diga na sua matéria que o vereador deu uma gaitada desta mentira deslavada e descabida", disse Bucar, por telefone.

O vereador nega e reforça que até o próximo ano muito pode mudar. "Até março do próximo ano tudo muda. O que se tem hoje são conjecturas, são conversas. O que o Firmino disse foi: 'Caio, vamos aguardar'. Então, não vou me agoniar não (...) Sei lá, acho que estão é preocupado com a gente, mas eu estou muito é trabalhando, agora mesmo, asfaltando o Morada Nova todo".


Comentários