Crise de ansiedade -

Samu é acionado para conter surto coletivo em escola

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Alagoas foi acionado, na tarde desta sexta-feira (17/03), para socorrer vítimas de uma histeria coletiva, na Escola Estadual Edmilson de Vasconcelos Pontes, no bairro Farol, em Maceió. No local, cerca de 20 crianças, que têm por volta de 12 anos, estavam em surto coletivo após uma crise de ansiedade de um estudante. As informações são do Portal Gazeta Web.

Foto: Arthur Menescal/Especial Metrópoles

Não houve necessidade de encaminhamento hospitalar e, depois de avaliadas, as crianças foram dispensadas para voltar para casa. Elas estavam agitadas e apresentaram choro copioso.

O primeiro estudante com crise de ansiedade já havia sido removido do local antes da chegada das equipes do Samu Alagoas.

De acordo com assessoria do Samu, foram deslocadas para a ocorrência uma Unidade de Suporte Básico (USB), uma Unidade de Suporte Avançado (USA-UTI móvel), além do Serviço de Motolância do Samu Alagoas.

Em maio de 2022, em Recife (PE), cerca de 40 estudantes de duas unidades de ensino apresentaram ao mesmo tempo sintomas como ansiedade, vômitos, desmaio, choro, tontura e falta de ar, em uma espécie de “surto coletivo”. O caso teve repercussão à época.

Em nota, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que "ao tomar conhecimento da crise de ansiedade que acometeu uma aluna do 6º ano da Escola Estadual Profº Edmilson Pontes, localizada no bairro do Farol, a direção da unidade acionou, de pronto, o serviço de saúde para o socorro à estudante, cujo quadro desencadeou o mesmo transtorno em alguns colegas de classe, igualmente atendidos na própria escola".

A Seduc esclarece também já ter acionado um profissional de psicologia para prestar a devida assistência aos estudantes.

Fonte: Surto, escola, Samu

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco