Importante membro da Facção -

Salões de beleza e R$ 1 milhão em casa: quem é a Japa do PCC

Karen de Moura Tanaka Mori, conhecida como Japa, de 37 anos, foi detida na última quinta-feira (08/02) em São Paulo. Segundo a Polícia Civil, Japa é uma figura chave do Primeiro Comando da Capital (PCC) na região da Baixada Santista e na capital paulista, onde se dedicava principalmente à lavagem de dinheiro da facção.

Viúva de Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro, assassinado durante uma guerra interna da facção em 2018, Japa teria assumido os negócios do marido após sua morte, de acordo com as autoridades policiais.

As investigações apontam que Japa operava em várias cidades da região litorânea paulista, incluindo Santos, Cubatão e Guarujá, além da cidade de São Paulo. Para ocultar os recursos financeiros do PCC, ela teria utilizado estabelecimentos comerciais na área de beleza, imóveis e uma empresa pertencente a seu irmão. Seu pai também é suspeito de estar envolvido no esquema.

A prisão de Japa é o desdobramento de uma investigação iniciada em junho de 2023, em Praia Grande. Ela foi capturada em sua residência, localizada no Tatuapé, zona leste da capital paulista. Durante a operação, os policiais apreenderam mais de R$ 1 milhão, além de 50 mil dólares (equivalente a cerca de R$ 250 mil).

Foto: Reprodução/TV Bandeirantes

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco