Cadeiras de uma idosa de 72 anos -

Mulher é presa por suspeita de trocar crack por objetos furtados no litoral de São Paulo

Uma mulher de 36 anos foi detida sob a acusação de receptação após ser encontrada na posse de duas cadeiras de balanço, que haviam sido furtadas da residência de uma senhora de 72 anos em Cajati, litoral sul de São Paulo. Segundo informações da Polícia Civil, a suspeita, cujo nome não foi divulgado, teria trocado as cadeiras por duas pedras de crack.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

O caso veio à tona após a vítima registrar o furto na delegacia local, desencadeando uma investigação que levou os policiais civis até a residência da suspeita. Um mandado de busca e apreensão foi expedido, resultando na localização dos objetos furtados na casa da acusada, situada no bairro Bico do Pato.

Durante o depoimento, a mulher admitiu ter adquirido as cadeiras em uma troca com um homem, que teria aceitado as pedras de crack como forma de pagamento. Além disso, durante a busca na residência da suspeita, as autoridades encontraram um caderno contendo anotações relacionadas ao tráfico de drogas.

Solto e presa

O suspeito pelo furto tem 37 anos, ele foi identificado e indiciado pelo crime, mas não foi preso. Já a receptadora segue atrás das grades, de acordo com a polícia. A defesa de ambos não foi localizada. O espaço segue aberto para manifestações.

As duas cadeiras de balanço foram apreendidas e devolvidas à senhora de 72 anos.

Com população estimada em pouco mais de 28 mil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Cajati registrou 63 furtos em geral, entre janeiro e março deste ano e sete roubos, de acordo com dados da Secretaria da Segurança Pública paulista.

Fonte: Metrópoles

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco