Pais de um bebê -

Mulher é agredida por marido após tirar medida protetiva contra ele

Em um episódio chocante de violência doméstica, uma jovem auxiliar de enfermagem identificada como Eimy, de 22 anos, foi brutalmente agredida pelo marido, Breno, no quarto do casal. O momento angustiante foi registrado por Eimy, que busca justiça diante da série de abusos que tem enfrentado.

Foto: Reprodução// TV Record

O casal, unido há três anos e pais de um bebê de apenas 8 meses, vem enfrentando um histórico de violência, que persistiu mesmo após a chegada do filho. Eimy revelou que Breno sempre foi agressivo, resultando na obtenção de uma medida protetiva. Apesar disso, ela optou por dar uma segunda chance ao relacionamento. Contudo, a última agressão deixou Eimy com lesões graves nos órgãos internos, levando-a a deixar o lar conjugal após ser violentada.

O suspeito, Breno, foi detido, mas surpreendentemente liberado em audiência de custódia. Em trocas de mensagens, ele admite as agressões, justificando-se ao alegar ter sido também vítima de violência por parte da ex-esposa.

Detalhes perturbadores revelam que uma das agressões ocorreu apenas quinze dias após o parto do filho do casal, conforme informações do Balanço Geral SP, da Record TV. O caso levanta questionamentos sobre a eficácia do sistema de proteção às vítimas de violência doméstica e destaca a urgência de uma resposta adequada por parte das autoridades.

O desfecho dessa trama angustiante permanece incerto, enquanto a sociedade clama por medidas mais rigorosas e eficazes na prevenção e combate à violência contra a mulher.

Assista:

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco