Sonhava em ser mãe -

Jovem morta pelo namorado que fez live estava grávida; vídeo

A jovem de 19 anos assassinada pelo namorado em Araçatuba, no interior de São Paulo, estava grávida do criminoso. O homem, após matar a vítima, fez uma transmissão ao vivo enquanto a polícia tentava entrar no local e negociava a rendição. Em confronto, ele foi baleado e morto. As informações são do SBT News.

Uma tia de Karen Vitória Mariano Pereira confirmou que jovem morta na última 6ª feira (19/05) estava grávida de Givanildo Freitas dos Santos, de 43 anos. A vítima fez um teste pouco tempo antes do crime e outra informação veio à tona: Karen já tinha sido agredida pelo assassino. 

Foto: Reprodução / SBT

Segundo a parente, a jovem tinha o sonho de ser mãe e era apegada à filha de uma amiga. Já um vídeo publicado nas redes sociais mostra Karen com ferimentos, após ser agredida pelo namorado, com ferimentos nas mãos, braços e pescoço. O agressor seria Givanildo. Uma amiga da vítima também afirmou que a vítima pode ter sido torturada e estuprada um dia antes de ser morta, mas essa informação não foi confirmada oficialmente. 

O feminicídio foi cometido no apartamento dele. Após a morte, Givanildo fez uma transmissão ao vivo em uma rede social durante a negociação com a polícia. É possível ver marcas de sangue em um colchão usado como "barricada" para impedir a entrada dos agentes. 

O homem pediu para "ser executado" e a gravação termina antes da morte. Segundo o boletim de ocorrência, Givanildo tentou pegar a arma de um policial e foi morto com dois tiros. Ele deixou mensagens de despedida em uma rede social. Karen foi enterrada na cidade de Lins, onde vivia a família dela.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco