Por meio do Grindr -

Homem esfaqueia influencer após marcar encontro por app de relacionamento

Um homem de 27 anos, identificado como Marinaldo Santos (foto em destaque), foi preso após esfaquear um influenciador digital, de 26 anos, no Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil do DF (PCDF), Marinaldo havia marcado um encontro com a vítima por meio do Grindr, um aplicativo de encontros voltado ao público LGBTQIAP+. As informações são do Metrópoles

Foto: ReproduçãoHomem esfaqueia influencer após marcar encontro por app de relacionamento
Homem esfaqueia influencer após marcar encontro por app de relacionamento

O caso ocorreu em 13 de maio. Entre as 4h e as 5h da madrugada, Marinaldo — que no app se identificava como Felipe — se encontrou com o influenciador em uma lanchonete nas imediações do Taguaparque.

Segundo as investigações, ele entrou no carro da vítima e os dois passaram a se beijar. Em seguida, saíram à procura de um “local mais discreto” e entraram em uma das ruas da Vila São José, em Vicente Pires.

No local, de acordo com a PCDF, Marinaldo tentou ter relações sexuais com o influencer — que se recusou. Diante da negativa, Marinaldo teria começado a agredir e ameaçar o influenciador, lhe desferindo socos e exigindo que ele lhe entregasse o celular.

Marinaldo, então, esfaqueou o homem no braço e tomou o smartphone dele. Ao ver o estado em que o influenciador estava – e percebendo que a vítima gritava por ajuda – Marinaldo largou o aparelho e fugiu.

A vítima conseguiu pedir ajuda e precisou ser levada ao hospital, onde foi atendida e medicada. Após o crime, o homem verificou que a conta em que ele havia entrado em contato com Marinaldo havia sido excluída do app.

O carro em que o caso ocorreu foi encaminhado para perícia e, durante análise papiloscópica, foram descobertas impressões digitais que possibilitaram a identificação do autor.

Marinaldo foi preso nesta terça-feira (23/5), por agentes da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires).

Ficha criminal

Segundo a PCDF, Marinaldo tem uma extensa ficha policial. Ele já foi investigado por furto, tráfico de drogas, associação para o crime de tráfico de drogas, extorsão mediante sequestro, lesão corporal, resistência e roubo tentado.

Após a identificação de Marinaldo como autor do crime, a Justiça deferiu o pedido de prisão preventiva. Com a autorização, os agentes da 38ª DP o encontraram em uma clínica para dependentes químicos, em Valparaiso de Goiás, Entorno do DF. Lá, ele recebeu a voz de prisão e foi conduzido à delegacia.

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco