Crime registrado no Rio de Janeiro -

Após esquecer de ligar o pisca-alerta idosa é baleada por traficantes

Uma mulher idosa, de 77 anos, foi vítima de um disparo na cabeça por não ter acionado o pisca-alerta de seu veículo ao atravessar uma área sob influência do tráfico de drogas. Com informações do SBT News.

Foto: Reprodução

O incidente ocorreu na Praça Seca, na zona oeste do Rio de Janeiro (RJ), uma área notoriamente conhecida como "Praça da Guerra" devido à alta incidência de criminalidade.

Mesmo após o tiro atingir a cabeça de Elisa Viera Vaz, ela conseguiu sobreviver. O marido da vítima, Antônio Vaz, relatou que Elisa costumava tomar um atalho da região do Tanque até a Barra da Tijuca, passando pela área da favela da Chacrinha. Foi nesse trajeto que ela foi surpreendida por homens armados.

De acordo com Antônio, a esposa afirmou que os criminosos não deram ordens para que ela parasse o carro. Portanto, Elisa prosseguiu e ouviu os disparos. Um deles acabou atingindo sua cabeça, pois ela não estava ciente de que era necessário acionar o pisca-alerta ao atravessar aquele local e não abaixou o vidro.

Após o tiro, um dos traficantes até pediu desculpas e orientou que ela fosse conduzida até a rua principal para receber ajuda. Antônio explicou: "Os indivíduos chegaram em uma moto e disseram: 'tia, não queríamos atingi-la, por que a senhora não parou?'. Ela não percebeu que alguém queria que ela parasse e pediram a um motorista de caminhão que a socorresse."

Elisa Vieira foi levada para a Unidade de Pronto-Atendimento do Campinho, que fica a uma curta distância do local do incidente. Devido à violência na região, os moradores realizaram protestos e clamaram por justiça.

Fonte: SBT News

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco