Trabalhos de relevância · 12/11/2021 - 18h14 | Última atualização em 12/11/2021 - 18h16

Quilombolas homenageados falam sobre o Encontro de Formação de Multiplicadores


Compartilhar Tweet 1



Aconteceu nesta sexta-feira (12/11)  a abertura do 1º Encontro de Formação de Multiplicadores de Lideranças Quilombolas do Piauí, que reúne lideranças de mais de 100 comunidades tradicionais quilombolas do Estado, no Auditório do Hotel Cajuína Avenida. O evento ocorre no mês da Consciência Negra e conta com diversas premiações à lideres quilombolas que fizeram trabalhos de relevância na luta para a conquista de direitos das comunidades.  

Manoel Felix, do quilombo dos Macacos em São Miguel do Tapuio, que foi um dos homenageados disse em entrevista ao 180graus que espera uma construção muito importante após esse encontro com seus companheiros de batalha. Manoel declarou ainda que ser homenageado durante o evento não é um motivo de orgulho, pois entrou na luta para defender direitos que deveriam ser essenciais à todos, pois todos são seres humanos.

“São através desses encontros que a gente consegue, embora seja uma caminhada muito extensa, porque eu tenho 27 anos de luta, essa caminhada é pra a gente ter ao menos um pouco da nossa liberdade e nossos direitos”, declarou Manoel.

Manoel Félix sendo entrevistado pelo 180graus
Manoel Félix sendo entrevistado pelo 180graus 

O quilombola Ruimar Batista, que também foi homenageado durante o evento, afirmou: “É um reconhecimento desse trabalho que a gente tem desde os anos 80, de procurar fazer o mapeamento e buscar políticas públicas para as comunidades quilombolas do Piauí”. Ruimar afirmou ainda que os quilombolas irão sair desse evento com seus conhecimentos mais evoluídos e que estarão cada vez mais em busca de seus direitos, pois serão os novos multiplicadores.

Ruimar Batista
Ruimar Batista 

Durante os dois dias (sexta-feira - 12 e sábado - 13) do 1º Encontro de Formação de Multiplicadores, as lideranças quilombolas participantes debaterão temas como a regularização fundiária, produção e assistência técnica nos territórios, legislações, impactos ambientais de grandes projeto em desenvolvimento e educação quilombola, dentre outros.

Comentários