Pesquisa em 192 cidades · 03/12/2017 - 10h36

Datafolha | Presidente Temer é reprovado por 71% dos entrevistados


Compartilhar Tweet 1



A pesquisa do instituto Datafolha divulgada neste domingo (3) pelo jornal Folha de S.Paulo aponta que o governo do presidente da República, Michel Temer (PMDB), é considerado ruim/péssimo por 71% dos entrevistados. Os que consideram o governo como regular são 23%, seguido de ótimo/bom com 5% e 1% respondeu que não sabe.

O Datafolha realizou 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

O estudo indica que o nível de confiança da pesquisa é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

    Foto: Alan Santos/PR

PESQUISA ANTERIORES

No final de setembro, a pesquisa do sobre a aprovação do governo Temer apontou que 73% o consideravam ruim ou péssimo; 20% o consideravam regular; 5% bom ou ótimo; e 2% não souberam opinar.

Em junho, o Datafolha indicou que 69% o consideravam ruim ou péssimo; 23% avaliavam o governo como regular; e que 7% o consideravam bom ou ótimo; 2% não souberam opinar.


Fonte: Notícias ao Minuto
Primeiro e segundo turno · 02/12/2017 - 18h40 | Última atualização em 03/12/2017 - 10h41

Datafolha | Lula lidera em todos os cenários, com Jair Bolsonaro em segundo


Compartilhar Tweet 1



A Folha de São Paulo divulgou nesta tarde de sábado (02/12) dados da mais recente pesquisa Datafolha, com intenção de voto para presidente da República.

No levantamento, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado Jair Bolsonaro (PSC) aparecem respectivamente em primeiro e segundo lugar, quando juntos no mesmo cenário de pesquisa.

    Foto: Fábio Carvalho/180graus

1º Cenário
Lula (PT) - 34%
Jair Bolsonaro (PSC) - 17%
Marina Silva (Rede) - 9%
Geraldo Alckmin (PSDB) - 6%
Ciro Gomes (PDT) - 6%
Joaquim Barbosa - 5%
Álvaro Dias (Podemos) - 3%
Manuela D'Ávila (PCdoB) - 1%
Michel Temer (PMDB) - 1%
Henrique Meireles (PSD) - 1%
Paulo Rabello de castro (PSC) - 1%
Branco/Nulo/Nenhum - 12%
Indecisos - 2%

A pesquisa Datafolha foi feita nos dias 29 e 30 de novembro de 2017. Foram realizadas 2.765 entrevistas em 68 municípios, com margem de erro máxima de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

- Imagens: Reprodução/Folha de SP

Segundo turno
Nas simulações para o segundo turno - clique para ver aqui - o ex-presidente Lula também lidera em todas as simulações, seja contra Alckmin, Marina ou Bolsonaro.

Veja mais números da pesquisa · 27/09/2017 - 18h06 | Última atualização em 27/09/2017 - 18h09

BrVox/Campo Maior-PI | Administração do prefeito Ribinha é aprovada por 56%


Compartilhar Tweet 1



O prefeito Ribinha, de Campo Maior, alcançou 56,88% de aprovação entre os entrevistados no município, no dia 19 de setembro, pelo Instituto BrVox. O petista está no primeiro mandato, eleito com apoio de seu antecessor, Paulo Martins (PP), e após nove meses à frente do Executivo, tenta melhorar o trabalho de gestão em favor dos campomaiorenses.

Apesar de ter a maioria a seu favor, 33,13% disseram que não aprovam Ribinha. 10% não souberam ou não quiseram responder.

Na avaliação, 35,94% disseram considerar o trabalho do prefeito como Regular. É Bom para 27,81%. 14,37% consideram Péssimo. É Ruim na opinião de 13,44%, e Ótimo para 5,63%. 2,19% responderam Não Sabe/Não Opina, e indecisos foram 0,63%.

Em relação à primeira-dama Nilzana Gomes, atual secretária de Assistência Social e Geração de Renda (Semas), 35,31% disseram aprovar sua forma de trabalhar. Já 28,44% disseram que não aprovam. Indecisos somaram 36,25%.

Medida ainda a aprovação do presidente da Câmara, vereador Fernando Miranda (PT). Dos entrevistados, 48,44% disseram que aprovam, 31,25% responderam que Não Aprovam, e indecisos somaram 20,31%.

MELHOR ADMINISTRADOR

Em questionamento estimulado, citando o atual prefeito Ribinha e os dois últimos ex-prefeitos de Campo Maior, Joãozinho Félix e Paulo Martins, 40,63% responderam que consideram Joãozinho como o melhor, em comparação ao trabalho dos demais. para 23,44%, o melhor é Ribinha. Outros 20.94% apontam Paulo como o melhor. Não Sabe/Não Opina foram 15%.


DEPUTADO FEDERAL E ESTADUAL

O Blog Pesquisa Eleitoral traz nesta quarta-feira (27/09), novos números da pesquisa BrVox realizada na cidade de Campo Maior, neste mês de setembro. São os resultados da sondagem feita com os 320 eleitores entrevistados, relativos à disputa para deputado federal e estadual, que acontece no próximo ano, elencando nomes que aparecem como pré-candidatos.

Em levantamento estimulado, o ex-prefeito Paulo Martins (PT), hoje presidente da Fundespi, aparece com 22,19% da preferência dos entrevistados, caso concorra a uma vaga na Câmara Federal. Em segundo aparece o empresário Devan Eugênio, com 15,63%. É seguido dos deputados federais licenciados Rejane Dias (PT) e Fábio Abreu (PTB), respectivamente com 14.06% e 12,19%.

Heráclito Fortes (PSB), com 5,94%, Iracema Portela (PP) soma 5%, Assis Carvalho (PT), 2,19%, e Merlong Solano (PT), 0,31%. Dos entrevistados, 6,88% respondeu Não Sabe/Não Opina, e 15,63% disse Nenhum/Nulo/Branco.

Na preferência dos eleitores entre Paulo Martins e Devan Eugênio, o petista lidera com pouca vantagem, somando 41,56%. Já 34,06% disseram que votariam no empresário para deputado federal em 2018. Não Sabe, Não Opina foi 11,25%, e Indecisos 13,13%.

Entre Joãozinho Félix e Devan Eugênio, a margem é praticamente a mesma, com 42,81% respondendo que votariam no ex-prefeito, e 35% sinalizando preferência de voto pelo empresário. Não Sabe, Não Opina foram 9,38%, e indecisos 12,81%.

Medida a preferência entre Joãozinho e Paulo na intenção de voto para deputado federal, o primeiro aparece com 43,44%, contra 38,75%. Não Sabe, Não Opina somaram 5,31%, e indecisos, 12,5%.

O BrVox perguntou também aos eleitores de Campo Maior, em quem votariam caso os candidatos fossem apenas Paulo Martins, Devan Eugênio, e o hoje suplente Flávio Nogueira (PDT), cuja pré-candidatura à Câmara é apoiada por Antônio Félix. O ex-prefeito petista somou 36,25%, contra 27,81% de Devan, e 17,5% para Nogueira. Não Sabe, Não Opina, somaram 8,13%, e indecisos, 10,31%.

Sobre a possibilidade de Devan Eugênio tentar uma vaga na Câmara Federal, 48,75% disseram que votariam no empresário, caso ele de fato enfrente a disputa nas urnas em 2018. 29,38% disseram que não e 15,31%, que talvez. 6,56% responderam que não conhecem Devan.

FAMÍLIA FÉLIX

O instituto questionou os entrevistados, dos irmãos Félix, consideram como o maior líder da família. 46,25% responderam que é Joãozinho. Já 22,81% acreditam que o maior líder entre os três é Antônio Félix. O empresário José Luis Félix somou 15%. Indecisos foram 15,94%.

DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento estimulado entre os principais pré-candidatos a deputado estadual, Antônio Félix, que deve disputar a reeleição, aparece com 28,13%. Devan Eugênio somou 16,25%. Seguem Aluísio Martins, com 13,75%, Fernando Miranda, com 8,13%, Dra Liège, somando 3,44%, Marden Menezes, preferência de 3,13%.

Sondados ainda os nomes de  Raimundo Pereira, com 1,56%, da primeira-dama Nilzana Gomes, somando 1,25%, Fábio Xavier (PTB), com 0,94%, Júlio Arcoverde (PP) e Warton Lacerda (PT) não pontuaram. Não Sabe/Não Opina foram 7,81%, e indecisos 15,63%.

No questionamento sobre qual dos deputados estaduais, que são de Campo Maior, é o mais atuante, Antônio Félix (PSD) leva a melhor entre os entrevistados com 47,19%, contra 33,44% daqueles que apontaram Aluísio Martins (PT). Indecisos foram 6,88%, e 12,5% disse que nenhum dos dois.


AVALIAÇÃO DOS VEREADORES DE CAMPO MAIOR

Os parlamentares Fernando Miranda (PT), presidente da Casa Legislativa, e Edvaldo Lima (SD), líder da bancada aliada ao prefeito Ribinha (PT), aparecem tecnicamente empatados no questionamento de quem é o melhor vereador de Campo Maior.

O petista tem ligeira vantagem, obtendo 10,63% pontos no levantamento. Edvaldo Lima e o melhor na opinião de 10,31%. 

Para 7,5% dos entrevistados, é a jovem Gabiela Pinho (PROS), a melhor vereadora.

Seguem os nomes de Manin Pereira (PT do B), somando 4,38%; Sílvia do Caú (PV), com 4,06%; Paiva Lasqueirão (PPS), que obteve 3,75%; e Neto dos Corredores (PDT), com 3,13%.

Em seguida os vereadores Luis Lima (PT do B), com 2,81%; João Maroca (PT), com 2,19%; Geraldo Paz (PROS), com 1,88%; e Hamilton Segundo (PP), Sena Rosa (PSB), e Daniel Soares (PSB), cada um com 1,56%.

Não Sabe/Não Opina foram 18,13%, e os que responderam Nenhum foram 26,56%.


QUEM RIBINHA DEVE APOIAR?

Na pesquisa realizada pelo Instituto BrVox na cidade de Campo Maior, os eleitores foram questionados sobre quem, dentre os aliados do prefeito Ribinha (PT), deveria ser candidato a deputado estadual em 2018.

A maioria de 34,06% disse que o possível candidato da prefeitura deveria ser Aluísio Martins (PT), neste caso, na disputa pela reeleição. Seria uma boa dobradinha com o irmão Paulo Martins (PT), que sinaliza pré-candidatura para deputado federal.

Para 22,81% dos entrevistados, o vereador Fernando Miranda (PT), presidente da Câmara de Campo Maior, é quem deve ser o nome apoiado pela prefeitura.

Já primeira-dama Nilzana Gomes é preferência de 6,56%. 12,81% responderam Não Sabe ou Não Opina, e 23,75% disseram Nenhum.

Mais detalhes da pesquisa BrVox, realizada dia 19 de setembro, ouvindo 320 pessoas, sairão em breve.

O levantamento tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

 


Compartilhar Tweet 1



O Blog Pesquisa Eleitoral traz nesta quarta-feira (27/09), novos números da pesquisa BrVox realizada na cidade de Campo Maior, neste mês de setembro. São os resultados da sondagem feita com os 320 eleitores entrevistados, relativos à disputa para deputado federal e estadual, que acontece no próximo ano, elencando nomes que aparecem como pré-candidatos.

Em levantamento estimulado, o ex-prefeito Paulo Martins (PT), hoje presidente da Fundespi, aparece com 22,19% da preferência dos entrevistados, caso concorra a uma vaga na Câmara Federal. Em segundo aparece o empresário Devan Eugênio, com 15,63%. É seguido dos deputados federais licenciados Rejane Dias (PT) e Fábio Abreu (PTB), respectivamente com 14.06% e 12,19%.

Heráclito Fortes (PSB), com 5,94%, Iracema Portela (PP) soma 5%, Assis Carvalho (PT), 2,19%, e Merlong Solano (PT), 0,31%. Dos entrevistados, 6,88% respondeu Não Sabe/Não Opina, e 15,63% disse Nenhum/Nulo/Branco.

Na preferência dos eleitores entre Paulo Martins e Devan Eugênio, o petista lidera com pouca vantagem, somando 41,56%. Já 34,06% disseram que votariam no empresário para deputado federal em 2018. Não Sabe, Não Opina foi 11,25%, e Indecisos 13,13%.

Entre Joãozinho Félix e Devan Eugênio, a margem é praticamente a mesma, com 42,81% respondendo que votariam no ex-prefeito, e 35% sinalizando preferência de voto pelo empresário. Não Sabe, Não Opina foram 9,38%, e indecisos 12,81%.

Medida a preferência entre Joãozinho e Paulo na intenção de voto para deputado federal, o primeiro aparece com 43,44%, contra 38,75%. Não Sabe, Não Opina somaram 5,31%, e indecisos, 12,5%.

O BrVox perguntou também aos eleitores de Campo Maior, em quem votariam caso os candidatos fossem apenas Paulo Martins, Devan Eugênio, e o hoje suplente Flávio Nogueira (PDT), cuja pré-candidatura à Câmara é apoiada por Antônio Félix. O ex-prefeito petista somou 36,25%, contra 27,81% de Devan, e 17,5% para Nogueira. Não Sabe, Não Opina, somaram 8,13%, e indecisos, 10,31%.

Sobre a possibilidade de Devan Eugênio tentar uma vaga na Câmara Federal, 48,75% disseram que votariam no empresário, caso ele de fato enfrente a disputa nas urnas em 2018. 29,38% disseram que não e 15,31%, que talvez. 6,56% responderam que não conhecem Devan.

FAMÍLIA FÉLIX

O instituto questionou os entrevistados, dos irmãos Félix, consideram como o maior líder da família. 46,25% responderam que é Joãozinho. Já 22,81% acreditam que o maior líder entre os três é Antônio Félix. O empresário José Luis Félix somou 15%. Indecisos foram 15,94%.

DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento estimulado entre os principais pré-candidatos a deputado estadual, Antônio Félix, que deve disputar a reeleição, aparece com 28,13%. Devan Eugênio somou 16,25%. Seguem Aluísio Martins, com 13,75%, Fernando Miranda, com 8,13%, Dra Liège, somando 3,44%, Marden Menezes, preferência de 3,13%.

Sondados ainda os nomes de  Raimundo Pereira, com 1,56%, da primeira-dama Nilzana Gomes, somando 1,25%, Fábio Xavier (PTB), com 0,94%, Júlio Arcoverde (PP) e Warton Lacerda (PT) não pontuaram. Não Sabe/Não Opina foram 7,81%, e indecisos 15,63%.

No questionamento sobre qual dos deputados estaduais, que são de Campo Maior, é o mais atuante, Antônio Félix (PSD) leva a melhor entre os entrevistados com 47,19%, contra 33,44% daqueles que apontaram Aluísio Martins (PT). Indecisos foram 6,88%, e 12,5% disse que nenhum dos dois.


AVALIAÇÃO DOS VEREADORES DE CAMPO MAIOR

Os parlamentares Fernando Miranda (PT), presidente da Casa Legislativa, e Edvaldo Lima (SD), líder da bancada aliada ao prefeito Ribinha (PT), aparecem tecnicamente empatados no questionamento de quem é o melhor vereador de Campo Maior.

O petista tem ligeira vantagem, obtendo 10,63% pontos no levantamento. Edvaldo Lima e o melhor na opinião de 10,31%. 

Para 7,5% dos entrevistados, é a jovem Gabiela Pinho (PROS), a melhor vereadora.

Seguem os nomes de Manin Pereira (PT do B), somando 4,38%; Sílvia do Caú (PV), com 4,06%; Paiva Lasqueirão (PPS), que obteve 3,75%; e Neto dos Corredores (PDT), com 3,13%.

Em seguida os vereadores Luis Lima (PT do B), com 2,81%; João Maroca (PT), com 2,19%; Geraldo Paz (PROS), com 1,88%; e Hamilton Segundo (PP), Sena Rosa (PSB), e Daniel Soares (PSB), cada um com 1,56%.

Não Sabe/Não Opina foram 18,13%, e os que responderam Nenhum foram 26,56%.


QUEM RIBINHA DEVE APOIAR?

Na pesquisa realizada pelo Instituto BrVox na cidade de Campo Maior, os eleitores foram questionados sobre quem, dentre os aliados do prefeito Ribinha (PT), deveria ser candidato a deputado estadual em 2018.

A maioria de 34,06% disse que o possível candidato da prefeitura deveria ser Aluísio Martins (PT), neste caso, na disputa pela reeleição. Seria uma boa dobradinha com o irmão Paulo Martins (PT), que sinaliza pré-candidatura para deputado federal.

Para 22,81% dos entrevistados, o vereador Fernando Miranda (PT), presidente da Câmara de Campo Maior, é quem deve ser o nome apoiado pela prefeitura.

Já primeira-dama Nilzana Gomes é preferência de 6,56%. 12,81% responderam Não Sabe ou Não Opina, e 23,75% disseram Nenhum.

Mais detalhes da pesquisa BrVox, realizada dia 19 de setembro, ouvindo 320 pessoas, sairão em breve.

O levantamento tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

 


Compartilhar Tweet 1



Em novos números da mais recente pesquisa BrVox realizada em Campo Maior, o 180graus traz agora a avaliação entre os membros da Câmara de Vereadores.

Os parlamentares Fernando Miranda (PT), presidente da Casa Legislativa, e Edvaldo Lima (SD), líder da bancada aliada ao prefeito Ribinha (PT), aparecem tecnicamente empatados no questionamento de quem é o melhor vereador de Campo Maior.

O petista tem ligeira vantagem, obtendo 10,63% pontos no levantamento. Edvaldo Lima e o melhor na opinião de 10,31%. 

Para 7,5% dos entrevistados, é a jovem Gabiela Pinho (PROS), a melhor vereadora.

Seguem os nomes de Manin Pereira (PT do B), somando 4,38%; Sílvia do Caú (PV), com 4,06%; Paiva Lasqueirão (PPS), que obteve 3,75%; e Neto dos Corredores (PDT), com 3,13%.

Em seguida os vereadores Luis Lima (PT do B), com 2,81%; João Maroca (PT), com 2,19%; Geraldo Paz (PROS), com 1,88%; e Hamilton Segundo (PP), Sena Rosa (PSB), e Daniel Soares (PSB), cada um com 1,56%.

Não Sabe/Não Opina foram 18,13%, e os que responderam Nenhum foram 26,56%.


Na pesquisa realizada pelo Instituto BrVox na cidade de Campo Maior, os eleitores foram questionados sobre quem, dentre os aliados do prefeito Ribinha (PT), deveria ser candidato a deputado estadual em 2018.

A maioria de 34,06% disse que o possível candidato da prefeitura deveria ser Aluísio Martins (PT), neste caso, na disputa pela reeleição. Seria uma boa dobradinha com o irmão Paulo Martins (PT), que sinaliza pré-candidatura para deputado federal.

Para 22,81% dos entrevistados, o vereador Fernando Miranda (PT), presidente da Câmara de Campo Maior, é quem deve ser o nome apoiado pela prefeitura.

Já primeira-dama Nilzana Gomes é preferência de 6,56%. 12,81% responderam Não Sabe ou Não Opina, e 23,75% disseram Nenhum.

Mais detalhes da pesquisa BrVox, realizada dia 19 de setembro, ouvindo 320 pessoas, sairão em breve.

O levantamento tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

 

Eleição proporcional de 2018 · 20/09/2017 - 19h02 | Última atualização em 20/09/2017 - 19h48

BrVox/Campo Maior: 34% defende Aluísio como nome apoiado pela prefeitura para Estadual


Compartilhar Tweet 1



Uma pesquisa realizada pelo Instituto BrVox na cidade de Campo Maior, que será divulgada nos próximos dias pelo 180graus, questionou os eleitores sobre quem, dentre os aliados do prefeito Ribinha (PT), deveria ser candidato a deputado estadual em 2018.

A maioria de 34,06% disse que o possível candidato da prefeitura deveria ser Aluísio Martins (PT), neste caso, na disputa pela reeleição. Seria uma boa dobradinha com o irmão Paulo Martins (PT), que sinaliza pré-candidatura para deputado federal.

Para 22,81% dos entrevistados, o vereador Fernando Miranda (PT), presidente da Câmara de Campo Maior, é quem deve ser o nome apoiado pela prefeitura.

Já primeira-dama Nilzana Gomes é preferência de 6,56%. 12,81% responderam Não Sabe ou Não Opina, e 23,75% disseram Nenhum.

Mais detalhes da pesquisa BrVox, realizada dia 19 de setembro, ouvindo 320 pessoas, sairão em breve.

O levantamento tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

 

Veja mais números da pesquisa · 04/08/2017 - 17h22

BrVox em Teresina: 13% apontaram Dudu (PT) como o melhor vereador


Compartilhar Tweet 1



Edilberto Borges, o Dudu (PT), foi apontado o melhor vereador de Teresina em levantamento realizado pelo Instituo BrVox no último dia 17 de julho. Ele somou 13% de preferência entre os entrevistados. Dudu é líder da oposição na Câmara de Vereadores, e tem enfrentado o prefeito Firmino Filho em questões polêmicas, entre elas, a mais recente, no caso envolvendo a tentativa de implementação da taxa de recolhimento de lixo.

A segunda melhor no levantamento foi a vereadora Teresa Britto (PV), com 8,6%. É seguida de Joninha (PSDB), com 4,6%; Graça Amorim (PMB), com 3,4%; Jeová Alencar (PSDB), pontuando em 3,2%; Cida Santiago (PHS), com 2,8%; Edson Melo (PSDB) é o melhor na opinião de 2% dos entrevistados.

Pontuando em 1,6%, cada um, aparecem Caio Bucar (PSD), Enzo Samuel (PC do B), Joaquim do Arroz (PRP), Major Paulo Roberto (SD). Já Aluísio Sampaio (PP), Dr Lázaro (PPS), Pastor Levino (PRB) e Teresinha Medeiros (PSL) aparecem com 1,2%, cada.

Deolindo Moura (PT), Inácio Carvalho (PP), Luiz Lobão (PMDB) e R.Silva (PP) tem 1%, cada. Seguem, com 0,8% cada um, Ítalo Barros (PTC), Neto do Angelim (PSDC), Venâncio (PP), e em seguida José Nito (PMDB), com 0,6%. Somaram 0,4% Fábio Dourado (PEN), Gustavo de Carvalho (PEN), Gustavo Gaioso (PTC), Luís André (PSL), Pedro Fernandes (PRP), Valdemir Virgino (PRP).

Marcos Monteiro (PRTB) e Nilson Cavalcante (PT do B) pontuaram em 0,2%.

Evandro Hidd (PDT) não pontuou.

Indecisos foram 41,4%. O BrVox incluiu na pesquisa os vereadores eleitos e aqueles que assumiram como suplentes. Não foram incluídos na pesquisa os vereadores licenciados Samuel Silveira, José Filho e Ricardo Bandeira, o que será reparado em novo levantamento.
________________________________________

VEJA OUTROS NÚMEROS DA PESQUISA BRVOX EM TERESINA

Na sequência de divulgação da pesquisa BrVox em Teresina, o 180graus traz agora os números da aprovação do governo Michel Temer. Na verdade, reprovação. Perguntados, 92,2% disseram que não aprovam o governo do presidente. Somente 3,8% disseram aprovar o peemedebista.

Indecisos somaram 4%.

Os teresinenses foram questionados ainda sobre a possibilidade de que Luiz Inácio Lula venha a ser candidato em 2018. Neste cenário, 61,2% disseram que votariam no ex-presidente. Outros 35,8% disseram que não votariam. Indecisos foram 3%.

_________________________________

PESQUISA TERESINA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Ainda na série de matérias sobre o levantamento realizado pelo BrVox em Teresina, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado Federal. A sondagem estimulada foi feita com dez nomes que já foram cogitados para a disputa, que acontece no próximo ano, quando serão disputadas duas vagas para compor a bancada, ao lado de Elmano Férrer (PMDB), que ainda tem mais quatro anos de mandato.

Lidera o levantamento é Firmino Filho (PSDB), com 13,9%, que apesar de reiterar seu desejo de concluir o mandato na prefeitura de Teresina, é cortejado pela oposição para compor com a chapa majoritária.

O segundo melhor é o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Sílvio Mendes (PP), somando 9,3%. Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, soma 7,2% das intenções de voto.

Seguem Assis Carvalho (PT), com 5,8%, João Vicente Claudino, somando 5,3%, o ex-governador Wilson Martins (PSB), pontuando em 5,1%. A senadora Regina Sousa (PT), que se depender do seu partido, tentará seguir no cargo, teve 4,7% de preferência.

Robert Rios (PDT) somou 4,5%, Marcelo Castro (PMDB), 2,4% e Júlio César (PSD), 1,6%.

Indecisos foram 20,5% e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 19,7%.

O BrVox mediu ainda a preferência de voto dos teresinense, se entre Ciro Nogueira e Regina Sousa tivesse de escolher apenas um. Aparecem tecnicamente empatados, com leve vantagem para a petista, que somou 28%. O pepista pontuou em 26,6%. Indecisos foram 13,2% e Nenhum/Nulo/Branco, 32,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Assim como em Parnaíba, os entrevistados pelo BrVox em Teresina também foram sondados sobre intenção de voto para 2018, com nomes sondados para a disputa pelo Palácio de Karnak. No questionamento estimulado, 42,8% disseram que pretendem votar no governador Wellington Dias (PT), que deve disputar a reeleição.

Dos demais nomes, o segundo melhor desempenho foi do prefeito Firmino Filho (PSDB), somando 13,2%. É seguido de Elmano Férrer (PMDB), com 7,4%, e Sílvio Mendes (PP), com 6%.

Adiante o ex-governador Wilson Martins (PSB), com 3,8%, João Vicente Claudino, somando 1,2%. Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram em 0,6%, cada. João Henrique Sousa (PMDB) não pontuou na pesquisa. Indecisos foram 7%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 17,4%.

LEVANTAMENTO ESPONTÂNEO
No levantamento espontâneo, quando o entrevistado diz o nome que lhe vem à mente, W.Dias foi citado por 35,2%. Firmino foi mencionado por 6,6%, seguido de Elmano Férrer (3,2%), Wilson Martins (2,2%), Sílvio Mendes (2,2%), Dr.Pessoa (0,6%), e João Vicente Claudino (0,6%).

Citados uma vez, cada um, os nomes de Ciro Nogueira, Silas Freire, Teresa Britto, e inusitadamente de Fernandinho Beira Mar. Indecisos foram 32,6%, e Nenhum/Nulo/Branco, 16%.

CONFRONTOS DIRETOS
O BrVox simulou cenários de possíveis confrontos diretos nas eleições 2018. Nos três, vantagem para o atual governador W.Dias.

Cenário 1
W.Dias ______________ 48,4%
Firmino Filho _________ 24%
Indecisos ____________ 4,2%
Nenhum/Nulo/Branco _ 23,4%

Cenário 2
W.Dias ______________ 55,2%
JVC _________________ 9,2%
Indecisos ____________ 5,4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 30,2%

Cenário 3
W.Dias ______________ 55%
Wilson Martins _______ 13,2%
Indecisos ____________ 4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 27,8%

O BrVox perguntou ainda se os teresinenses votariam de novo no governador, para o seu quarto mandato. 53,6% disseram que sim. 34,2%, que não. 10,2% disseram estar indecisos, e 2% responderam Nenhum/Nulo/Branco. Já em relação ao Partido dos Trabalhadores, 56,6% dos entrevistados disseram que votariam em um candidato da sigla para governador do Piauí. 25,2% disseram que não. Para 12,2%, tanto faz. Indecisos, 6%.

SOBRE O GOVERNO W.DIAS
Comparando o governo do petista, em relação ao de Wilson Martins, 45,2% dos teresinenses entrevistados disseram que melhorou. 38,2% acreditam que está igual. Piorou, na opinião de 13,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 3,4%.

Em relação às ações de W.Dias, 51,2% responderam que o governador trabalha igualmente pela capital e pelo interior. 23,8% acreditam que as ações do petistas estão mais voltadas para o interior do Estado. Somente 10,2% disseram que o governador está mais preocupado em trabalhar pela capital Teresina. Não souberam ou não quiseram opinar foram 14,8%.
____________________________________

PESQUISA TERESINA | SECRETARIADO DE W.DIAS

Os teresinenses entrevistados pelo BrVox em Teresina avaliaram ainda a equipe de secretariado do governador Wellington Dias. E mesmo sendo a falta de segurança uma das maiores queixas da população na capital, foi o secretário da área, Capitão Fábio Abreu, o considerado o melhor dentre os nomes do primeiro escalão, pontuando em 27,6%.

A gestora da Educação, Rejane Dias, é a melhor na opinião de 7,8%. Fábio Novo, da secretaria de Cultura, é o melhor para 3,4% dos entrevistados, mesmo percentual daqueles que apontaram Franzé Silva, secretário de Administração, como o melhor da equipe montada por W.Dias.

Seguem Florentino Neto (Saúde) e Rafael Fonteles (Fazenda), com 2,8%, Merlong Solano (Governo), somando 2,6%, Antônio Neto (Planejamento) e Daniel Oliveira (Justiça), pontuando em 1,4%.

Gestor do Turismo, Flávio Nogueira Jr é o melhor para 1% dos entrevistados. Pastor Gessivaldo, da Secretaria de Trabalho e Emprego, somou 0,8%. Francisco Lima (SDR), Guilhermano Pires (Transporte), Mauro Eduardo (Seid), Zé Santana (Sasc) e Ziza Carvalho (Meio Ambiente), pontuaram em 0,4%, cada.

Na opinião de 0,2%, para cada um, os melhores são Janainna Marques (Seinfra) e Nerinho (Tecnologia). Fábio Xavier, secretário de Cidades, Hélio Isaías, secretário de Defesa Civil e Luís Coelho, secretário de Mineração, não pontuaram na pesquisa.

Não souberam ou não quiseram opinar, foram 42,6%.

AVALIAÇÃO | REJANE DIAS
Em separado, os entrevistados avaliaram o trabalho da secretária de Educação Rejane Dias. Foi considerado Bom por 35,6%, Ótimo para 31%, Regular na opinião de 9,4% dos entrevistados. É Ruim para 6,6%, e péssimo para 6,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 11,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA - AVALIAÇÃO DEPUTADOS FEDERAIS

Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



_________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE FIRMINO

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.
________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Pesquisa para deputado · 03/08/2017 - 17h22 | Última atualização em 03/08/2017 - 17h30

BrVox/C.Maior: Devan Eugênio pode desistir de Federal e ir para Estadual


Compartilhar Tweet 1



O deputado estadual Antônio Félix (PSD) é quem lidera nas intenções de voto em pesquisa estimulada, realizada pelo Instituto BrVox, na cidade de Campo Maior. Entre os nomes que despontam como possíveis candidatos à disputa pela Assembleia Legislativa do Piauí, ele somou 35% de preferência entre os 320 eleitores entrevistados no município, durante os dias 14 e 15 de julho.

O segundo melhor a pontuar na pesquisa, com 11,88%, é Aluísio Martins (PT). Mas o irmão do ex-prefeito Paulo Martins é seguido de perto pelo empresário Devan Eugênio, com 9,69%. Desempenho que pode levá-lo a repensar a possível candidatura para a Câmara Federal, como especula-se no município.

Na pesquisa são sondados ainda os nomes de Dra. Liége, que soma 6,25%, Dr. Marco Pereira, com 5,94%, Raimundo Pereira, pontuando em 3,75%, e Dr. Ribamar Coelho, com 3,13%. Edvaldo Lima aparece com 1,56%, e Fábio Xavier, 0,63%. Warton Lacerda não pontuou na pesquisa. Indecisos são 7,81% e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco 14,37%.

Quando medida a preferência entre Antônio Félix (PSD) e Aluísio Martins (PT), o primeiro aparece com 53,75% contra 21,25%. Entre os dois, 14,37% disseram não saber ou não quiseram opinar. 10,63% disse que não votaria em nenhum.

Em relação aos números para deputado federal, Joãozinho Félix lidera a disputa com 29,38%. O ex-prefeito Paulo Martins tem 19,69% de preferência. É seguido de Rejane Dias, com 9,06% e Fábio Abreu, com 7,19%. Devan Eugênio aparece em quinto, com 5,94%.

No mesmo levantamento estimulado medidos ainda os desempenhos de Iracema Portella, com 4,06% de preferência, Heráclito Fortes, somando 3,75%, Assis Carvalho, com 3,13%, além de Alex Mamede e Merlong Solano, pontuando em 0,31% cada. Indecisos foram 6,88%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10,31%.

Medida a preferência de voto para deputado federal entre Paulo Martins e Devan Eugênio, o petista aparece com 37,5% contra 28,44% do empresário. Indecisos foram 15,63%, e 18,44% disseram não votar em nenhum. O BrVox também mediu a preferência entre Joãozinho Félix e Paulo Martins, com vantagem para o primeiro, pontuando em 48,13%, contra 29,38% de preferência do petista. 12,19% foram indecisos, e 10,31% responderam que não votariam em nenhum.

Joãozinho também lidera em preferência contra Paulo e Devan Eugênio. Quando os eleitores foram questionados se, nas eleições para deputado federal, fossem apenas estes os candidatos, 44,06% disseram que votariam no Félix. Martins obtém 25,62% de preferência. E Devan, 13,44%. 10% dizem que não sabem ou não quiseram opinar, e 6,88% disseram que não votariam em nenhum.

Abordado pelo 180graus sobre os números da pesquisa, e questionado se o bom desempenho no levantamento o faria reavaliar a possibilidade da candidatura a deputado estadual, Devan Eugênio disse que é cedo demais para pensar desta forma.

- Devan Eugênio tem conquistado espaço nas redes sociais com o programa online Eugênio Show, o que tem aumentado sua popularidade na cidade de Campo Maior

Confirmou que está recebendo convites de alguns partidos, mas pondera que este possa não ser o momento exato para definições. “Posso nem ser candidato”, diz, ponderando questões como reforma política. Acrescenta ainda que há muita gente antecipando a campanha.

A exemplo desta suposta antecipação, adversários de Paulo Martins têm acompanhado as movimentações do ex-prefeito durante este ano. Do carnaval, por exemplo, alguns guardaram fotos do bloco “Campo Maior é Federal”, patrocinado por Paulo, em busca de uma brechinha ou possibilidade de acionar o possível candidato a deputado federal por propaganda antecipada.

Do outro lado, entre os Félix, não há garantia de que os irmãos possam se apoiar numa possível dobradinha. Enquanto Antônio sinaliza para o apoio a Flávio Nogueira, Joãozinho dá indícios de que possa ajudar Paes Landim. E quanto mais próximo da pré-campanha, os desentendimentos podem ampliar ainda mais. Sem contar que os aliados de Antônio Félix estão preocupados com a possibilidade de que ele sequer seja candidato, devido problemas de saúde relacionados à visão do deputado.

Antônio Félix inclusive, assim como Aluísio, perdem a cadeira na Alepi em março do ano que vem, já que na condição de suplentes terão de deixar o parlamento com a volta dos titulares ao cargo.

A pesquisa BrVox de Campo Maior tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%

Veja todos os levantamentos · 31/07/2017 - 09h00

BrVox/THE: 92% reprovam governo Michel Temer;61% votariam em Lula


Compartilhar Tweet 1



Encerrando a sequência de divulgação da pesquisa BrVox em Teresina, o 180graus traz agora os números da aprovação do governo Michel Temer. Na verdade, reprovação. Perguntados, 92,2% disseram que não aprovam o governo do presidente. Somente 3,8% disseram aprovar o peemedebista.

Indecisos somaram 4%.

Os teresinenses foram questionados ainda sobre a possibilidade de que Luiz Inácio Lula venha a ser candidato em 2018. Neste cenário, 61,2% disseram que votariam no ex-presidente. Outros 35,8% disseram que não votariam. Indecisos foram 3%.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
_________________________________

PESQUISA TERESINA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Ainda na série de matérias sobre o levantamento realizado pelo BrVox em Teresina, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado Federal. A sondagem estimulada foi feita com dez nomes que já foram cogitados para a disputa, que acontece no próximo ano, quando serão disputadas duas vagas para compor a bancada, ao lado de Elmano Férrer (PMDB), que ainda tem mais quatro anos de mandato.

Lidera o levantamento é Firmino Filho (PSDB), com 13,9%, que apesar de reiterar seu desejo de concluir o mandato na prefeitura de Teresina, é cortejado pela oposição para compor com a chapa majoritária.

O segundo melhor é o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Sílvio Mendes (PP), somando 9,3%. Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, soma 7,2% das intenções de voto.

Seguem Assis Carvalho (PT), com 5,8%, João Vicente Claudino, somando 5,3%, o ex-governador Wilson Martins (PSB), pontuando em 5,1%. A senadora Regina Sousa (PT), que se depender do seu partido, tentará seguir no cargo, teve 4,7% de preferência.

Robert Rios (PDT) somou 4,5%, Marcelo Castro (PMDB), 2,4% e Júlio César (PSD), 1,6%.

Indecisos foram 20,5% e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 19,7%.

O BrVox mediu ainda a preferência de voto dos teresinense, se entre Ciro Nogueira e Regina Sousa tivesse de escolher apenas um. Aparecem tecnicamente empatados, com leve vantagem para a petista, que somou 28%. O pepista pontuou em 26,6%. Indecisos foram 13,2% e Nenhum/Nulo/Branco, 32,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Assim como em Parnaíba, os entrevistados pelo BrVox em Teresina também foram sondados sobre intenção de voto para 2018, com nomes sondados para a disputa pelo Palácio de Karnak. No questionamento estimulado, 42,8% disseram que pretendem votar no governador Wellington Dias (PT), que deve disputar a reeleição.

Dos demais nomes, o segundo melhor desempenho foi do prefeito Firmino Filho (PSDB), somando 13,2%. É seguido de Elmano Férrer (PMDB), com 7,4%, e Sílvio Mendes (PP), com 6%.

Adiante o ex-governador Wilson Martins (PSB), com 3,8%, João Vicente Claudino, somando 1,2%. Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram em 0,6%, cada. João Henrique Sousa (PMDB) não pontuou na pesquisa. Indecisos foram 7%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 17,4%.

LEVANTAMENTO ESPONTÂNEO
No levantamento espontâneo, quando o entrevistado diz o nome que lhe vem à mente, W.Dias foi citado por 35,2%. Firmino foi mencionado por 6,6%, seguido de Elmano Férrer (3,2%), Wilson Martins (2,2%), Sílvio Mendes (2,2%), Dr.Pessoa (0,6%), e João Vicente Claudino (0,6%).

Citados uma vez, cada um, os nomes de Ciro Nogueira, Silas Freire, Teresa Britto, e inusitadamente de Fernandinho Beira Mar. Indecisos foram 32,6%, e Nenhum/Nulo/Branco, 16%.

CONFRONTOS DIRETOS
O BrVox simulou cenários de possíveis confrontos diretos nas eleições 2018. Nos três, vantagem para o atual governador W.Dias.

Cenário 1
W.Dias ______________ 48,4%
Firmino Filho _________ 24%
Indecisos ____________ 4,2%
Nenhum/Nulo/Branco _ 23,4%

Cenário 2
W.Dias ______________ 55,2%
JVC _________________ 9,2%
Indecisos ____________ 5,4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 30,2%

Cenário 3
W.Dias ______________ 55%
Wilson Martins _______ 13,2%
Indecisos ____________ 4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 27,8%

O BrVox perguntou ainda se os teresinenses votariam de novo no governador, para o seu quarto mandato. 53,6% disseram que sim. 34,2%, que não. 10,2% disseram estar indecisos, e 2% responderam Nenhum/Nulo/Branco. Já em relação ao Partido dos Trabalhadores, 56,6% dos entrevistados disseram que votariam em um candidato da sigla para governador do Piauí. 25,2% disseram que não. Para 12,2%, tanto faz. Indecisos, 6%.

SOBRE O GOVERNO W.DIAS
Comparando o governo do petista, em relação ao de Wilson Martins, 45,2% dos teresinenses entrevistados disseram que melhorou. 38,2% acreditam que está igual. Piorou, na opinião de 13,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 3,4%.

Em relação às ações de W.Dias, 51,2% responderam que o governador trabalha igualmente pela capital e pelo interior. 23,8% acreditam que as ações do petistas estão mais voltadas para o interior do Estado. Somente 10,2% disseram que o governador está mais preocupado em trabalhar pela capital Teresina. Não souberam ou não quiseram opinar foram 14,8%.
____________________________________

PESQUISA TERESINA | SECRETARIADO DE W.DIAS

Os teresinenses entrevistados pelo BrVox em Teresina avaliaram ainda a equipe de secretariado do governador Wellington Dias. E mesmo sendo a falta de segurança uma das maiores queixas da população na capital, foi o secretário da área, Capitão Fábio Abreu, o considerado o melhor dentre os nomes do primeiro escalão, pontuando em 27,6%.

A gestora da Educação, Rejane Dias, é a melhor na opinião de 7,8%. Fábio Novo, da secretaria de Cultura, é o melhor para 3,4% dos entrevistados, mesmo percentual daqueles que apontaram Franzé Silva, secretário de Administração, como o melhor da equipe montada por W.Dias.

Seguem Florentino Neto (Saúde) e Rafael Fonteles (Fazenda), com 2,8%, Merlong Solano (Governo), somando 2,6%, Antônio Neto (Planejamento) e Daniel Oliveira (Justiça), pontuando em 1,4%.

Gestor do Turismo, Flávio Nogueira Jr é o melhor para 1% dos entrevistados. Pastor Gessivaldo, da Secretaria de Trabalho e Emprego, somou 0,8%. Francisco Lima (SDR), Guilhermano Pires (Transporte), Mauro Eduardo (Seid), Zé Santana (Sasc) e Ziza Carvalho (Meio Ambiente), pontuaram em 0,4%, cada.

Na opinião de 0,2%, para cada um, os melhores são Janainna Marques (Seinfra) e Nerinho (Tecnologia). Fábio Xavier, secretário de Cidades, Hélio Isaías, secretário de Defesa Civil e Luís Coelho, secretário de Mineração, não pontuaram na pesquisa.

Não souberam ou não quiseram opinar, foram 42,6%.

AVALIAÇÃO | REJANE DIAS
Em separado, os entrevistados avaliaram o trabalho da secretária de Educação Rejane Dias. Foi considerado Bom por 35,6%, Ótimo para 31%, Regular na opinião de 9,4% dos entrevistados. É Ruim para 6,6%, e péssimo para 6,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 11,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA - AVALIAÇÃO DEPUTADOS FEDERAIS

Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



_________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE FIRMINO

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja números para governo · 30/07/2017 - 21h00 | Última atualização em 30/07/2017 - 21h00

BrVox em THE/Senado: Firmino tem 13,9%,Sílvio 9%, Ciro 7% e Assis 5%


Compartilhar Tweet 1



Ainda na série de matérias sobre o levantamento realizado pelo BrVox em Teresina, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado Federal. A sondagem estimulada foi feita com dez nomes que já foram cogitados para a disputa, que acontece no próximo ano, quando serão disputadas duas vagas para compor a bancada, ao lado de Elmano Férrer (PMDB), que ainda tem mais quatro anos de mandato.

Lidera o levantamento é Firmino Filho (PSDB), com 13,9%, que apesar de reiterar seu desejo de concluir o mandato na prefeitura de Teresina, é cortejado pela oposição para compor com a chapa majoritária.

O segundo melhor é o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Sílvio Mendes (PP), somando 9,3%. Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, soma 7,2% das intenções de voto.

Seguem Assis Carvalho (PT), com 5,8%, João Vicente Claudino, somando 5,3%, o ex-governador Wilson Martins (PSB), pontuando em 5,1%. A senadora Regina Sousa (PT), que se depender do seu partido, tentará seguir no cargo, teve 4,7% de preferência.

Robert Rios (PDT) somou 4,5%, Marcelo Castro (PMDB), 2,4% e Júlio César (PSD), 1,6%.

Indecisos foram 20,5% e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 19,7%.

O BrVox mediu ainda a preferência de voto dos teresinense, se entre Ciro Nogueira e Regina Sousa tivesse de escolher apenas um. Aparecem tecnicamente empatados, com leve vantagem para a petista, que somou 28%. O pepista pontuou em 26,6%. Indecisos foram 13,2% e Nenhum/Nulo/Branco, 32,2%.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
__________________________________

Assim como em Parnaíba, os entrevistados pelo BrVox em Teresina também foram sondados sobre intenção de voto para 2018, com nomes sondados para a disputa pelo Palácio de Karnak. No questionamento estimulado, 42,8% disseram que pretendem votar no governador Wellington Dias (PT), que deve disputar a reeleição.

Dos demais nomes, o segundo melhor desempenho foi do prefeito Firmino Filho (PSDB), somando 13,2%. É seguido de Elmano Férrer (PMDB), com 7,4%, e Sílvio Mendes (PP), com 6%.

Adiante o ex-governador Wilson Martins (PSB), com 3,8%, João Vicente Claudino, somando 1,2%. Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram em 0,6%, cada. João Henrique Sousa (PMDB) não pontuou na pesquisa. Indecisos foram 7%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 17,4%.

LEVANTAMENTO ESPONTÂNEO
No levantamento espontâneo, quando o entrevistado diz o nome que lhe vem à mente, W.Dias foi citado por 35,2%. Firmino foi mencionado por 6,6%, seguido de Elmano Férrer (3,2%), Wilson Martins (2,2%), Sílvio Mendes (2,2%), Dr.Pessoa (0,6%), e João Vicente Claudino (0,6%).

Citados uma vez, cada um, os nomes de Ciro Nogueira, Silas Freire, Teresa Britto, e inusitadamente de Fernandinho Beira Mar. Indecisos foram 32,6%, e Nenhum/Nulo/Branco, 16%.

CONFRONTOS DIRETOS
O BrVox simulou cenários de possíveis confrontos diretos nas eleições 2018. Nos três, vantagem para o atual governador W.Dias.

Cenário 1
W.Dias ______________ 48,4%
Firmino Filho _________ 24%
Indecisos ____________ 4,2%
Nenhum/Nulo/Branco _ 23,4%

Cenário 2
W.Dias ______________ 55,2%
JVC _________________ 9,2%
Indecisos ____________ 5,4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 30,2%

Cenário 3
W.Dias ______________ 55%
Wilson Martins _______ 13,2%
Indecisos ____________ 4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 27,8%

O BrVox perguntou ainda se os teresinenses votariam de novo no governador, para o seu quarto mandato. 53,6% disseram que sim. 34,2%, que não. 10,2% disseram estar indecisos, e 2% responderam Nenhum/Nulo/Branco. Já em relação ao Partido dos Trabalhadores, 56,6% dos entrevistados disseram que votariam em um candidato da sigla para governador do Piauí. 25,2% disseram que não. Para 12,2%, tanto faz. Indecisos, 6%.

SOBRE O GOVERNO W.DIAS
Comparando o governo do petista, em relação ao de Wilson Martins, 45,2% dos teresinenses entrevistados disseram que melhorou. 38,2% acreditam que está igual. Piorou, na opinião de 13,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 3,4%.

Em relação às ações de W.Dias, 51,2% responderam que o governador trabalha igualmente pela capital e pelo interior. 23,8% acreditam que as ações do petistas estão mais voltadas para o interior do Estado. Somente 10,2% disseram que o governador está mais preocupado em trabalhar pela capital Teresina. Não souberam ou não quiseram opinar foram 14,8%.
____________________________________

PESQUISA TERESINA | SECRETARIADO DE W.DIAS

Os teresinenses entrevistados pelo BrVox em Teresina avaliaram ainda a equipe de secretariado do governador Wellington Dias. E mesmo sendo a falta de segurança uma das maiores queixas da população na capital, foi o secretário da área, Capitão Fábio Abreu, o considerado o melhor dentre os nomes do primeiro escalão, pontuando em 27,6%.

A gestora da Educação, Rejane Dias, é a melhor na opinião de 7,8%. Fábio Novo, da secretaria de Cultura, é o melhor para 3,4% dos entrevistados, mesmo percentual daqueles que apontaram Franzé Silva, secretário de Administração, como o melhor da equipe montada por W.Dias.

Seguem Florentino Neto (Saúde) e Rafael Fonteles (Fazenda), com 2,8%, Merlong Solano (Governo), somando 2,6%, Antônio Neto (Planejamento) e Daniel Oliveira (Justiça), pontuando em 1,4%.

Gestor do Turismo, Flávio Nogueira Jr é o melhor para 1% dos entrevistados. Pastor Gessivaldo, da Secretaria de Trabalho e Emprego, somou 0,8%. Francisco Lima (SDR), Guilhermano Pires (Transporte), Mauro Eduardo (Seid), Zé Santana (Sasc) e Ziza Carvalho (Meio Ambiente), pontuaram em 0,4%, cada.

Na opinião de 0,2%, para cada um, os melhores são Janainna Marques (Seinfra) e Nerinho (Tecnologia). Fábio Xavier, secretário de Cidades, Hélio Isaías, secretário de Defesa Civil e Luís Coelho, secretário de Mineração, não pontuaram na pesquisa.

Não souberam ou não quiseram opinar, foram 42,6%.

AVALIAÇÃO | REJANE DIAS
Em separado, os entrevistados avaliaram o trabalho da secretária de Educação Rejane Dias. Foi considerado Bom por 35,6%, Ótimo para 31%, Regular na opinião de 9,4% dos entrevistados. É Ruim para 6,6%, e péssimo para 6,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 11,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA - AVALIAÇÃO DEPUTADOS FEDERAIS

Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



_________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE FIRMINO

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja os confrontos diretos · 30/07/2017 - 18h01 | Última atualização em 30/07/2017 - 21h01

BrVox em Teresina:W.Dias tem 42%, Firmino 13%, Elmano 7% e Sílvio 6%


Compartilhar Tweet 1



Assim como em Parnaíba, os entrevistados pelo BrVox em Teresina também foram sondados sobre intenção de voto para 2018, com nomes sondados para a disputa pelo Palácio de Karnak. No questionamento estimulado, 42,8% disseram que pretendem votar no governador Wellington Dias (PT), que deve disputar a reeleição.

Dos demais nomes, o segundo melhor desempenho foi do prefeito Firmino Filho (PSDB), somando 13,2%. É seguido de Elmano Férrer (PMDB), com 7,4%, e Sílvio Mendes (PP), com 6%.

Adiante o ex-governador Wilson Martins (PSB), com 3,8%, João Vicente Claudino, somando 1,2%. Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram em 0,6%, cada. João Henrique Sousa (PMDB) não pontuou na pesquisa. Indecisos foram 7%, e os que responderam Nenhum/Nulo/Branco, 17,4%.

LEVANTAMENTO ESPONTÂNEO
No levantamento espontâneo, quando o entrevistado diz o nome que lhe vem à mente, W.Dias foi citado por 35,2%. Firmino foi mencionado por 6,6%, seguido de Elmano Férrer (3,2%), Wilson Martins (2,2%), Sílvio Mendes (2,2%), Dr.Pessoa (0,6%), e João Vicente Claudino (0,6%).

Citados uma vez, cada um, os nomes de Ciro Nogueira, Silas Freire, Teresa Britto, e inusitadamente de Fernandinho Beira Mar. Indecisos foram 32,6%, e Nenhum/Nulo/Branco, 16%.

CONFRONTOS DIRETOS
O BrVox simulou cenários de possíveis confrontos diretos nas eleições 2018. Nos três, vantagem para o atual governador W.Dias.

Cenário 1
W.Dias ______________ 48,4%
Firmino Filho _________ 24%
Indecisos ____________ 4,2%
Nenhum/Nulo/Branco _ 23,4%

Cenário 2
W.Dias ______________ 55,2%
JVC _________________ 9,2%
Indecisos ____________ 5,4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 30,2%

Cenário 3
W.Dias ______________ 55%
Wilson Martins _______ 13,2%
Indecisos ____________ 4%
Nenhum/Nulo/Branco _ 27,8%

O BrVox perguntou ainda se os teresinenses votariam de novo no governador, para o seu quarto mandato. 53,6% disseram que sim. 34,2%, que não. 10,2% disseram estar indecisos, e 2% responderam Nenhum/Nulo/Branco. Já em relação ao Partido dos Trabalhadores, 56,6% dos entrevistados disseram que votariam em um candidato da sigla para governador do Piauí. 25,2% disseram que não. Para 12,2%, tanto faz. Indecisos, 6%.

SOBRE O GOVERNO W.DIAS
Comparando o governo do petista, em relação ao de Wilson Martins, 45,2% dos teresinenses entrevistados disseram que melhorou. 38,2% acreditam que está igual. Piorou, na opinião de 13,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 3,4%.

Em relação às ações de W.Dias, 51,2% responderam que o governador trabalha igualmente pela capital e pelo interior. 23,8% acreditam que as ações do petistas estão mais voltadas para o interior do Estado. Somente 10,2% disseram que o governador está mais preocupado em trabalhar pela capital Teresina. Não souberam ou não quiseram opinar foram 14,8%.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
____________________________________

PESQUISA TERESINA | SECRETARIADO DE W.DIAS

Os teresinenses entrevistados pelo BrVox em Teresina avaliaram ainda a equipe de secretariado do governador Wellington Dias. E mesmo sendo a falta de segurança uma das maiores queixas da população na capital, foi o secretário da área, Capitão Fábio Abreu, o considerado o melhor dentre os nomes do primeiro escalão, pontuando em 27,6%.

A gestora da Educação, Rejane Dias, é a melhor na opinião de 7,8%. Fábio Novo, da secretaria de Cultura, é o melhor para 3,4% dos entrevistados, mesmo percentual daqueles que apontaram Franzé Silva, secretário de Administração, como o melhor da equipe montada por W.Dias.

Seguem Florentino Neto (Saúde) e Rafael Fonteles (Fazenda), com 2,8%, Merlong Solano (Governo), somando 2,6%, Antônio Neto (Planejamento) e Daniel Oliveira (Justiça), pontuando em 1,4%.

Gestor do Turismo, Flávio Nogueira Jr é o melhor para 1% dos entrevistados. Pastor Gessivaldo, da Secretaria de Trabalho e Emprego, somou 0,8%. Francisco Lima (SDR), Guilhermano Pires (Transporte), Mauro Eduardo (Seid), Zé Santana (Sasc) e Ziza Carvalho (Meio Ambiente), pontuaram em 0,4%, cada.

Na opinião de 0,2%, para cada um, os melhores são Janainna Marques (Seinfra) e Nerinho (Tecnologia). Fábio Xavier, secretário de Cidades, Hélio Isaías, secretário de Defesa Civil e Luís Coelho, secretário de Mineração, não pontuaram na pesquisa.

Não souberam ou não quiseram opinar, foram 42,6%.

AVALIAÇÃO | REJANE DIAS
Em separado, os entrevistados avaliaram o trabalho da secretária de Educação Rejane Dias. Foi considerado Bom por 35,6%, Ótimo para 31%, Regular na opinião de 9,4% dos entrevistados. É Ruim para 6,6%, e péssimo para 6,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 11,2%.
__________________________________

PESQUISA TERESINA - AVALIAÇÃO DEPUTADOS FEDERAIS

Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



_________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE FIRMINO

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja avaliação dos deputados · 30/07/2017 - 15h01 | Última atualização em 30/07/2017 - 15h29

BrVox/Teresina: 27% apontam Fábio Abreu o melhor da equipe de W.Dias


Compartilhar Tweet 1



Os teresinenses entrevistados pelo BrVox em Teresina avaliaram ainda a equipe de secretariado do governador Wellington Dias. E mesmo sendo a falta de segurança uma das maiores queixas da população na capital, foi o secretário da área, Capitão Fábio Abreu, o considerado o melhor dentre os nomes do primeiro escalão, pontuando em 27,6%.

A gestora da Educação, Rejane Dias, é a melhor na opinião de 7,8%. Fábio Novo, da secretaria de Cultura, é o melhor para 3,4% dos entrevistados, mesmo percentual daqueles que apontaram Franzé Silva, secretário de Administração, como o melhor da equipe montada por W.Dias.

Seguem Florentino Neto (Saúde) e Rafael Fonteles (Fazenda), com 2,8%, Merlong Solano (Governo), somando 2,6%, Antônio Neto (Planejamento) e Daniel Oliveira (Justiça), pontuando em 1,4%.

Gestor do Turismo, Flávio Nogueira Jr é o melhor para 1% dos entrevistados. Pastor Gessivaldo, da Secretaria de Trabalho e Emprego, somou 0,8%. Francisco Lima (SDR), Guilhermano Pires (Transporte), Mauro Eduardo (Seid), Zé Santana (Sasc) e Ziza Carvalho (Meio Ambiente), pontuaram em 0,4%, cada.

Na opinião de 0,2%, para cada um, os melhores são Janainna Marques (Seinfra) e Nerinho (Tecnologia). Fábio Xavier, secretário de Cidades, Hélio Isaías, secretário de Defesa Civil e Luís Coelho, secretário de Mineração, não pontuaram na pesquisa.

Não souberam ou não quiseram opinar, foram 42,6%.

AVALIAÇÃO | REJANE DIAS
Em separado, os entrevistados avaliaram o trabalho da secretária de Educação Rejane Dias. Foi considerado Bom por 35,6%, Ótimo para 31%, Regular na opinião de 9,4% dos entrevistados. É Ruim para 6,6%, e péssimo para 6,2%. Não souberam ou não quiseram opinar foram 11,2%.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
__________________________________

PESQUISA TERESINA - AVALIAÇÃO DEPUTADOS FEDERAIS

Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



_________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DOS DEPUTADOS ESTADUAIS

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

PESQUISA TERESINA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE FIRMINO

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Confira a avaliação na Alepi · 30/07/2017 - 12h01 | Última atualização em 30/07/2017 - 12h07

BrVox em Teresina: Silas apontado o melhor deputado federal por 14%


Compartilhar Tweet 1



Além dos deputados estaduais, os membros da bancada do Piauí na Câmara Federal também foram avaliados pelos teresinenses entrevistados pelo BrVox. Dentre eles, o melhor avaliado foi Silas Freire (Podemos), pontuando 14,6%.

Em segundo, com 8,6%, está o deputado Assis Carvalho (PT). Iracema Portella (PP) somou 6,6%. O quarto melhor desempenho foi do deputado Átila Lira (PSB), somando 5,8%.

Seguem Rodrigo Martins (PSB), com 4,6%; Júlio César (PSD) e Marcelo Castro (PMDB), somando 3,6% cada um; Heráclito Fortes (PSB), com 2,4%; Paes Landim (PTB), com 2%; e por fim Mainha (PP), somando apenas 1,4%.

Os que não souberam ou não quiseram opinar foram 46,8%.



ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO

__________________________________

Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.
_______________________________________

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja dados sobre secretários · 30/07/2017 - 09h01 | Última atualização em 30/07/2017 - 09h03

BrVox/Teresina: DrPessoa apontado melhor deputado estadual para 29%


Compartilhar Tweet 1



Os eleitores entrevistados pelo BrVox em Teresina responderam quem eles consideram como o melhor deputado estadual do Piauí. Os parlamentares que atuaram por mais tempo no semestre, o Dr. Pessoa (PSD) foi apontado por 29,4% como o mais atuante. Lembrando que nas eleições de 2016 ele quase conseguiu levar a disputa contra o prefeito Firmino Filho para o segundo turno. De volta à Alepi, já é cotado até mesmo para disputar em 2018 na chapa majoritária de oposição a W.Dias.

O segundo melhor, para os teresinenses ouvidos pelo instituto, é Robert Rios (PDT), somando 4,2%, líder da oposição ao governador petista na Casa Legislativa. Também oposicionista, Marden Menezes foi apontado por 2,8% como o melhor na Alepi.

Seguem os petistas Flora Izabel, com 2,6% e João de Deus, 2,2%. Fernando Monteiro (PRTB), Luciano Nunes (PSDB), e Wilson Brandão (PSB) pontuaram em 1,6%, cada. Adiante Evaldo Gomes (PTC), com 1,4%. Pontuando, cada um, em 1,2%, os parlamentares Aluísio Martins e Henrique Rebelo, ambos do PT, e o presidente da Alepi, Themístocles Filho (PMDB).

Cícero Magalhães (PT), Dr Hélio (PR) e Firmino Paulo (PSDB), pontuaram em 1%. Ismar Marques obteve 0,8%, cada. Belê Medeiros (PP), Edson Ferreira (PSD) e Júlio Arcoverde somaram, cada um, 0,6%. Em 0,4% pontuaram, cada um, Antônio Félix (PSD), Francis Lopes (PRP), Georgiano Neto (PSD), Gustavo Neiva (PSB), Liziê Coelho (PTB), Rubem Martins (PSB) e Severo Eulálio (PMDB).

Os peemedebistas João Mádison e Juliana Melo Falcão somaram 0,2%. Pablo Santos (PMDB) e Zé Hamilton (PTB) não pontuaram. 42,2% dos entrevistados Não Souberam ou Não Opinaram.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
_______________________________________

O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja a aprovação de Firmino · 29/07/2017 - 21h01 | Última atualização em 29/07/2017 - 21h01

BrVox/Teresina: Kleber Montezuma apontado melhor secretário por 17%


Compartilhar Tweet 1



O 180graus segue agora com a divulgação dos dados da pesquisa BrVox realizada em Teresina. No levantamento os eleitores entrevistados foram questionados sobre a equipe do primeiro escalão do Firmino Filho (PSDB). E por mais que volta e meia esteja em tensão com os servidores municipais, foi Kleber Montezuma, da Educação, o apontado pela maioria de 17% o melhor da equipe montada pelo prefeito.

O segundo a melhor pontuar no levantamento foi o delegado James Guerra, atualmente na Fundação Wall Ferraz, somando 7%. Sílvio Mendes, gestor da Saúde, é o melhor na opinião de 6,2%.

Seguem o secretário Washington Bonfim, do Planejamento, com 4,2%; Manoel de Moura, da Administração, e Samuel Silveira, da Semtcas, com 2,2% cada; Fernando Said (Semcom) e Carlos Daniel (Strans), somando 1,4%; Charles da Silveira, da Secretaria de Governo, com 1,2%; Jalisson Hidd (Finanças) e Marcilane Gomes (Secretaria da Mulher), com 1%.

Paulo Lopes (SDU Sul), Renato Berger (Semel), Zé Filho (Juventude) e Pastor Levino (Eturb), pontuaram em 0,8%, cada. Os secretários Aluísio Sampaio (Semdec), Evandro Hidd (SDU Sudeste), João Pádua (SDU Leste) e Marco Antônio Ayres (Semduh) tiveram, cada um, 0,6%.

Adiante, com 0,4% cada, aparecem Paulo Dantas (IPMT), Eduardo Aguiar (Prodater), e José João Braga (SDU Centro-Norte). Finalizando a lista os secretários Ricardo Bandeira (Semest), Olavo Bras (Meio Ambiente), Ricardo do Rego Monteiro (SDR), Geórgia Nunes (PGM), Luís Carlos Martins (FCMC) e Erick Amorim (SemCop), que tiveram 0,2% cada, e Edvaldo Marques, da Arsete, que não pontuou na pesquisa.

Os que não souberam ou que não quiseram opinar somaram 47,2%.

ACOMPANHE A SÉRIE DE PESQUISAS BRVOX | JULHO
____________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | SENADO 2018

Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja todos os levantamentos · 29/07/2017 - 18h01 | Última atualização em 29/07/2017 - 18h26

BrVox/PHB - Senador 2018: Firmino 17%,Wilsão 12%,JVC 8% e Sílvio 7%


Compartilhar Tweet 1



Encerrando a série com a divulgação da Pesquisa BrVox, realizada em julho, na cidade de Parnaíba, o 180graus traz agora os números com intenção de voto para o Senado, no município, com nomes cogitados para a disputa em 2018. Em levantamento estimulado, o prefeito Firmino Filho (PSDB) foi o que mais pontuou, somando 17,81%.

O segundo melhor desempenho foi do ex-governador Wilson Martins(PSB), com 12,97%. O ex-senador João Vicente Claudino pontuou em 8,44%, seguido de Silvio Mendes (PP), com 7,19%.

O senador Ciro Nogueira (PP), que deve disputar a reeleição, aparece com 6,56% de intenção de voto. Logo em seguida o deputado estadual Robert Rios (PDT), com 5,47%. Encerram a lista Regina Sousa (PT), 3,13%, Assis Carvalho (PT), com 2,19%, Marcelo Castro (PMDB), com 1,88% e Júlio César (PSD), 1,41%.

Dos entrevistados, 18,91% respondeu não sabe ou não quis opinar. Nulo/Nenhum/Branco foram 14,06%.


________________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | GOVERNO 2018

Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja números para estadual · 29/07/2017 - 15h01 | Última atualização em 29/07/2017 - 15h02

BrVox/PHB - Governo 2018: W.Dias tem 43%, Firmino 14% e Wilsão 6%


Compartilhar Tweet 1



Em Parnaíba, o BrVox também mediu a intenção de voto dos parnaibanos para o pleito de 2018, que irá escolher o governador do Piauí para o mandato que inicia em 2019. E sem candidato de oposição definido, é Wellington Dias (PT) - que deve disputar a reeleição - quem aparece com o maior percentual no levantamento estimulado, com 43,75%.

Seguindo, dentre nomes cotados para concorrer contra o governador, aparece o prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB), com 14,06%. O ex-governador Wilson Martins (PSB) tem menos da metade das intenções de voto do tucano, com 6,88%.

Pontuando em 4,69%, cada um, aparecem na sequência João Vicente Claudino e Sílvio Mendes (PP). O senador Elmano Férrer (PMDB) soma apenas 1,56%.

Ciro Nogueira (PP) e Marcelo Castro (PMDB) pontuaram, cada um, em 0,63%. Romualdo Seno (PSDC) obteve 0,31%. João Henrique Sousa não pontuou. Os indecisos foram 9,38%. Os demais 13,44% responderam Nenhum/Nulo/Branco.

__________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | INTENÇÃO DE VOTO | DEPUTADO ESTADUAL

No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Sondagem para Eleições 2018 · 29/07/2017 - 12h01

BrVox/PHB - Dep. Estadual: Zé Filho 40%, Zé Hamilton 16%, Joãozim 10%


Compartilhar Tweet 1



No levantamento realizado em Parnaíba, o Instituto BrVox realizou sondagem entre os eleitores com nomes que aparecem como pré-candidatos para disputarem uma vaga na Assembleia Legislativa, na eleição de 2018.

Dentre oito nomes, o de maior preferência é o do ex-governador Zé Filho, atualmente sem partido, intenção de voto para 40,63% dos entrevistados.

Com 16,56%, a segunda melhor pontuação é do hoje deputado estadual Zé Hamilton (PP). É seguido do vereador Joãozim da Unimagem (PSDC), com 10,63%, do deputado estadual Dr Hélio (PR), que somou 7,19%, do ex-deputado Tererê, com 5,31%, e Diniz, pontuando em 4,38%.

Samarone e Alex Marinho tiveram 0,31% de intenção, cada um.

Indecisos foram 4,69%. Os que responderam Nenhum/Nulo/Branco somaram 10%.


___________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DEPUTADO FEDERAL

Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Mainha não somou pontos · 29/07/2017 - 09h00 | Última atualização em 29/07/2017 - 09h16

BrVox/Parnaíba: Iracema Portella é a melhor deputada federal para 9,06%


Compartilhar Tweet 1



Os eleitores entrevistados pelo BrVox na cidade de Parnaíba também avaliaram os membros da bancada piauiense na Câmara Federal. Acontece que metade, 50,31%, não sabia ou não quis opinar sobre os seus representantes que atuam no Congresso.

Dos dez atualmente em exercício, Iracema Portella (PP) foi a melhor avaliada, considerada a de melhor atuação por 9,06% dos entrevistados.

Em seguida, os deputados Silas Freire (Podemos), Heráclito Fortes (PSB) e Paes Landim (PTB) aparecem com a mesma pontuação, 8,44% cada. São seguidos por Assis Carvalho (PT), o melhor da bancada para 5,31%, e Marcelo Castro (PMDB), com 4,06%.

Os quatro últimos na avaliação são Júlio César (PSD), com 2,19%, Átila Lira (PSB) e Rodrigo Martins (PSB), com 1,88%, cada um, e por fim o deputado Mainha (PP), que não pontuou na pesquisa.


________________________________

PESQUISA PARNAÍBA | AVALIAÇÃO VEREADOR

Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Presidente da Câmara avaliado · 28/07/2017 - 22h01 | Última atualização em 28/07/2017 - 22h11

BrVox/Parnaíba: Joãozim Unimagem apontado melhor vereador por 14%


Compartilhar Tweet 1



Seguindo com a divulgação da pesquisa realizada em Parnaíba, o 180graus traz agora a avaliação dos vereadores que compõem a bancada na Câmara Municipal. Foi considerado o melhor, por 14,06%, o vereador Joãozim Unimagem da Parnaíba (PSDC). O segundo melhor, no levantamento, foi o vereador Carlson Pessoa (PPS), somando 10,63%.

Pontuando 8,13%, aparece na sequência o vereador Diniz (PSDC). Do PDT, o vereador André Neves é o melhor parlamentar na opinião de 6,56%.

Seguem Beto (PP), com 4,38%; Neta (DEM), somando 4,06%; Geraldinho (PSB), preferência de 3,75%; Ronaldo Prado (PPL), melhor vereador para 3,13% dos entrevistados; e Irmão Marquinho (PSL), somando 2,81%.

Os vereadores Ricardo Veras (PSD), Francisco da Paz (PRB), Fátima Carmino (PT), Joãozinho do Trânsito (PSL), Daniel Miranda (PRD) e Daniel Jackson (PRB), somaram 0,94 cada um.

Reinaldinho (PTB) e Bernardo Lima (PSB), pontuaram em 0,31% cada. Os indecisos foram 36,25%.

Os eleitores avaliaram ainda o trabalho do vereador Geraldinho como presidente da Câmara. Foi considerado regular por 27,19%, Bom para 17,5%, Ruim na opinião de 9,69% e Péssimo para 8,13%. Somente 4,06% consideraram Ótimo. Os demais 33,44% não souberam ou não quiseram opinar.
___________________________

PARNAÍBA | AVALIAÇÃO DO SECRETARIADO DE MÃO SANTA

Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Gestor da Saúde no município · 28/07/2017 - 19h01 | Última atualização em 28/07/2017 - 19h05

BrVox em Parnaíba: Valdir Aragão é apontado melhor secretário por 14%


Compartilhar Tweet 1



Depois dos números da aprovação de Mão Santa (SD), o blog Pesquisa Eleitoral traz agora os números do levantamento entre os eleitores, sobre quem consideram o melhor secretário da equipe do prefeito de Parnaíba. A maioria de 14,69% apontou Valdir Aragão, da secretaria de Saúde, como o que teve melhor atuação após passados seis meses de gestão.

A segunda melhor avaliada foi a secretária de Infraestrutura, Maria das Graças de Moraes Souza, com 8,75%. O terceiro melhor desempenho na pesquisa foi do secretário de Cultura, Carlos Teófilo Lima, com 8,13%.

Para 7,5%, a melhor secretária é Altrair Marinho, da Educação. Adalgiza Moraes Sousa, da secretaria de Assistência Social, é a melhor na opinião de 3,75%. Seguem, nesta ordem, Maksuel José Brandão, de Esporte e Lazer (2,81%); Paulo Eudes Carneiro, do Meio Ambiente (2,5%); Charles Pires Júnior, Turismo (2,5%); Mauricio Pinheiro, dos Transportes (2,19%); Carlos Araripe, Governo (0,94%); Anísio Neves, Gestão (0,63%); Gil Borges dos Santos, Fazenda (0,63%); Onofre Souza, Projetos e Desenvolvimento (0,31%).

Israel José Nunes, da Chefia de Gabinete, Bernardo Pereira, secretário de Comunicação, e Marcela Braz, de Licitações e Contratos, não somaram pontos na pesquisa. Indecisos foram 44,69%.
________________________________

PARNAÍBA | APROVAÇÃO DO PREFEITO MÃO SANTA

O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja mais números da gestão · 28/07/2017 - 16h03

BrVox/Parnaíba: prefeito Mão Santa tem a sua gestão aprovada por 72%


Compartilhar Tweet 1



O 180graus divulga agora os números da pesquisa BrVox realizada em Parnaíba, trazendo o índice de aprovação do prefeito Mão Santa (SD), que em 2016 conseguiu impedir a reeleição de Florentino Neto, numa campanha forte anti-PT. Nestes quase sete meses de gestão, o gestor alcançou no levantamento 72,5% de aprovação entre os 320 eleitores entrevistados.

Somente 20,94% disseram não aprovar a forma de administrar de Mão Santa. Os indecisos somaram 6,56%.

Na avaliação, 51,25% disseram considerar boa a gestão do prefeito. É regular na opinião de 17,5%, e ótima para 13,13% dos entrevistados. Ruim para 8,44% e péssima para 7,19%. Não quiseram ou não souberam opinar, 2,5%.

E pelo visto poucos são os que têm saudade da antiga gestão. 68,75% dos eleitores parnaibanos ouvidos pelo BrVox disseram que a gestão de Mão Santa é melhor que a de Florentino. 13,44% consideram que está pior, mesmo percentual daqueles que consideram que está igual. Indecisos somaram 4,38%.

O instituto questionou ainda se os eleitores consideram o prefeito uma pessoa humilde. 78,75% consideram que sim. 12,81% acham que não. 8,44% não quiseram ou não souberam opinar. Quando indagados se Mão Santa é trabalhador, 62,5% responderam que sim, contra 20,63% que acham “mais ou menos”, e 11,88%, que responderam não. 5% são os indecisos.

Quanto às ações da gestão de Mão Santa, 50,31% disseram que o prefeito deve investir mais em saúde, e 20,31% considera que os investimentos devem ser concentrados mais na área de segurança. Nesta ordem, para os entrevistados, a prioridade deve ser educação (14,37%), construção e manutenção de estradas (5%), saneamento básico (4,06%), programas sociais (2,81%), construção de adutoras, açudes e barragens (1,25%), turismo (0,63%), moradia (0,31%). Não souberam ou não quiseram opinar, 0,94%.

- Ações de limpeza urbana são consideradas, até agora, a maior "obra" de Mão Santa, em sua gestão. Foto: Tribuna de Parnaíba.

Até agora, a obra mais relevante da gestão do prefeito do Solidariedade foi, na opinião de 29,38%, o trabalho de limpeza urbana. Seguem as ações relativas a obras de asfalto (17,81%), calçamento (11,88%), iluminação (11,56%), recuperação de praças e canteiros (5,94%), e UBS (0,63%). Indecisos no questionamento somaram 22,81%.

Os entrevistados responderam ainda sobre o trabalho da primeira-dama Adalgisa Moraes Souza, aprovado por 61,25%. 20,94% não aprovam, e 17,81% não souberam opinar. É o prefeito Mão Santa o considerado a maior liderança política na cidade, na opinião de 58,75%. Já para 13,75%, é o deputado estadual Zé Hamilton. Florentino Neto é a maior liderança na opinião de 6,56%, seguido da Deputada Juliana Falcão, com 5,63% de preferência, o ex-governador Zé Filho, com 2,81%, e Tererê, com 2,19%. 7,81% não souberam ou não quiseram opinar.

Quanto ao ex-governador Zé Filho, 44,38% disseram que votariam nele caso fosse candidato a deputado estadual. 37,5% disse que não votariam. 14,37% responderam que talvez. 3,75% foram os indecisos.


___________________________________

PESQUISA BRVOX - TERESINA | APROVAÇÃO DE FIRMINO

A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Veja detalhes da avaliação · 28/07/2017 - 10h00

Pesquisa do BrVox em THE: Prefeito Firmino Filho tem 49% de aprovação


Compartilhar Tweet 1



A aprovação do prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), não é tão boa quanto a do governador Wellington Dias (PT), entre os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox, no dia 17 de julho. Somente 49,4% disseram aprovar a forma de administrar do tucano, que ano passado conseguiu eleger-se para seu quarto mandato.

Apesar das obras de mobilidade que estão sendo tocada em toda cidade, que irão transformar a prestação de serviços de transporte público na capital, e das muitas convocações de aprovados em concursos públicos, ainda são muitos os desafios da prefeitura.

Sofreu duros ataques da opinião pública recentemente, com a tentativa de implementar a taxa do lixo. Após críticas da oposição na Câmara de Teresina, e a recusa de boa parte da população em pagar o imposto, o prefeito Firmino acabou recuando, e deixando a questão para o próximo ano. Fator que pode ter influenciado para os 45% dos entrevistados que disseram não aprovar a gestão do prefeito. 5,6% não souberam ou não quiseram opinar.

O tucano sabe que precisa entregar as obras de mobilidade, e começou inaugurando os terminais de integração, que junto com os corredores exclusivos para ônibus e novas paradas, prometem melhorar a vida de quem depende do transporte público. Já que, por enquanto, tanta obra na cidade, é visto apenas como transtorno.

O teresinense espera que vire realidade.

Firmino sofre porque vem implementando transformações, que têm custo financeiro e implica em mudanças de hábitos e modelos há muito adotados pelo teresinense, que é implacável e deseja ver o quanto antes o efetivo resultado destas transformações.

Na avaliação, 34,4% dizem que o trabalho de Firmino é regular. É bom para 32,2%, ruim na opinião de 12,6%. 10,4% consideram o trabalho do prefeito péssimo, e é ótimo para 6,4%. Indecisos foram 4%.
__________________________________

APROVAÇÃO DO GOVERNADOR W.DIAS

Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Pesquisa BrVox em 3 cidades · 27/07/2017 - 22h57 | Última atualização em 28/07/2017 - 09h45

W.Dias segura a boa aprovação em cidades importantes


Compartilhar Tweet 1



Para os eleitores entrevistados pelo Instituto BrVox nas cidades de Teresina, Parnaíba e Piripiri, o governo de Wellington Dias vai muito bem, obrigado. Nos três levantamentos, realizados neste mês de julho, a aprovação do petista está acima dos 50%.

O melhor desempenho foi registrado entre os eleitores da cidade de Piripiri. Por lá, a aprovação do governador chegou a 70,63%. Somente 17,5% disseram que não aprovam a forma de W.Dias governar. 11,88% não quis ou não soube opinar.

Na avaliação, 80,64% consideram a administração do governador ótima, boa ou regular. É ruim ou péssima para 13,13%. 6,25% não souberam opinar.

- É boa para os prefeitos peemedebistas a aproximação da cúpula da sigla com o governador W.Dias. Na foto, registro de audiência do prefeito Luiz Menezes (PMDB), com a presença inclusive do deputado oposicionista Marden Menezes (PSDB)

Já na cidade de Parnaíba, onde graças à campanha anti-PT executada com êxito pelo atual prefeito Mão Santa - impedindo a reeleição de Florentino Neto, atual secretário de Saúde do Estado - a aprovação de W.Dias é menor, mas ainda assim boa o bastante para mais da metade dos parnaibanos.

Por lá aprovação do governador foi de 57,81%, ante 31,25% que o desaprovam na forma de governar. Os que não responderam ou não souberam opinar foram 10,94%.

Os que consideraram a administração de W.Dias ruim ou péssima, na avaliação, foram 23,44%. É ótima para apenas 8,13% e boa ou regular na opinião de 65,01%. Indecisos foram 3,44%.

- No início deste mês W.Dias até marcou audiência com o prefeito de Parnaíba, que deixou o governador esperando. Já para a vice-governadora Margarete Coelho (PP), entregou comenda nesta semana.

E na capital Teresina, onde se aninham os tucanos, o bom relacionamento com o prefeito Firmino Filho (PSDB) se reflete nos números, dando ao governador aprovação de 61% na capital. É desaprovado, contudo, por 34,2%, o maior percentual das três cidades. 4,8% não responderam ou disseram não saber opinar.

Na avaliação, a administração de W.Dias foi considerada ótima por apenas 7,8%. É boa na opinião de 35,6%, regular para 34%, ruim ou péssima para 19,8%, e só 2,8% responderam Não Sabe/Não Opina.

- Na capital Teresina, tudo tranquilo entre W.Dias e Firmino. Apesar das tentativas e namoros da oposição para fazer o tucano avaliar candidatura contra o petista em 2018. Foto: Rômulo Piauilino/AsCom PMT

Mesmo com toda a campanha anti-PT, o governador Wellington Dias continua ileso, e representando bastante a figura do pobre. Se vale ainda da aparente tranquilidade nas contas públicas, pois mesmo tendo de recorrer à operações de crédito e empréstimos para realizar obras e investimentos, consegue manter a folha do servidor em dia.

E se é criticado por não entregar grandes obras estruturantes, tendo sempre de recorrer à ajuda federal, pulveriza suas ações no interior do Estado, para conseguir manter sua proximidade com os eleitores mais pobres.

INFORMAÇÕES DAS PESQUISAS
Teresina - Realizada no dia 17 de julho de 2017, ouvindo 500 eleitores. Tem margem de erro de 4,38% e nível de confiança de 95%.

Parnaíba - Realizada nos dias 17 e 18 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Piripiri - Realizada nos dias 18 e 19 de julho, ouvindo 320 eleitores. Tem margem de erro de 5,48% e nível de confiança de 95%.

Pais no rumo errado para 95% · 25/07/2017 - 14h18

94% dos brasileiros reprovam forma de atuação de Temer, traz pesquisa


Compartilhar Tweet 1



O Uol divulgou nesta terça-feira (25/07) dados de pesquisa Pulso Brasil, realizada pela empresa internacional Ipsos Public Affairs, apontando que 94% dos brasileiros desaprovam a forma como o presidente Michel Temer governa.

Revela ainda que 95% acreditam que o país está no rumo errado.

Na pesquisa, realizada entre 1º e 14 de julho, entrevistou 1.200 pessoas em 72 municípios.

Na avaliação, 85% consideram a gestão de Temer ruim.

Apenas 3% da população aprova totalmente ou pouco a atuação do presidente da República.

- Clique para ver dados completos da pesquisa