Punição à vista · 10/07/2018 - 16h29 | Última atualização em 10/07/2018 - 16h45

Ministério Público quer destituir desembargador que mandou soltar Lula


Compartilhar Tweet 1



 

O Ministério Público quer destituir o desembargador Rogério Favreto, do TRF4, que domingo deu habeas corpus para soltura de Lula. Procuradores e promotores querem o afastamento do magistrado de suas funções. Não tenho dúvidas de que vão fazer o impossível para tanto.

Por exemplo: no campo da política, prenderam Lula para que ele não tivesse condições de disputar a eleição deste ano. No campo da Justiça, enquanto houver uma mínima chance de liberdade de Lula ela será caçada de qualquer forma. Favreto é um desembargador com idéias progressitas. E não é único, existem outros. Por isso, é preciso fazer com ele como fizeram com Tiradentes. Enforca-lo, esquarteja-lo, salgar sua casa, para que fique de exemplo.

O Ministério Público não terá pudores em fazer isso.

E o pudor do MP veio à tona agora, antes disso nada de pudor:

- Deltan Dallagnol ganha mais proferindo palestras do que como membro do MP, e isto é ilegal. (onde estava o pudor do MP?)

- São premiados por órgão de imprensa que deve ao Fisco, recebem o prêmio e nada dizem (onde estava o pudor do MP?)

- Recebem como penduricalho o auxílio moradia (onde está o pudor do MP?)

- Gilmar Mendes já arquivou incontáveis investigações contra Aécio (onde estava o pudor do MP?)

- Sérgio Moro divulgou grampos ilegais para impedir Lula de ser Ministro (onde estava o pudor do MP?)

- Fachim não mandou processo de Lula para a 2 ª Turma, que seria o correto, mandou direto para o Pleno STF (onde estava o pudor do MP?)

- Moro, grampeou, sem ordem superior, advogados de Lula e demais clientes destes advogados (descumprimento da inviolabilidade das comunicações entre advogados e clientes art. 7º da Lei 8.906/94 - onde estava o pudor do MP?)

- Moro utilizou notícia de jornal para condenar Lula sem provas (onde estava o pudor do MP?)

- Raul Jungmann disse para um delegado da PF descumprir ordem judicial (onde estava o pudor do MP?)

- Moro, alegou excesso de trabalho para dar celeridade a julgamentos de membros do PSDB. Mas, para manter Lula preso, trabalha até de férias (onde estava o pudor do MP?)

 

 

 

 

Comentários