Firmino Filho e o PT · 09/05/2017 - 09h38

Firmino vai ao Congresso do PT e fala de paz e amor, tem falado disso também nos eventos do PSDB?

Firmino vai ao Congresso do PT e fala de paz e amor, tem falado disso também nos eventos do PSDB?


Compartilhar Tweet 1




Já fiz estes esclarecimentos, mas nunca é demais repetir. Este espaço no qual escrevo chama-se blog. O 180 Graus é um site de notícias, dentro dele há vários blogs, entre eles, o meu - Blog do Oscar de Barros. O conteúdo do que é postado aqui é de exclusiva responsabilidade minha e não representa o pensamento do 180 Graus. No espaço de um blog, seu autor pode dar uma notícia (e aí deve recorrer à técnica jornalística) mas pode também emitir opiniões. E é isto que mais uma vez vou fazer aqui hoje. Nunca escondi minha preferência partidária. Acho, inclusive, honesto para com o leitor. Sou petista de carteirinha e é o ideário de esquerda que baseia meus pensamentos. Dito isto, vamos à postagem de hoje.

A presença de Firmino Filho no Congresso do PT
Sábado, o Partido dos Trabalhadores, finalizou o seu 6º Congresso. E, no encerramento do evento, contou com a presença do prefeito de Teresina, o tucano Firmino Filho.

Em sua fala Firmino pregou contra o ódio e a raiva que permeia a política hoje e apelou para a tolerância. Discurso bonito, mas não convincente.

Estou à vontade para escrever estas linhas porque nunca fui um militante petista radical contra o PSDB. Em 1998, defendi dentro do PT a aliança com os tucanos e votei em Francisco Gerardo para governador do Estado. Naquela ocasião, FHC ganhava pela 2ª vez - de Lula do PT - a eleição para presidente da República.

Em 2012, na eleição para a prefeitura de Teresina, no primeiro turno, votei no candidato do PT, Wellington Dias. No 2º turno, inclusive raspando meu bigode de estimação, votei em Firmino Filho. Então, não tenho ranço do prefeito de Teresina.

Mas em 2016 o PT e a democracia brasileira sofreram um duro golpe. Golpe dado por vários atores. Pelo MPF, pela Justiça, pela PF, pela Globo, pelos EUA e, no campo da política, arquitetado pelo PSDB de Firmino Filho.

Reafirmando. Não tenho ódio nem raiva de Firmino e seu partido. Mas não dá para tolerar quem não tolera a democracia. O respeito ao voto é o contrato social estabelecido pelos seres humanos, para que exatamente, se viva em sociedade de forma harmoniosa.

Enquanto Firmino participava do Congresso do PT do Piauí, FHC escrevia artigo lançando a Chapa Doria/Huck para 2018. O prefeito paulistano, do PSDB de Firmino, João Dória, não tem feito outra coisa, que cultivar o ódio a Lula e ao PT. No último 28 de abril, ele chamou os grevistas de vagabundos. O discurso de paz de Firmino é apropriadíssimo para o PSDB. Que o PSDB ouça o prefeito de Teresina.

Firmino Filho quer vir para o PT? Pode! Não teria constrangimento em abonar sua inscrição.

Quer filiar-se a um partido do arco de alianças do PT? Pode!

Mas tem que dizer em alto e bom som que o que houve no Brasil em 2016 foi um golpe. Que Dilma – uma mulher honesta – foi deposta numa assembleia de bandidos.

Quarta-feira agora, dia 10, há um bom momento para o prefeito se posicionar. Lula estará depondo ao juiz Sérgio Moro em Curitiba. Milhares de petistas lá estarão e a polícia do Paraná do tucano Beto Richa já foi acionada. No dito popular, “o pau vai cantar”. Todos sabemos como agem as policias tucanas. Será que Firmino topa criticar a polícia do colega Beto Richa?

E a reforma da Previdência Social? Que pensa Firmino? Vai dar força a seus pares da Câmara Federal ?

Enfim, o exercício da política é a tomada de posição frente a fatos sociais. Não confundir isso com atos de educação ou de falta de educação.

Lamento, mas lamento profundamente, que as lideranças do meu PT tenham convidado Firmino Filho para o 6º Congresso do PT. Na política, às vezes, um gesto fala mais que muitas palavras. E o gesto de levar para o momento principal da vida do PT, o maior líder do partido golpista aqui no Estado, pegou muito mal.

Quer trazer Firmino Filho para um leque de aliados políticos futuros no Piauí? Sem problemas! Mas que se exija dele sinais evidentes de comportamento político, e, que antes destes sinais, se poupe o PT do vexame de ter em seu congresso representante do PSDB golpista.

Em breve teremos o Congresso Nacional do PT.

Esperemos para ver FHC/Aécio/Serra no Congresso Nacional do PT ao lado de Lula e Dilma.