Durante quarentena · 31/03/2020 - 06h46

Vídeo: boate é saqueada e dono tem prejuízo de R$ 200 mil


Compartilhar Tweet 1



Uma boate localizada no Setor de Oficinas Sul foi saqueada e queimada durante o período de quarentena em função da pandemia de coronavírus. A reportagem é do Metrópoles

A Coco Bongo, antiga Capital Clube, fez a última festa no dia 12 de março, dois dias antes de o governador Ibaneis Rocha (MDB) publicar decreto fechando os estabelecimentos comerciais da cidade para evitar a disseminação do novo coronavírus na capital federal.

“Nós obedecemos o decreto. Está tudo fechado. Um funcionário foi pegar uma caixa de ferramentas na boate e encontrou boa parte queimada e tudo foi roubado. Levaram todas as bebidas, os equipamentos de som… Deixaram só corote e catuaba. Levaram vodca, uísque, tudo”, lamentou o proprietário da boate, Bruno Rodriguez. 

Veja o vídeo

Com o palco queimado, sem o som e sem as bebidas, a estimativa de Rodriguez é que o prejuízo seja de R$ 200 mil. “Começou a onda de assaltos, porque as ruas estão desertas. Essa boate está lá há 15 anos, só mudou o nome e foi reformada. Nunca havia tido um assalto, nem de carro. Nada”, relatou o dono do local.

Rodriguez está perdido e sem saber o que fazer, pois não tinha dinheiro guardado e investiu todos os recursos na boate, a qual é dono há dois anos.

“Vendi carro, apartamento e investi. Estou negociando com o Banco de Brasília (BRB) para ter dinheiro e pagar o aluguel e os funcionários. Preciso ver como farei a reforma, não tenho dinheiro para nada. Só não estou passando fome porque moro com meus familiares”, contou Rodriguez.

Na tentativa de ajudar, a irmã de Bruno Rodriguez vai fazer uma vaquinha virtual pedindo ajuda aos amigos para reformar o espaço a fim de manter o sustento do irmão, de 15 freelancers e um funcionário.


Comentários